Zoonoses e Vigilância Ambiental de Cajazeiras intensificam busca ativa por animais com suspeita de leishmaniose em áreas de risco

porpjbarreto

Zoonoses e Vigilância Ambiental de Cajazeiras intensificam busca ativa por animais com suspeita de leishmaniose em áreas de risco

A Coordenação Municipal de Zoonoses e a Vigilância Ambiental estão intensificando os serviços de coleta nos bairros da cidade com o intuito de identificar animais com suspeita de leishmaniose (o calazar).

De acordo a coordenadora do setor de zoonoses, Cléo Moura, o trabalho vem sendo feito em parceria com a Vigilância Ambiental, que disponibiliza a equipe de para que sejam realizadas as coletas todas as terças-feiras nos bairros e áreas de risco, sobretudo nas periferias, onde tem uma grande quantidade de animais domésticos.

“Todas as terças-feiras são coletadas vinte amostras, que são enviadas ao Lacen, em João Pessoa, e quando esses resultados retornam, os positivos são recolhidos pelo Núcleo de Zoonoses e realizado o procedimento de eutanásia pelo veterinário”, explicou.

Segundo ela, a Zoonoses está sempre ativa, em parceria com a Vigilância Ambiental, realizando os testes de leishmaniose canina.

Finalizando, ela ressaltou que qualquer pessoa pode encaminhar casos suspeitos de calazar até o Núcleo, onde o veterinário faz a avaliação, com coleta sanguínea e um teste rápido que, dando positivo, é enviado a João Pessoa e, retornando, é obrigação da Zoonoses fazer o recolhimento do animal e o procedimento de eutanásia.

Secom-Cz

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta