Ministério da Saúde vai lançar edital para repor saída de médicos cubanos ainda em novembro

porAutor

Ministério da Saúde vai lançar edital para repor saída de médicos cubanos ainda em novembro

A decisão, segundo o governo cubano, se deve por conta de “declarações ameaçadoras e depreciativas” de Jair Bolsonaro; presidente eleito afirma que Cuba não quis aceitar condições para continuar no programa

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (16) que a seleção de médicos brasileiros para o programa Mais Médicos ocorrerá ainda este mês. O edital deve ser divulgado já na próxima semana para substituir os profissionais cubanos. Isso porque o Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou a decisão de deixar o programa Mais Médicos.

A decisão, segundo o governo cubano, se deve por conta de “declarações ameaçadoras e depreciativas” de Jair Bolsonaro. O presidente eleito afirma que Cuba não quis aceitar condições para continuar no programa.

O militar disse, após café da manhã também nesta sexta com o comandante da Marinha, que é “injusto” e “desumano” destinar aos mais pobres o atendimento médico por parte de profissionais cubanos “sem qualquer garantia” de qualidade.

Para o presidente eleito, não há comprovação para o governo brasileiro de que os profissionais de saúde enviados por Cuba sejam competentes. Com isso, ele voltou a defender que os médicos selecionados deveriam passar por uma prova para revalidar o diploma e atuar no Brasil.

Bolsonaro afirmou que a forma como a contratação dos médicos cubanos foi feita é “situação de prática de escravidão” porque, de acordo com ele, o governo cubano impede que a família dos médicos o acompanhe durante o período em que estão no Brasil.

 

Com a colaboração de Juliana Gonçalves, reportagem Thiago Marcolini

Fonte: Agência do Rádio

Sobre o Autor

Autor editor

Deixe uma resposta