Arquivo mensal fevereiro 2019

porpjbarreto

Justiça Federal em Patos divulga resultado parcial de seleção de estágio para estudantes de Direito

Estão sendo oferecidas cinco vagas e formação de cadastro de reserva

Foi divulgada a relação parcial da seleção de estagiários que atuarão na Justiça Federal em Patos. O resultado, com os nomes de 14 selecionados, está publicado no Diário Oficial Eletrônico da 5ª Região da última quarta-feira (27). Agora, os estudantes participarão de entrevista pessoal a ser realizada no próximo dia 11, das 14h às 17h, na Subseção Judiciária daquele município. O resultado final será divulgado no dia 19 de março.

São oferecidas, inicialmente, cinco vagas, além da formação de cadastro de reserva. O vínculo será de um ano, prorrogável por igual período, mas, na hipótese de o (a) estudante ser deficiente, a duração poderá exceder dois anos, desde que haja interesse e concordância das partes, tendo seu prazo vinculado ao término do curso na instituição de ensino.

O candidato deverá comprovar que está cursando, no mínimo, a metade do período total do curso e, no máximo, o antepenúltimo semestre, sob pena de eliminação. A carga horária do estágio é de vinte horas semanais, em período compatível com o expediente da Subseção Judiciária e com o horário escolar. O estagiário receberá um auxílio-transporte diário de R$ 7,00 (sete reais) e um seguro de acidentes pessoais.

Clique AQUI e confira o resultado parcial.

 

Assessoria de Comunicação 
Justiça Federal na Paraíba – JFPB

porpjbarreto

‘Essa reforma não cria novas fontes de receita para a Previdência e penaliza quem mais precisa de aposentadoria’ afirma deputado Jeová

“Essa reforma não cria novas fontes de receita para a Previdência, nem taxa as grandes fortunas, ela não aumenta as contribuições dos que mais ganham neste país que são os banqueiros e especuladores do mercado financeiro, ela não aumenta a pena do crime de apropriação indébita das empresas que recolhem de seus empregados e não pagam a previdência, ou seja, essa reforma não resolve o problema da previdência. Ela só retira direitos, não mexe nos poderosos e ainda penaliza quem mais precisa se aposentar”. Essa afirmação foi feita pelo deputado estadual Jeová Campos (PSB), durante um encontro promovido pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares da Paraíba (Fetag-PB) que debateu o projeto da Reforma da Previdência e formas de barrar a aprovação dele no Congresso. O evento, que contou com a participação de outros políticos e do secretário de Agricultura Familiar, Luiz Couto, aconteceu na sede da Federação, em João Pessoa, na manhã desta quinta-feira.

O objetivo do encontro, explicou logo em sua abertura o presidente da Fetag-PB, Liberalino Lucena, foi discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, que trata da Reforma da Previdência e conscientizar os associados para a gravidade desta matéria caso ela seja aprovada como está sendo proposta pelo governo federal. “Se esse pacote de maldade for aprovado, inviabilizará por completo o acesso a Previdência por parte dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares e nós não podemos permitir isso”, disse ele.

Segundo o deputado Jeová, esse projeto, na prática, só extingue direitos. “O aumento da idade é uma maldade sem precedentes. Isso é injusto. Fala-se em ‘acabar com os privilégios’, em ‘acabar com as injustiças’, e isso não existe. Precisamos manter os benefícios da seguridade social, pois foi por isso que lutamos na Constituinte de 88, mas esse governo está querendo remeter para Lei Complementar, para aprovar o projeto com 257 votos”, disse Jeová. O parlamentar elogiou o deputado federal Gervásio Maia, também presente ao encontro, pela postura coerente que ele tem mantido na Câmara Federal a favor dos trabalhadores. “Gervasinho tem vez e voz no Congresso e tem demonstrado muita altivez e competência na condução de seus trabalhos e pronunciamentos na defesa dos interesses dos trabalhadores e de temas de interesse do povo. É um orgulho para a Paraíba”, disse Jeová que, na ocasião, reiterou seu compromisso com os trabalhadores do campo.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Polícia Militar apreende drogas e armas brancas nesta quinta-feira (28) em Cajazeiras

Com base em informações levantadas pelo Núcleo de Inteligência do 6º BPM por volta das 11 horas, da manhã desta quinta-feira (28), guarnições de Rádio Patrulha apreenderam cocaína, maconha e diversas armas brancas no Bairro São José em Cajazeiras.

O NI monitorava um local tido como ponto de venda de drogas na zona norte da cidade, quando visualizou um individuo em atitude suspeita, de imediato foi acionada uma guarnição de rádio patrulha para realizar uma abordagem, sendo encontradas em poder do suspeito 08 porções de uma substância semelhante à cocaína e 04 porções semelhantes à maconha, ainda foi apreendido na residência do mesmo material para embalar a droga e (04) armas brancas.

O acusado identificado como Salviano de Araújo, 43 anos de idade, recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia de Policia Civil de Cajazeiras para as providências legais juntamente com o material apreendido.

Chama atenção o fato de que o mesmo saiu do presídio regional a 16 dias (12/02/19).

 

Com Assessoria de Imprensa – 6º BPM

porpjbarreto

MPPB denuncia prefeito e sócios de empresa fantasma por crime de responsabilidade

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) denunciou por crime de responsabilidade, previsto no Decreto-Lei 201/1967, o prefeito de Aroeiras, Mylton Domingues de Aguiar Marques, e mais duas pessoas responsáveis por uma “empresa fantasma” que integrava organização criminosa criada para desviar recursos públicos através do superfaturamento de contratos de serviços de transporte escolar e locação de veículos.

Conforme constatou a Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa (Ccrimp/MPPB), Mylton Marques, cometeu, na condição de prefeito, no exercício financeiro de 2013, diversas ilegalidades que foram detectadas pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), como a abertura de créditos adicionais por conta de recursos inexistentes no montante de R$ 1,2 milhão e a abertura de créditos adicionais (suplementares e especiais), sem a devida indicação dos recursos correspondentes, além do desvio de verba pública em favor de terceiros por meio de contratação de serviço de locação de veículos e transporte escolar por preço superfaturado. De acordo com a CCrimp, alguns crimes de responsabilidade praticados pelo gestor foram coadjuvadas por terceiros, que agiam em coautoria criminosa.

A denúncia foi protocolada e convertida em notícia-crime (número 0000159-85.2019.815.0000) na última terça-feira (26) no Tribunal de Justiça da Paraíba, tendo como relator o desembargador Carlos Martins Beltrão Filho. Nela, o MPPB requer também a condenação dos réus à reparação dos danos sofridos pelo Município de Aroeiras no valor estipulado de R$ 987,5 mil.

Organização criminosa – Um árduo trabalho investigativo realizado pelo TCE-PB e pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco/MPPB) conseguiu desvelar a existência de organizações criminosas (Orcrim) originárias de Pernambuco que estavam atuando também no interior da Paraíba, e em especial, na região de Aroeiras, Natuba, Gado Bravo e Umbuzeiro. Elas eram especializadas em desviar e dilapidar recursos públicos através de fraudes em procedimentos licitatórios para contratação de serviço de transporte escolar e locação de veículos para órgãos da prefeitura, com a participação ou conivência dos gestores.

Esse foi o caso do prefeito de Aroeiras, que contratou a empresa fantasma ‘Cardoso Locações e Transporte Ltda’ para fazer o transporte de escolares e locar veículos destinados a secretarias municipais. De acordo com as investigações, houve fraudes no processo licitatório e a empresa que sequer tinha frota de veículos acabou vencedora de um contrato superfaturado.

Na prática, embora o contrato não permitisse a subcontratação de terceiros, a empresa passou a funcionar como “intermediária” dos reais prestadores do serviço de transporte escolar no município: pessoas físicas da comunidade, arregimentadas, pelo gestor.

As investigações também revelaram que o esquema criminoso vinha sendo praticado desde a gestão anterior e por isso, o Gaeco ofereceu, ao menos, duas denúncias contra o ex-prefeito Gilseppe de Oliveira Souza e contra os sócios das empresas participantes da Orcrim. A Promotoria de Justiça de Aroeiras também ajuizou ação civil pública por improbidade administrativa, em relação aos fatos.

 

Assessoria de Imprensa – MPPB

porpjbarreto

500%: Prefeitura de Cajazeiras reajusta taxa de alvará e secretário justifica

A diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cajazeiras (CDL) pretende se reunir, a partir da próxima semana, com representantes da Prefeitura e, se necessário, com o próprio prefeito José Aldemir (PP), para esclarecer dúvidas a respeito da cobrança de taxa para aquisição e renovação de alvará de licença para estabelecimentos comerciais.

O presidente da CDL, Alexandre Costa, disse que foi informado de que houveram mudanças nos critérios de cobrança de taxa de alvará, e que por causa dessas mudanças os valores sofreram grandes aumentos.

“Ficamos extremamente preocupados. Nós temos avaliações em que determinados alvarás de renovação tiveram um aumento de mais de 500%; outros, 300%; outros, 200%. A informação inicial que nós tivemos é que foram mudados critérios da cobrança do alvará de renovação. Antigamente era pelo valor básico, agora é em cima de metro quadrado”, observou.

Para o Secretário Municipal de Governo e Articulação Política de Cajazeiras, José Anchieta César de Lima, houve mudança no critério de cobrança de alvará, mas com base em uma resolução do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo Anchieta, a Prefeitura de Cajazeiras teve que adequar seu Código Tributário de acordo com as novas normas aprovadas pelo STF sobre taxa de alvará. Com isso, a cobrança que era feita tendo como parâmetro o tipo de atividade comercial, agora é por tamanho do estabelecimento.

Para Anchieta, esse novo critério é mais justo, pois antes os proprietários de pequenos estabelecimentos estavam pagando o mesmo valor que era cobrado aos proprietários de grandes estabelecimentos do mesmo ramo.

Anchieta ressalta ainda, que com esse novo critério, alguns estabelecimentos sofreram aumento, mas outros tiveram a taxa reduzida.

 

Com informações do Diário do Sertão

porpjbarreto

Seleção Brasileira convocada para enfrentar Panamá e República Tcheca

Na manhã desta quinta-feira, o técnico Tite convocou os 23 jogadores que participarão dos amistosos de março, nos dias 23 e 26, em Portugal e República Tcheca.

Após dois meses de observações em 2019, o técnico Tite convocou a Seleção Brasileira na manhã desta quinta-feira (28). No auditório da sede da CBF, o treinador revelou os 23 nomes que estarão à disposição para disputa dos amistosos contra Panamá e República Tcheca, marcados para os dias 23 e 26 de março, respectivamente.

Os dois amistosos de março serão os últimos antes da convocação para a Copa América 2019, que será disputada no Brasil. Para esta Data FIFA, a delegação se apresenta entre os dias 17 e 18 de março, na cidade do Porto, em Portugal, onde será disputada a primeira partida.

Após enfrentar o Panamá em Portugal, a Seleção Brasileira segue Praga, capital da República Tcheca, onde enfrentará os anfitriões. O amistoso está marcado para a Eden Arena.

O treinador da Seleção Brasileira destacou a chance de dar oportunidades a novos jogadores, para aumentar a observação de atletas para a Copa América deste ano. Nesta convocação, Tite convocou jogadores que ainda não haviam sido chamados neste novo ciclo da Seleção, como Felipe Anderson, Weverton, Daniel Alves e o estreante Vinicius Júnior, que foi chamado para a Seleção Principal pela primeira vez.

– O que trouxe a gente vai aprendendo em relação à Copa do Mundo e esse momento, em que a gente aumenta o leque de possibilidade? Quando assumi a Seleção Brasileira, estava em um momento que precisávamos produzir bem e ganhar, para buscar uma classificação. Quando nos classificamos, tinha a Copa do Mundo. Isso restringiu o número de oportunidades que poderia dar aos atletas. Agora, não – ressaltou.

Confira a lista de convocados para os amistosos de março:

GOLEIROS

Alisson – Liverpool (ING)

Ederson – Manchester City (ING)

Weverton – Palmeiras

DEFENSORES

Daniel Alves – Paris Saint Germain (FRA)

Danilo – Manchester City (ING)

Miranda -Inter de Milão (ITA)

Thiago Silva – Paris Saint Germain (FRA)

Marquinhos – Paris Saint Germain (FRA)

Éder Militão – Porto (POR)

Filipe Luís – Atlético de Madrid (ESP)

Alex Sandro – Juventus (ITA)

MEIAS

Casemiro – Real Madrid (ESP)

Fabinho – Liverpool (ING)

Allan – Napoli (ITA)

Felipe Anderson – West Ham United (ING)

Lucas Paquetá – Milan (ITA)

Arthur – Barcelona (ESP)

Philippe Coutinho – Barcelona (ESP)

ATACANTES

Everton – Grêmio

Roberto Firmino – Liverpool (ING)

Gabriel Jesus – Manchester City (ING)

Richarlison – Everton (ING)

Vinicius Júnior  – Real Madrid (ESP).

 

Assessoria de Imprensa – CBF

porpjbarreto

PARAÍBA: PF deflagra operação para combater pornografia infantil na internet

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (28) a Operação Salvaguarda II, com objetivo de combater a disseminação de pornografia infantil na internet. A operação contou com a participação de 10 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados.

A investigação apontou que os envolvidos são suspeitos de usar programas de computador para troca de fotos e vídeos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes.

Os investigados responderão pelo crime de compartilhamento de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes, cuja pena somadas poderão chegar a 6 anos de reclusão.

 

Com Assessoria PFPB

porpjbarreto

Paraíba registra mais de 160 casos de esporotricose e pode ter epidemia

A Paraíba pode estar vivenciado uma epidemia de esporotricose, uma micose transmitida por fungo a animais e humanos, podendo evoluir para a forma grave, mas que tem tratamento e cura. Já são mais de 160 casos de pessoas atendidas, em um ano, somente no ambulatório especializado do Hospital Universitário Lauro Wanderley. O assunto foi discutido essa semana pelo grupo de trabalho instalado pelo Ministério Público do Estado (MPPB) e Federal (MPF), com a participação de vários órgãos ligados à saúde de humanos e ao bem-estar animal.

A reunião foi aberta pelo procurador de Justiça Valberto Cosme de Lira, coordenador do Núcleo de Políticas Públicas do MPPB, que tem viabilizado o diálogo entre instituições em várias frentes, incluindo saúde. Em seguida, foi iniciada uma videoconferência entre os integrantes do GT e a equipe técnica responsável pela política relacionada à esporotricose do Ministério da Saúde. Esse segundo momento, que resultou em encaminhamos, foi conduzido pela promotora de Justiça, Jovana Tabosa, e pelo procurador da República, José Guilherme Ferraz.

Emergência em saúde

Os dados que alertaram para uma possível emergência em saúde pública no Estado foram apresentados pelo médico e pesquisador da UFPB, Francisco Bernardino da Silva Neto. Ele explicou que os casos da doença começaram a aparecer em 2016. Em 2018, o HULW montou um ambulatório específico para o atendimento de pacientes com suspeita da doença. Segundo ele, somente em seu consultório (há mais dois médicos atendendo na unidade), foram acompanhados 165 pacientes, de janeiro a dezembro de 2018. “É um número expressivo. O que acontecia de forma esporádica virou um surto epidêmico”, disse ao grupo de trabalho.

Os membros do Ministério Público questionaram aos órgãos públicos (especialmente às secretarias de Saúde do Estado e Município de João Pessoa e ao MS) sobre as medidas tomadas para prevenir e combater a doença, algumas, inclusive, tratadas em reunião anterior e também sobre o que poderia ser feito daqui por diante, principalmente, em relação aos relatos de falta de medicamentos para pacientes e de ações contundentes em relação ao combate do fungo Sporothrix, que tem se proliferado no meio ambiente local.

Subnotificação e desconhecimento

Os representantes do MP identificaram, durante a reunião, falhas de comunicação que dificultam o combate efetivo da doença e o tratamento de humanos e animais, como, por exemplo, o fato de já existir uma resolução em nível estadual, que torna a esporotricose uma doença de notificação compulsória. A Secretaria de Saúde do Município também editou uma norma que torna a notificação da doença em animais também obrigatória. Mas, tanto os médicos dos serviços de saúde que atendem pessoas, quanto os médicos veterinários de clínicas e serviços públicos e privados não estão utilizando a ficha de notificação por desconhecimento.

A médica Maria Adelaide Millington, Secretária de Vigilância em Saúde do MS, esclareceu que, apesar da aquisição do medicamento Itraconazol ser uma obrigação das secretarias de Saúde municipais e estaduais, neste momento de surto (outros Estados estão passando pelo mesmo problema, a exemplo dos vizinhos Rio Grande do Norte e Pernambuco), o Ministério da Saúde está repassando diretamente aos hospitais que fizerem o pedido os medicamentos para o tratamento dos pacientes e estudando a possibilidade de tornar a notificação compulsória em nível nacional e criar um fluxo para o tratamento dos casos. Segundo ela, é importante que as secretarias de saúde se organizem para a aquisição do medicamento, de forma contínua.

A partir do que foi discutido, alguns encaminhamentos discutidos em reunião anterior foram retomados e outros estabelecidos para frear a proliferação da doença e esclarecer a população sobre a importância de diagnosticar e aos médicos de notificar.

Além dos membros dos MPs, da equipe do MS e do pesquisador da UFPB, participaram da reunião Francisco José Garcia Figueiredo (Núcleo de Justiça Animal da UFPB), Silvio Ribeiro Pereira (Vigilância de Saúde/JP), Nilton Guedes do Nascimento (Vigilância Ambiental/JP; David Mendes Feitosa (SMS/JP), Evandro Batista de Almeida (Fórum Paraibano de Educação Saúde e Direito Animal), Michelle Guedes e Maribel Amengual (ONG SOS Animais e Plantas), Gustavo Cavalcante (OAB-PB), Talita Tavares e Francisco de Assis Azevedo (Vigilância em Saúde da SES/PB), Inácio José Clementino (Medicina Veterinária da UFPB) e Jackson Suelio de Vasconcelos (Medicina Veterinária da Facene).

 O que é a doença

De acordo com o MS, a esporotricose é uma micose subcutânea que surge quando o fungo do gênero Sporothrix entra no organismo, por meio de uma ferida na pele. A doença pode afetar tanto humanos quanto animais. A infecção ocorre, principalmente, pelo contato do fungo na pele ou mucosa por meio de trauma decorrente de acidentes com espinhos, palha ou lascas de madeira; contato com vegetais em decomposição e arranhadura ou mordedura de animais doentes. Em humanos, pode se manifestar de forma cutânea, linfocutânea, extracutânea e esporotricose disseminada, que acontece quando a doença se espalha para outros locais do organismo, com comprometimento de vários órgãos e/ou sistemas (pulmão, ossos, fígado).

Encaminhamentos da reunião

1. Oficiar o CRMV para saber se foi comunicado a todos os profissionais veterinários acerca da notificação compulsória nos termos da Resolução SMS nº 001/2018;

2. Divulgação do processo licitatório do Estado para clínicas veterinárias para prestarão serviço de esterilização animal como ação de redução populacional de animais doméstico;

3. Oficiar o CRMV para que comunique a todas as clínicas do município de João Pessoa que, em caso de morte por esporotricose, o animal deverá ser enviado para o CCZ, a fim de que seja incinerado, no prazo de 10 dias corridos;

4. Realização de evento nos dias 5 e 6 para agendamento das cirurgias de esterilização, atentando para a SMS fazer a divulgação através dos agentes comunitários de saúde. A atividade é voltada principalmente para moradores do bairro de Mangabeira (Cidade Verde).

5. Orientar a população, especialmente aos donos de animais, para evitar o abandono e a mortandade de animais, o que só agravaria a situação de epidemia.

 

Assessoria de Imprensa – MPPB

porpjbarreto

Prefeitura de Cajazeiras inicia pagamento de fevereiro nesta quinta-feira (28)

A Prefeitura Municipal de Cajazeiras, através das secretarias de Administração e Fazenda Pública – divulgou o início do pagamento dos servidores municipais, para esta quinta-feira (28), com IPAM e Sctrans.

Conforme tabela, o pagamento continuará na sexta-feira (1º), com servidores lotados nas secretarias de Governo e Articulação Política, Administração, Planejamento e Pensão Alimentícia de Ativos (Prefeitura).

 

Com Secom

porpjbarreto

Profissionais do Samu de CG estão sem receber seus salários, denuncia servidora; prestadores emitem nota contra PMCG

A Prefeitura de Campina Grande mais uma vez atrasa os salários dos profissionais do Samu ,é notável a falta de respeito e humanidade por parte da Secretaria de Saúde e da PMCG com esses profissionais. Só para a sociedade Campinense tomar conhecimento os funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU de Campina Grande começaram mais uma semana de trabalho com seus pagamentos atrasados, Pasmem sociedade, os salários deles não estão na conta desde o mês de Janeiro. Lamentável vermos esse descaso denunciou a servidora Adriana Di Pace Fernandes. Os prestadores de serviço do Município de Campina Grande vieram a público via nota repudiar a atitude da secretária municipal de saúde de Campina Grande, Luzia Marinho Pinto, que após denúncias de *atrasos e redução de salários dos servidores contratados negou o fato.

Segundo ele, há quase dois meses os profissionais do Samu de Campina estão com seus pagamentos atrasados, este é só mais um dos problemas verificados no SAMU de Campina Grande nos últimos meses. Por falta de dinheiro alguns profissionais estão a pegar carona com companheiros pra poder ir trabalhar por não ter nem o dinheiro pra por gasolina nos seus veículos. “Uma Vergonha Isso. “

A prefeitura e a Secretaria de Saúde até agora nada de debitar os salários dos funcionários. “a Dra Luzia Pinto teve a cara de pau de dar entrevista afirmando que está tudo pago. como assim doutora ? o seu salário a senhora quis dizer né? Claro que esta pago…realmente está tudo pago, pois a Verba do Governo Federal todo mês vem sem atraso, mais o Prefeito e a Secretaria de Saúde de Campina não repassa ao Samu o que é devido e com isso eles tem os seus salários atrasados”.

“Então Doutora vamos tomar vergonha na cara e falar a verdade ao povo de  Campina Grande. Os salários desde de Janeiro não estando sendo debitados , alguns receberam os salários de Dezembro, agora no mês de Fevereiro.me poupe…nos poupe…menos cara de pau e mais verdade”.

Para ela, a secretária de Saúde devia lembrar que antes dessas pessoas serem profissionais , são pais de família com contas para pagar e mesmo com todas as dificuldades enfrentadas, estão ai no dia-a-dia na rua fazendo sua parte , salvando vidas, cumprindo sua missão mesmo não recebendo. Mas precisamos Infelizmente levar isso a público a Sociedade Campinense para que saiba a realidade que vive os Profissionais do SAMU de Campina Grande.

“Senhor Romero Rodrigues e a senhora Luzia Pinto tomem vergonha na cara, pare de pensar nas festas carnavalescas e olhem pelos pais de família e profissionais que salvam vidas nessa cidade , e que o senhor é gestor para cuidar e manter esse serviço na cidade. aguardamos resposta!”, disse a eleitora e cidadã de Campina Grande – Adriana Di Pace Fernandes.

 

NOTA DE REPÚDIO À SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CAMPINA GRANDE

Os prestadores de serviço do Município de Campina Grande vem a público repudiar a atitude da secretária municipal de saúde de Campina Grande, Luzia Marinho Pinto *, que após denúncias de *atrasos e redução de salários dos servidores contratados negou o fato.

Acontece que os salários referentes ao mês de janeiro dos prestadores de serviços que recebem acima de  R$ 1.200, ainda não foram pagos, deixando famílias desamparadas neste início de ano, vale salientar que os contratados não recebem nenhum benefícios previstos na legislação brasileira, tais como: décimo terceiro, férias, vale transporte e vale alimentação. Com o atraso salarial os prestadores de serviço estão praticamente pagando e criando dívidas para trabalhar.

Mas o que mais chama a atenção neste início de ano é a brusca redução de salário dos contratados do município que já tiveram os proventos recebidos, cerca de 30 % da remuneração bruta foi cortada em folha sem prévio aviso, tendo que os mesmos enfrentarem problemas financeiros e conviverem com a desvalorização do profissional que luta diariamente por um SUS  de qualidade, problemas psicológicos e insatisfação tomou conta de grande parte dos prestadores, que estão de mãos atadas sem respostas concretas, já que a secretária não se pronuncia a respeito.

Pedimos encarecidamente a população de Campina Grande que nos ajude compartilhando esta nota, para que ela chegue ao conhecimento do gestor municipal Romero Rodrigues que sempre foi atencioso e efetivo com os problemas de saúde do município.

Senhor Prefeito, nos ajude, precisamos ser valorizados para dar o melhor para os usuários da saúde campinense pois temos famílias, precisamos de uma posição de vossa excelência, já que a senhora Luzia Marinho se recusa a nos prestar esclarecimentos e tem forte tendência em desvalorizar o profissional que para produzir mais precisa ser reconhecido. ROMERO RODRIGUES contamos com sua intervenção junto à secretaria de saúde de Campina Grande.

 

Redação com PBNews