Popular alvejado por militar não resiste e morre no Hospital Regional de Cajazeiras

porpjbarreto

Popular alvejado por militar não resiste e morre no Hospital Regional de Cajazeiras

Sargento Anchieta – acusado de assassinar “Hominha”.

Faleceu na sala de cirurgia do Hospital Regional de Cajazeiras, por volta das 11 horas e 50 minutos deste domingo (23/12), Antônio Ramalho Martins, conhecido por “Hominha”.

A vítima, faleceu após ser alvejado com tiro no peito desferido pelo sargento reformado da Polícia Militar, identificado pelo pré-nome de Anchieta, que é ao lotado ao 6º BPM de Cajazeiras. De acordo com testemunhas, o militar se incomodou com um som.

O fato se deu na residência de familiares da vítima, às 10 horas, nas Casas Populares – Zona Norte, onde as vítimas ouviam som de um carro, quando o militar foi ao local e determinou que baixassem o volume, o que segundo o proprietário do carro atendeu ao pedido do assassino.

Instantes depois o militar passou a insultar os populares e de posse de uma arma efetuou vários tiros acertando o peito de Antônio Ramalho Martins, o “Hominha” e, sua sobrinha Gislaine Ramalho dos Santos, que foi atingida no braço, mas não corre risco de morte. Após atingir as vítimas o acusado foragiu. Até o momento não foi localizado.

De acordo com outras testemunhas, Anchieta é acusado de ter cometido outro crime de morte, mas estava em liberdade.

 

Com informações de Ângelo Lima

Sobre o Autor

pjbarreto editor

1 comentário até agora

Câmera de segurança flagra exato momento que o Sargento Anchieta atira contra “Hominha” neste domingo (23) em Cajazeiras – .::FM RURAL::.Postado em10:18 pm - dez 23, 2018

[…] Popular alvejado por militar não resiste e morre no Hospital Regional de Cajazeiras […]

Deixe uma resposta