Arquivo mensal abril 2019

porpjbarreto

Nota: entidades de Cajazeiras comunicam que o expediente comercial desta “Quinta-Feira Santa” será até o meio dia

NOTA DE ESCLARECIMENTO

As entidades representativas dos segmentos produtivos da cidade de Cajazeiras, quais sejam: Câmara de Dirigentes Lojistas de Cajazeiras, Associação Comercial e Industrial de Cajazeiras e SINDBENS, comunicam que o expediente comercial na próxima quinta-feira santa se dará até o meio dia como manda a tradição religiosa de nossa região.

Assessoria 

porpjbarreto

PF deflagra operação contra servidor do IFPB que ameaçou atentado com arma de fogo em Cajazeiras

Mandado de busca a apreensão foi cumprido na manhã desta quarta-feira (17) em Cajazeiras.

A Polícia Federal deflagrou uma operação na manhã desta quarta-feira (17) para cumprir um mandado de busca e apreensão contra um servidor do Instituto Federal da Paraíba da cidade de Cajazeiras, no Sertão, que havia feito ameaças de atentado com arma de fogo na instituição de ensino. O mandado foi expedido pela 8ª Vara Federal de Sousa, que também determinou o afastamento do servidor e a proibição temporária de entrar no local de trabalho.

Conforme informações repassadas pela PF, a investigação se iniciou a partir da notícia de que o servidor teria externado a intenção de praticar atentado em seu local de trabalho, com uso de arma de fogo. Por isso o objetivo da operação, batizada de Vitare Periculum que traduzido do latim significa risco de vida, é investigar a ameaça feita pelo servidor.

O mandado foi cumprido no endereço residencial do servidor. Além do mandado, as medidas cautelares do poder judiciário determinaram a proibição de acesso e frequência do mesmo ao IFPB e afastamento das funções pelo período mínimo de 30 dias.

O servidor pode ser autuado pelo crime de ameaça, previsto no artigo 147 do Código Penal, que prevê pena de até um ano de detenção. Ainda de acordo com a Polícia Federal, mesmo após o cumprimento do mandado, a investigação contra o servidor prossegue.

G1-PB

porpjbarreto

Projeto Fórum das Artes expõe trabalhos de artistas na Comarca de Sousa

Além da movimentação de magistrados, servidores, advogados e partes, o Fórum ‘Dr José Mariz’, da Comarca de Sousa, Sertão paraibano, terá também a presença da população local para prestigiar as obras de arte expostas no hall da unidade judiciária. Já está funcionando o Projeto ‘Fórum das Artes’, lançado na noite da última segunda-feira (15), com a exposição “Tons da Calma”, da artista visual autodidata, Mívia Lima. A iniciativa partiu do diretor do Fórum, o juiz João Lucas Souto Gil Messias. O evento contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos.

O magistrado João Lucas explicou que a ideia surgiu quando ele tomou conhecimento da existência de muitos artistas plásticos de talento na cidade. A partir de então, pensou em ceder o espaço do Fórum para que essas pessoas pudessem expor seus trabalhos para a comunidade. “Seria uma via de mão dupla: de um lado, o artista teria a oportunidade de mostrar seu talento. De outro, a população que frequenta o fórum, incluindo os servidores e magistrados, também teria a chance de conhecer o trabalho”, ressaltou, acrescentando que a presença de arte num ambiente como o fórum traz tranquilidade e paz ao local.

Para o diretor da unidade, o projeto beneficiará os artistas da terra e a própria população. “Às vezes, o artista de talento precisa apenas de uma oportunidade para alçar voo. Talvez possamos ajudar de alguma forma com essa iniciativa”, pontuou. João Lucas destacou, ainda, a participação do gestor do TJPB, desembargador Márcio Murilo. “Foi uma coincidência muito bem vinda a presença do Presidente ao Sertão e a inauguração do projeto ocorrerem no mesmo dia. Ficamos muito felizes”, salientou.

A gerente do Fórum, Francineide Nascimento, lembrou que as obras ficarão expostas durante dois meses e que já se inscreveram vários artistas. “Achei muito interessante esse projeto, pois valoriza os artistas da terra, pintores, fotógrafos, artesãos, escritores, dentre outros”, realçou.

Na opinião da artista Mívia Lima, autora das telas estilo clássico e impressionista, expostas no projeto, o ‘Fórum das Artes’ abre portas não somente para os artistas, mas, principalmente, para as pessoas entenderem a importância da arte no mundo real. “O foco principal do meu trabalho é retratar figuras que tenham conexão entre a beleza e a emoção, para as pessoas poderem sentir um ambiente mais humanizado”, enfatizou, acrescentando que a escolha do tema da exposição “Tons da Calma” foi especialmente para o projeto.

Exposições – A intenção da direção do Fórum de Sousa é ter sempre apresentações de artistas locais. Para a temporada de 2019, foram planejados cerca de quatro a cinco exposições, em diversas áreas, incluindo pintura, fotografia, desenho e artesanato. “Esperamos que a população local prestigie esses artistas e que a arte sousense ganhe o mundo”, exaltou o magistrado João Lucas, lembrando, ainda, que o projeto contou com a ajuda da Fundação de Cultura do Município, na pessoa de Augusto Ferraz, e, também,  com o apoio de servidores da Comarca, dentre os quais o oficial de Justiça Francisco Noberto Gomes Carneiro e a gerente do Fórum, Francineide Nascimento.

Biblioteca – Neste mesmo Fórum foi instalado, no mês passado, a Biblioteca “Ariano Suassuna”, na área de espera da unidade judiciária, com um acervo de 400 livros doados por juízes, servidores, advogados e particulares. A iniciativa, também, foi do magistrado João Lucas Souto.

Por Lila Santos

Assessoria de Imprensa – TJPB

porpjbarreto

Ingressos para o espetáculo ‘Elis Vive`, com Nathalia Bellar, já estão a venda

Show especial da ex-The Voice Brasil acontece na véspera do Dia das Mães, no Tambaú Hotel, em João Pessoa

Revivendo grande e emocionantes sucessos, como “Romaria”, “O Bêbado e a equilibrista”, “Como nossos País”, a cantora Nathalia Bellar apresenta o projeto “Elis Vive”, uma homenagem a maior interprete brasileira de todos os tempos. O show, em apresentação única no Tambaú Hotel acontece no dia 11 de maio, véspera do Dia das Mães, a partir das 20h. Os ingressos podem ser adquiridos no setor de eventos do hotel e pela internet, no site Bilheteria Express.

Comandado por Nathalia, com o apoio dos músicos Igo Wendel (piano), Adriano Ismael (baixo, cello), Glauco Andrezza (bateria) e Jefferson dos Santos (percussão), o show “Elis Vive” é uma realização do Tambaú Hotel, em parceria com a Casa Amarela produções e a Vivass Assessoria e Comunicação. O evento tem apoio da Yellow Marketing e da Contal Contabilidade.

Grande inspiração musical de Nathalia, Elis Regina, a “pimentinha”, representa a mulher brasileira em seus diversos papéis, sendo assim celebrada nesta data tão especial. “É uma verdadeira honra interpreta-la, especialmente em uma data tão importante como essa, o Dia das Mães, que reúne tantas famílias. Será uma noite de muitas emoções”, declara a cantora.

O material arrecadado pelos ingressos sociais vão para a Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Serviço:

“Elis Vive”, por Nathalia Bellar

Data: 11 de maio de 2019 (sábado, véspera do Dia das Mães)

Local: Tambaú Hotel (Salão Sergio Bernardes)

Horário: 20h

Ingressos: R$80 (inteira), R$40 (meia-entrada) e R$ 50 (ingresso social e mais dois quilos de alimento)

Vendas: – https://www.bilheteriaexpress.com.br/nathalia-bellar-apresenta-tributo-a-elis-regina-no-tambau-hotel.html e setor de eventos do Tambaú Hotel (seg a sex 8h às 17h e sab 8h às 13h).

 

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Concurso do IFPB: sai relação final de inscritos para Técnico-administrativo e Libras

Mais de 33 mil candidatos estão aptos ao Concurso do IFPB para Técnico-Administrativo e Libras

Confira lista definitiva de inscritos. Locais de prova serão conhecidos no dia 30 de abril.

O Concurso Público do Instituto Federal da Paraíba para Técnico-Administrativo teve 33.353 candidatos com inscrições efetivadas. Para a vaga de Tradutor e Intérprete de Libras 251 candidatos estão aptos à realização das provas. O certame oferece 38 vagas.
Acesse neste link a relação final de inscritos para Técnico-administrativo (edital 147)

Acesse neste link a relação final de inscritos para Tradutor e Intérprete de Libras (edital 149)

De acordo com o cronograma do concurso, os locais de prova serão divulgados no dia 30 de abril. As provas objetivas acontecerão nas cidades de João Pessoa, Cabedelo, Guarabira, Campina Grande, Picuí, Monteiro, Patos, Sousa e Cajazeiras. Para os cargos de níveis C e D os exames serão aplicados das 8h às 12h15 e para os cargos de nível E das 14h às 18h15 (horário oficial local).

O candidato terá até quatro horas para responder as questões do caderno de provas e preencher o cartão-resposta. As provas objetivas serão compostas por 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha, sendo 20 questões sobre Língua Portuguesa, 10 sobre Legislação do Serviço Público e 20 questões sobre conhecimentos específicos.

Quem vai concorrer a uma das vagas para Técnico-Administrativo fará a prova objetiva no dia 19 de maio e a divulgação do gabarito preliminar acontece no dia 21 de maio. Para Tradutor e Intérprete de Libras a prova será realizada no dia 26 de maio e o gabarito preliminar será conhecido no dia 28 de maio.

No dia 12 de julho será divulgada a lista de candidatos aptos ao procedimento de heteroidentificação, que é a confirmação, por meio de uma banca, de que a autodeclaração do candidato negro é verdadeira, para evitar fraudes.

O resultado preliminar do concurso público está previsto para o dia 6 de agosto e o resultado final será conhecido no dia 15 de agosto. Para os Técnico-Administrativos os salários iniciais correspondem a R$ 1.945,07 (nível C), R$ 2.446,96 (nível D) e R$ 4.180,66 (nível E).

 

Assessoria de Imprensa – IFPB

porpjbarreto

Coordenadora do CREAS de Cajazeiras vai à evento religioso em carro da prefeitura e motorista espera

A Coordenadora Municipal do (CREAS – Centro de Referência de Assistência Social) de Cajazeiras, Maria das Dores Martins Fernandes, foi flagrada na noite desta terça-feira (16), utilizando um veículo oficial da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano, pasta comandada a mão de ferro pela professora Gerlane Moura e, amiga pessoal do prefeito José Aldemir, onde “Dôra” é lotada.

“Dôra” como é conhecida pelos amigos mais próximos, foi para um evento religioso na Paróquia de São José, na zona norte da cidade e, fez uso do carro da secretaria onde trabalha – com direito a motorista e demorada espera – tudo por conta dos contribuintes. “É inadmissível esse tipo de comportamento, a gente paga os nossos impostos para o nosso bem-estar e não para a coordenadora do CREAS de Cajazeiras, usar um carro como se fosse dela, particular e ainda com motorista pago por nós“, retrucou um morador da zona norte que fez o flagrante.

Vale ressaltar que os veículos oficiais devem ser utilizados para o povo e não para usufruto dos chefes de departamentos e, fora dos horários destinados às suas funções especificas.

Redação – fmrural.com.br

porpjbarreto

Lei que obriga fixação de cartazes em postos é discriminatória contra o álcool combustível pode ser revogada graças a iniciativa de Tovar

O setor sucroalcooleiro é vital para a economia nacional, nordestina e, em especial, para a Paraíba. O estado, que é o terceiro no NE em produção de cana, conta com cerca de 1.800 pequenos, médios e grandes produtores canavieiros que fornecem a matéria-prima para a fabricação do etanol.  Além disso, o setor garante a geração de 80 mil empregos diretos e indiretos, nos 26 municípios do litoral paraibano- onde está concentrada a produção de cana-de-açúcar. Ainda assim, falta incentivos para o setor, que, ao invés de ser protegido pela sua potencialidade econômica, por produzir um  combustível renovável e limpo, que preserva o meio ambiente, tem ainda que conviver com iniciativas discriminatórias.

Exemplo disso é a lei Nº 10.365, de 12 de novembro de 2014, que obriga os postos revendedores de combustíveis estabelecidos no Estado da Paraíba a afixarem, em local visível para o consumidor, cartaz ou letreiro informando ao consumidor o percentual de diferença nos preços da gasolina e do etanol. Para o presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais, a norma é totalmente discriminatória e prejudica todo o setor econômico, visto que desencoraja o consumidor a abastecer seu veículo com álcool sem que haja justificativa palpável e lógica para isso. Vale ressaltar que o setor sucroalcooleiro na Paraíba produz, em média, em uma safra, cerca de 420 milhões de litros de etanol.

De acordo com a lei estadual 10.365/2014, o estabelecimento deve fixar o seguinte aviso: “Senhor(a) Consumidor(a), o percentual do preço do etanol (álcool) em relação ao preço da gasolina é de X %. Em sendo o valor do percentual maior que 70% (setenta por cento), torna-se mais econômico o abastecimento com gasolina”.  “Isso é um absurdo inclusive porque, hoje, com a variedade de tecnologias e dependendo do veículo, uns consomem mais gasolina do que álcool. Ou seja, é tudo muito relativo. Tem veículos que consomem mais outros menos” comentou José Inácio, explicando que a lei não traz argumento concreto que justifique que ela exista, ao contrário, ela só prejudica um setor econômico que gera emprego, combustível limpo e que auxilia na preservação do meio ambiente. “Defendemos que cada consumidor escolha a melhor forma de abastecer seu veículo”, afirmou o dirigente.

Diante disso, José Inácio enalteceu, a iniciativa do deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) que, essa semana, apresentou projeto de Lei Orçamentária 42/2019 que revoga a lei 10.365/2014. Tovar também compreende que a lei fortalece a gasolina e desestimula a população a utilizar o etanol, um produto responsável pela geração de milhares de empregos e que contribui consideravelmente para a economia do estado. O parlamentar já saiu em defesa do setor em outras oportunidades. Em matérias publicadas pela Imprensa, Tovar já explanou sua insatisfação com a falta de incentivos e com o preconceito do brasileiro em relação ao etanol. “É muito triste vermos que algumas pessoas ainda tratam o universo em torno da cana-de-açúcar com um certo preconceito. A visão deve ser totalmente contrária, pois o trabalho desenvolvido com a cana contribui e muito para a economia e desenvolvimento de nosso Estado. É preciso investir cada vez mais no setor”, defende o deputado.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Efraim celebra dia mundial da propriedade intelectual e ressalta o Acordo de Madri

Fortalecer a propriedade intelectual, aumentar a cooperação e a segurança jurídica são caminhos para ampliar as relações de comércio e investimentos internacionais”. Declarou Efraim.

Com o objetivo de celebrar e reunir representantes dos setores público e privado para discutir o papel da Propriedade Industrial, o deputado Efraim Filho (DEM/PB) destacou a importância do combate ao sequestro e falsificação de marcas e patentes no Brasil e no exterior. “Fortalecer a propriedade intelectual, aumentar a cooperação e a segurança jurídica são caminhos para ampliar as relações de comércio e investimentos internacionais”. Declarou Efraim.

De acordo com o congressista os desafios do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) são grandes, entre eles tornar mais ágil o processo de registro das marcas e patentes para que a indústria não tenha grandes prejuízos. “Recentemente a Câmara aprovou o acordo de Madri sobre registro internacional de marcas reconhecido simultaneamente nos vários países que fazem do acordo”, explicou Efraim Filho.

Pelo texto aprovado na Câmara a medida diminui o custo das empresas, que hoje precisam arcar com os múltiplos pedidos de registro de marca para atuar em outros países. Os custos envolvem pagamento de taxas, contratação de advogados, etc.

Com a aprovação do PDL 98/19 no Senado Federal a proposta entra em vigor após publicação no Diário Oficial da União. Esta matéria segundo o deputado Efraim Filho insere o Brasil no regime internacional simplificado para o registro de marcas e permite que as empresas brasileiras registrem suas marcas nos 117 países membros que representam 80% do comércio global .

Efraim Filho ressaltou a necessidade de ampliar a colaboração entre o Instituto e outros escritórios de patentes.

Nesta reunião parlamentares, representantes da indústria e autarquias apresentaram suas experiências. O deputado Dr. Zacharias Calil (DEM/GO) falou sua experiência no registro de patente para medicamentos e o diretor da Cabletec, João Arantes também expôs a dificuldade para os registros e sequestro das marcas brasileiras por empresas de outros países.

Os parlamentares Esperidião Amim (senador), as deputadas Cristine Yaredm e Ângela  Amim e os deputados Lucas Redecker, David Soares, Ricardo Barros, Luiz Carlos Mota, Vitor Lippi e Glaustin Fokus se colaram à disposição para agilizar os processos legislativos para o desenvolvimento econômico do Brasil.

Estavam presentes no evento representante da CNI, João Emílio Gonsalves, do Ministério da Economia, Igor Calvet, do Ministério das Relações Exteriores, Maximiliano Ariezo, INPI, Liane Lage, da Organização de Propriedade Intelectual (OMPI) José Graça Aranha, o secretário dos direitos autorais e propriedade intelectual no Ministério da Cultura, Maurício Carlos Braga.

Ainda falaram sobre suas experiências em marcas e patentes representantes dos escritórios da Turma da Mônica, Rodrigo Paiva, da Natura, Renata Campos, Natan Baril, Fernando Pimentel presidente da ABIT, Fernando Pimentel e Ariela Simoni da Associação pela Indústria e Comércio Esportivo (Ápice).

O evento contou também com o apoio da CNDL e UNESCS.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Publicação da licitação para obras do sistema adutor do Rio Piancó muito me orgulha porque essa luta foi prioritária em meu mandato diz Jeová

Em discurso na tribuna da ALPB, na manhã desta terça-feira (16), o deputado estadual Jeová Campos (PSB), destacou sua alegria, pela publicação no Diário Oficial da União de ontem (15), do aviso de licitação para contratação de projetos preliminares, básico e executivo para as obras do Sistema Adutor Ramal do Piancó, destacando que essa luta foi prioritária no seu segundo mandato. Ele lembrou ainda que a Caravana das Águas, coordenada pela Frente Parlamentar da Água da ALPB, realizada em setembro de 2017, em todo o Vale do Piancó, foi um movimento importante que chamou atenção para o debate político da necessidade da perenização do Rio Piancó e da transposição neste terceiro eixo.

Jeová lembrou que a Caravana que começou em Mauriti, passou por Conceição, Boa Ventura, Itaporanga e Piancó e terminou em Coremas, numa ação de dois dias, foi um marco na solicitação desta importante obra e que depois essa ação ganhou força quando a bancada federal da Paraíba, liderada pelo então deputado federal, Wilson Filho, destinou R$ 27 milhões para o projeto técnico da mesma. “Essa obra é relativamente barata, mas de muita relevância, pois de Assunção até Sousa, todos os municípios são abastecidos com as águas de Coremas Mãe D´água e esse complexo nunca mais conseguiu encher e, no ano passado, ficou no nível crítico e precisamos ter garantia hídrica para todos os municípios sertanejos”, destacou o parlamentar, reiterando que a ALPB fez seu papel de provocar o debate político em torno desta questão.

Ainda de acordo com Jeová, o movimento da Frente Parlamentar da Água ganhou vida, força e visibilidade, envolvendo várias instituições, a exemplo da OAB igrejas e fez com que o Congresso Nacional, pudesse ter iniciado esse processo. “Essa luta política foi fundamental para a publicação deste edital e continuará sendo para dar garantia a segurança hídrica do Vale do Piancó, de forma que me sinto extremamente gratificado de ter, junto com outros parlamentares, encampado essa luta e defendido essa obra que avança para ser concretizada com essa publicação no DOU”, finaliza Jeová.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Audiência pública para discutir carga horária da enfermagem reúne profissionais de todo Brasil

Representantes de entidades de enfermagem de todos os estados do país lotaram o auditório 2 da Câmara Federal, para a Audiência Pública que discutiu a carga horária de 30 horas para enfermeiros técnicos e auxiliares. A reunião teve que ser transferida do auditório 9 para o 2, devido a grande quantidade de pessoas.

A propositura foi do deputado federal Frei Anastácio (PT/PB), que entrou na luta para retirar da gaveta o Projeto de Lei 2295/2000  que tramita no Congresso há 18 anos.

O deputado já está com um requerimento solicitando votação do projeto, com urgência. Para isso, é necessária a coleta e assinatura de 257 deputados. Para isso, será reativada a Frente Parlamentar em Defesa da Enfermagem e será formada uma comissão de trabalho, pelas entidades de enfermagem, para acompanhara pauta de luta.

De acordo com deputado Frei Anastácio, a mobilização dos profissionais e conselhos regionais e federais em torno dessa audiência será importante para sensibilizar os deputados e deputadas federais pela causa dos profissionais de enfermagem. “Essa audiência pública de hoje foi muito importante pra mostrar aos deputados, autoridades e para a sociedade a importância que os enfermeiros têm para o bom funcionamento de qualquer unidade de saúde. Mais de 100 municípios e 10 estados já instituíram essa carga horária, pois não podiam mais esperar a votação desse projeto na Câmara Federal. Agora, acredito que depois de 18 anos esse projeto de tramitação possa finalmente ser votado na Câmara”, disse o parlamentar.

A deputada Érika Kokay, que foi autora do requerimento, ao lado de Frei Anastácio, agradeceu ao deputado pelo seu esforço em trazer esse debate para a Câmara, que diz respeito não só aos profissionais da enfermagem, mas à saúde do país.  “Nós estamos falando de profissionais que compõem majoritariamente a saúde deste país. Nós estamos falando de quem sustenta a saúde neste país, e que não é reconhecido na sua condição integral e nem valorizado como deveria ser. Nós estamos falando de profissionais de enfermagem, de quem cuida e quem humaniza a saúde neste país. Saúde não se precifica. Não podemos nos curvar aos interesses das instituições privadas que não querem fazer valer o que é de direito”, disse a deputada.

De acordo com a Presidenta do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba, Renata Ramalho, são 2 milhões de enfermeiros no Brasil, a maior categoria de profissionais da saúde, esperando este projeto ser aprovado. “Valorizar a enfermagem é garantir uma saúde de qualidade e um respeito à sociedade brasileira. Enfermagem é a arte de cuidar e nós, profissionais de enfermagem, estamos precisando de cuidados”, disse Renata Ramalho.

A Presidente da Federação Nacional dos Enfermeiros, Solange Aparecida Caetano, também agradeceu aos deputados Frei Anastácio (PT/PB) e Érika Kokay (PT/DF) pelo requerimento apresentado e disse que a categoria não pode mais esperar 19 anos e demonstrou a sua preocupação com a saúde mental dos profissionais de enfermagem. “A  enfermagem está morrendo, só neste ano, já tivemos mais de 20 casos de suicídio de profissionais da enfermagem por sobrecarga de trabalho, por depressão em função da sua longa jornada de trabalho pela exaustão”, disse Solange.

Manoel Nery Carlos da Silva, Presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), lembrou que o projeto só chegou a entrar na Ordem do Dia uma única vez, em 2011, mas por pressão, foi retirado e desde então não voltou a ser discutido. “Acredito que essa audiência pública possa inaugurar um novo tempo para os profissionais da enfermagem. Nossa principal revindicação é a valorização do profissional em torno da carga horária de 30h e da aprovação de um piso salarial”, disse o Presidente do Cofen.

O deputado Frei Anastácio se comprometeu a continuar na luta pela categoria, pois acredita que com a aprovação do projeto, não só os profissionais serão beneficiados, mas toda a população que precisa do serviço desses profissionais. “Com a jornada de 30h, o atendimento será melhor e haverá mais produtividade, além disso, os profissionais estarão trabalhando de forma digna como recomenda a Organização Mundial de Saúde. Tenham a certeza que vocês podem contar com nosso mandato, estaremos na defesa dessa categoria”, concluiu Frei Anastácio.

Os profissionais de saúde também receberam apoio dos parlamentares Patrus Ananias (PT/MG), Alice Portugal (PCdoB/BA), Fred Costa (Patriota/MG), Carlos Veras (PT/PE), Alexandre Padilha (PT/SP), Mauro Nazif (PSB/RO), Damião Feliciano (PDT/PB), Alencar Santana (PT/SP), Reginaldo Lopes (PT/MG), Padre João (PT/MG) e Leonardo Monteiro (PT/MG).

Assista na íntegra: https://www.youtube.com/watch?v=khaFo7ZnDZo

 

Assessoria de Imprensa