Após ser ligada a Temer, Daniella perde quase 7 mil seguidores na rede social

porAutor

Após ser ligada a Temer, Daniella perde quase 7 mil seguidores na rede social

Um fator considerado por todos os marqueteiros Brasil afora que contribui para uma queda vertiginosa nas pesquisas eleitorais desde ano é sem dúvida lembrar respectivamente à proximidade de um candidato a imagem do atual presidente da República Michel Temer (MDB), tal fato possa explicar nos últimos dias a vertiginosa queda de seguidores nas redes sociais da candidata ao Senado Daniella Ribeiro (PP).

Após a circulação na imprensa paraibana e nas redes sociais da proximidade da parlamentar do PP, que é irmã do líder do Governo Temer, Aguinaldo Ribeiro (PP), a parlamentar vem caindo vertiginosamente no seu número de seguidores, vale ressaltar que semana passada Daniella tinha 43,6 mil seguidores no Instagram e passou para neste domingo (30.09.2018) a ter 36,7 mil. Uma perca de quase 7 mil seguidores, ou seja, mil seguidores por dia, nós últimos sete dias.

A imprensa paraibana lembrou recentemente que Daniella é a parlamentar paraibana, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral, que recebeu mais recursos da advindos da JBS, empresa que delatou às autoridades federais o esquema de propina envolvendo políticos em todo o país e teve seus proprietários presos. Ela embolsou somente em 2014 a bagatela de R$ 267 mil. (https://www2.pbagora.com.br/noticia/politica/20170522142053/daniella-ribeiro-foi-a-deputada-da-pb-que-mais-recebeu-recursos-da-jbs).

Recentemente Daniella Ribeiro também disse a um portal de Campina Grande ser contraria a qualquer mudança na atual Reforma Trabalhista aprovada pelo presidente Michel Temer, que teve como um dos coordenadores seu irmão Aguinaldo Ribeiro. Ela disse que se eleita Senadora não pretende alterar em nada a Reforma Trabalhista. “não vejo necessidade de mudar” a reforma que entrou em vigência no final do ano passado e é objeto de contestação por parte dos sindicatos. (https://paraibaonline.com.br/2018/07/daniella-ribeiro-reforma-trabalhista-nao-precisa-ser-alterada/).

Daniella também foi uma das reesposáveis junto ao seu irmão Aguinaldo Ribeiro, pela indicação do cargo de confiança do Governo Michel Temer para sua mãe, a ex-prefeita de Pilar é atual superintendente da Fundação Nacional de Saúde da Paraíba (Funasa). Outro ponto que a imprensa revelou recentemente é que o coordenador da sua campanha ao Senado é o ex-ministro das Cidades no governo de Dilma Rousseff e líder do governo Michel Temer na Câmara Federal, o deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro, do Partido Progressista. (http://www.paraibaradioblog.com/2018/07/16/lider-de-temer-deve-assumir-coordenacao-da-pre-candidatura-de-daniella-ao-senado/).

Aguinaldo como líder de Temer vem orientando a bancada governista em votações favoráveis ao Governo como a Reforma Trabalhista, Terceirização, MP do Trilhão que concedeu isenções de impostos a petrolíferas estrangeiras no valor de mais de R$ 1 trilhão.

 

Fonte: Jornalismo PB

Sobre o Autor

Autor editor

Deixe uma resposta