Nova Caledônia rejeita independência e se mantém ‘francesa’

porAutor

Nova Caledônia rejeita independência e se mantém ‘francesa’

Nova Caledônia rejeita independência e se mantém ‘francesa’

Os habitantes da Nova Caledônia, arquipélago situado no sul do Oceano Pacífico, decidiram não se separar da França.

Em plebiscito realizado neste domingo (4), 56,4% dos eleitores votaram contra a independência, enquanto 43,6% optaram pelo separatismo. A consulta popular teve participação de 80,6% dos 174 mil cidadãos aptos a votar.

O presidente Emmanuel Macron disse que o resultado “demonstra a confiança na República Francesa”. “Estou verdadeiramente orgulhoso que superamos esse passo histórico juntos”, afirmou. O plebiscito ocorreu após três décadas de processo de descolonização e nasceu do ressentimento do povo nativo Canaco por causa do tratamento dado pelos europeus.

Os indígenas representam cerca de 40% da população de 270 mil habitantes do arquipélago e foram alvos de discriminação e políticas de segregação durante o período colonial.

A França controla a Nova Caledônia desde 1853 e envia 1,3 bilhão de euros em subsídios ao território a cada ano – o temor de prejuízos à economia local é um dos fatores da vitória do “não”.

 

ANSA

Sobre o Autor

Autor editor

Deixe uma resposta