Programa Jovem Aprendiz será implantado no IFPB

porpjbarreto

Programa Jovem Aprendiz será implantado no IFPB

PRE está cadastrando os cursos para o Programa e o estudante de nível técnico do IFPB poderá ser contratado como aprendiz

A Coordenação de Estágio e Relações Empresariais da Pró-Reitoria de Ensino (PRE) está desenvolvendo ações para implantação do Programa Jovem aprendiz para os discentes de nível técnico de todos os campi do IFPB.

O programa de aprendizagem é regido pela Lei (n° 10.097/2000) a qual determina que as empresas de médio e grande porte que possuam a partir de 07(sete) funcionários contratem uma cota entre 5% e 15% das vagas destinadas aos jovens entre 14 a 24 anos incompletos como aprendizes.

O Contrato de aprendizagem é um contrato de trabalho especial, ajustado por escrito e por prazo determinado, em que o empregador se compromete a assegurar ao maior de quatorze e menor de vinte e quatro anos, inscrito em programa de aprendizagem, formação técnico-profissional metódica, compatível com o seu desenvolvimento físico, moral e psicológico, e o aprendiz, a executar, com zelo e diligência, as tarefas necessárias a essa formação.

A formação técnico-profissional do programa caracteriza-se por atividades teóricas (no IFPB) e práticas (na empresa), organizadas em tarefas de complexidade progressiva, desenvolvidas no ambiente de trabalho. O discente de nível técnico do IFPB poderá ser contratado como aprendiz, gerando assim uma maior acessibilidade dos estudantes ao mercado de trabalho.

Para isso, a Coordenação de Estágio e Relações Empresariais está cadastrando todos os campi e todos os cursos técnicos. Até o momento, os campi que já foram validados são: Areia – Curso Técnico Subsequente em Restaurante e Bar; Pedras de Fogo – Curso Técnico Subsequente em Informática; e Santa Rita – Curso Técnico Integrado em Informática e Meio Ambiente.

É Importante lembrar que os discentes devem manter as documentações atualizadas e que a Carteira de Trabalho e Previdência Social é obrigatória para o exercício de qualquer emprego, inclusive de natureza rural, ainda que em caráter temporário, e para o exercício por conta própria de atividade profissional remunerada.

Segundo a Coordenadora de Estágios da PRE, Glauciene Santana,  esta é uma ação muito importante para o IFPB, que possibilita um impacto positivo contra a evasão escolar, com a predominância da retenção adequada, onde o discente que participar do programa não poderá ser reprovado no curso, além da contribuição do IFPB para a sociedade com o aumento da empregabilidade dos jovens.

Para mais informações: cest.aprendizagem@ifpb.edu.br e telefone: (83) 3612-9717.

Assessoria de Imprensa – IFPB

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta