Criação da Academia Cajazeirense de Artes e Letras preserva a memória e valoriza a cultura afirma deputado Jeová Campos

porpjbarreto

Criação da Academia Cajazeirense de Artes e Letras preserva a memória e valoriza a cultura afirma deputado Jeová Campos

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) anunciou nesta terça-feira (21), que na próxima sexta-feira (24), será instalada a Academia Cajazeirense de Artes e Letras (Acal). O parlamentar parabenizou a iniciativa que partiu de um grupo de intelectuais e artistas de Cajazeiras.Preservar a memória e valorizar a cultura na terra do Padre Rolim é uma iniciativa louvável e digna de aplausos e eu aqui quero parabenizar os idealizadores dessa iniciativa, destacou o deputado em discurso na tribuna da ALPB. Os imortais da Acal tomarão posse no mesmo dia de fundação da Academia. Serão 40 patronos e 40 membros.

O deputado lembrou que grandes nomes da história cajazeirense serão patronos dos novos acadêmicos, a exemplo de Pe. Rolim, de Cristiano Cartaxo, de Zacarias de Moura e da Professora Nazaré Lopes, que são grandes ícones da educação, e também da arte e da música, como Zé do Norte. “Quero fazer o registro da ousadia desta terra de criar uma Academia de Artes e Letras justamente num momento onde o país passa por um período bem obscuro, cujo governo federal, anda de ré e na contramão do desenvolvimento e progresso ao cercear a autonomia universitária, reduzir investimentos em educação pública e comprometer, desta forma, o futuro de nosso país e das atuais e futuras gerações”, disse Jeová.

Para ele, Cajazeiras dá uma lição com essa iniciativa. “A criação desta Academia mostra que Cajazeiras continua a ter visão, a enxergar longe e a valorizar a cultura e artes, sem as quais, junto com a educação, nenhuma cidade, estado ou nação progride”, finaliza o deputado.

Assessoria de Imprensa 

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta