Categoria ÚLTIMAS NOTÍCIAS

porpjbarreto

Ivanes Lacerda, do MDB, é eleito e empossado prefeito interino de Patos

O vereador Ivanes Lacerda (MDB) foi eleito prefeito do município de Patos, por meio de eleição indireta realizada pela Câmara Municipal no início da noite desta sexta-feira (23). O mandato é interino e tem duração de 180 dias. O emedebista recebeu 14 votos dos 17 vereadores que compõem a Casa Juvenal Lúcio de Souza.

A eleição registrou apenas uma abstenção, da vereadora Lucinha (PCdoB). Outro concorrente na disputa, o Capitão Hugo (Podemos) recebeu dois votos. A vereadora Edjane Barbosa (PRTB) retirou a sua candidatura minutos antes da votação e votou em Ivanes. O voto foi repetido por Tide Eduardo (MDB), que era candidata, mas não chegou a anunciar a saída da disputa.

Após o encerramento da referida sessão, Ivanes Lacerda foi empossado de forma imediata como prefeito interino da cidade de Patos.

Em rápido discurso, o novo gestor pregou a união entre os poderes Executivo e Legislativo, e disse que esperava contar com o apoio da Câmara Municipal para resolver as “graves questões que envolvem a gestão do município de Patos. “Vamos trabalhar de forma intensa para que isso aconteça”, frisou.

Com wscom

porpjbarreto

MPF ajuíza ação de improbidade contra prefeito do Sertão

O Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) ajuizou ação de improbidade contra Aldo Lustosa, prefeito de Imaculada, município localizado no Sertão paraibano; mais oito pessoas (Dineudes Possidônio, Madson Lustosa, Francisco de Assis Ferreira Tavares, Charles Willames, Émerson Levingston Gadelha Medeiros, José Serafim Sobrinho, Mílton Barbosa de Freitas e Dinart Moreira e Santos); além de uma empresa – Construtora Millenium.

Segundo o MPF, a Construtora Millenium, de fachada, venceu licitação para executar obras de duas quadras poliesportivas no padrão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), sendo uma na zona urbana e outra na zona rural de Imaculada, orçadas em mais de R$ 1 milhão. As obras nunca foram concluídas, apesar de pagamentos terem sido feitos.

No curso da investigação, as obras foram vistoriadas pela Controladoria-Geral da União (CGU), de 30 de julho a 3 de agosto de 2018, com o objetivo de analisar a regularidade do processo de contratação da empresa, assim como verificar se os serviços foram realizados de acordo com o projeto e pagos em conformidade com o efetivamente executado. A fiscalização desvendou mecanismos de desvio de recursos públicos (mais de R$ 300 mil) empregados por todos os demandados na ação. As fraudes foram comprovadas também por meio de interceptações telefônicas e análises bancárias autorizadas pela Justiça.

De acordo com o MPF, todos cometeram atos de improbidade descritos no artigo 10, inciso I, da lei n. 8.429/92, “ao auferirem ou concorrerem para que outrem aufira vantagem patrimonial indevida decorrente dos pagamentos do convênio federal”.

A operação – Deflagrada em novembro do ano passado, a Operação Recidiva indica a existência de uma organização criminosa que tinha objetivo de fraudar licitações públicas (em obras de construção civil) em diversos municípios paraibanos, bem como do Ceará, Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte, além de desviar recursos públicos, lavar dinheiro público desviado e fraudar os fiscos federal e estadual. Já são sete ações penais e três ações civis ajuizadas, além de cautelares de sequestros e de afastamento de agente público.

Ação nº 0800652-64.2019.4.05.8205

Notícias da Operação Recidiva 

As informações são do MPF – PB

porpjbarreto

Senador Veneziano agradece ao governador João Azevêdo novos investimentos na área da Educação em Campina Grande

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) externou, na manhã desta sexta-feira (23), um agradecimento público ao governador João Azevêdo (PSB) pelos investimentos que vem proporcionando na área da Educação Pública em Campina Grande. Veneziano cita a destinação de mais de R$ 2,7 milhões do Governo do Estado para a construção de ginásios cobertos para três escolas estaduais na Rainha da Borborema.

Veneziano lembra que o governador garantiu recursos na ordem de R$ 2.754.110,06 para a construção de ginásios cobertos nas referidas escolas: Escola Estadual Major Veneziano Vital do Rêgo; Escola Estadual Antônio de Oliveira e Escola Estadual Senador Argemiro de Figueiredo.

O Senador do PSB disse ainda que esses investimentos representam o compromisso da gestão estadual com a Educação. “Essa é a única alternativa para que tenhamos uma sociedade mais próxima do igualitarismo, na qual as pessoas possam se respeitar e desenvolver suas vocações. Muito obrigado ao governador por, mais uma vez, demonstrar atenção à Campina Grande”, ressaltou Veneziano, destacando também o belo trabalho da superintendente da Suplan, a engenheira Simone Guimarães, que possibilitará a celeridade nessas obras.

Outras Obras – No começo do mês o governador esteve em Campina Grande, participando da entrega, no bairro das Malvinas, do novo prédio da Escola Cidadã Integral (ECI) Deputado Álvaro Gaudêncio de Queiroz, cujas obras receberam investimentos que ultrapassaram R$ 6,7 milhões, beneficiando diretamente 480 estudantes.

Na ocasião, João Azevêdo também entregou a pavimentação e drenagem do acesso do distrito de Ligeiro ao conjunto da Cinep, onde foram aplicados mais de R$ 1,2 milhão, oriundos do tesouro estadual. As ações integram a agenda de inaugurações do Governo do Estado previstas até setembro, de um pacote de obras que somam recursos de aproximadamente R$ 52 milhões.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Tarcio Teixeira critica tentativa de acabar com o projeto “Praia Acessível”

Deficiência Não é Crime, Preconceito Sim!

Inaceitável a postura preconceituosa de algumas pessoas que tiveram a audácia de ir pessoalmente a Câmara Municipal de João Pessoa na tentativa de impedir a ida de pessoas com deficiência para praia do Cabo Branco.

Nosso repúdio vai além dessas pessoas representarem quase 30% da população paraibana, poderia ser uma única pessoa e deveria ter seu direito respeitado, democracia não é necessariamente maioria, mas respeito e cuidado.

Nós sabemos de onde as pessoas estão tirando coragem para tirar seus preconceitos do armário e ter a audácia de ir em uma instituição pública pedir para que uma vereadora pratique um crime, sim impedir qualquer pessoa de ter acesso a um espaço público como nossa linda praia do Cabo Branco é crime, não pode ser visto de outra forma. A vereadora Helena Holanda foi muito feliz em não deixar essa postura no silêncio, pois esse absurdo precisa ser enfrentado publicamente para impedir que se amplie, parabéns.

Nossa solidariedade a todas as pessoas com deficiência. Um dos poucos acertos da Prefeitura de João Pessoa, o projeto Praia Acessível, deve ser ampliado, não extinguido como alguns tiveram a audácia de solicitar.

Não deixemos a escuridão da fumaça que queima nossa floresta tomar conta dos nossos corações. Que na contramão do ódio crescente vença a diversidade, o respeito e o amor. Eu acredito, tenho que acreditar.

Tárcio Teixeira
Gente, como qualquer outra gente.

porpjbarreto

Bolsonaro autoriza uso das Forças Armadas contra incêndios na Amazônia

Brasília – Foto (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro assinou, na tarde desta sexta-feira (23), decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas para ajudar no combate aos incêndios na Floresta Amazônica. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) vale para áreas de fronteira, terras indígenas, em unidades federais de conservação ambiental e outras áreas da Amazônia Legal.

Segundo o texto, que já foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União, o emprego dos militares será autorizado apenas mediante requerimento do governador de cada estado da região. A Amazônia Legal é um território que abrange a totalidade dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, de Rondônia, Roraima e parte dos estados de Mato Grosso, do Tocantins e do Maranhão.

De acordo com o decreto, o período de emprego das Forças Armadas no combate aos incêndios vai deste sábado (24) a 24 de setembro. Estão previstas ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais e levantamento e combate de focos de incêndio. Conforme o texto, as operações deverão ocorrer em articulação com os órgãos de segurança pública e órgãos e entidades de proteção ambiental.

O governador de Roraima, Antonio Denarium, que chegou a participar da reunião ministerial que definiu o uso das Forças Armadas, disse a jornalistas, no Palácio do Planalto, que já assinou o pedido para que militares combatam incêndios no estado.

Denarium afirmou que, hoje, os estados da região  não têm condições de combater sozinhos os incêndios florestais. “Por isso, estamos solicitando ajuda do governo federal, para que, em parceria com o estado, com o Corpo de Bombeiros Militar e o Corpo de Bombeiros Civil, fazer o combate aos incêndios que estão em toda a Região Norte.” Ele disse que outros governadores da região também deverão solicitar o apoio. Uma reunião entre governadores da região e o presidente da República está prevista para a próxima terça-feira (27), em Brasília, informou Denarium.

O governo não informou o número de militares que poderão ser empregados nas ações de combate aos incêndios. Pelo decreto, caberá ao ministro da Defesa, Fernando Azevedo, definir a “alocação dos meios disponíveis e os comandos que serão responsáveis pela operação”.

Pronunciamento

O presidente Jair Bolsonaro convocou para esta noite rede nacional de rádio e televisão para anunciar medidas do governo federal para conter incêndios na Floresta Amazônica.

A decisão sobre o pronunciamento, que vai ao ar às 20h30, foi confirmada pela Secretaria Especial de Comunicação da Presidência (Secom), após reunião ministerial coordenada pelo próprio presidente, durante a tarde, no Palácio do Planalto.

EBC

porpjbarreto

Prefeito inaugura UBS do São José e nova Praça Major José Marques

Na manhã desta sexta-feira (23), a programação elaborada para as comemorações dos 156 anos de Cajazeiras, teve continuidade com a inauguração da Unidade Básica de Saúde (UBS), no Bairro São José, na Zona Norte da cidade, pelo prefeito José Aldemir Meireles.

Estiveram presentes à solenidade o vice-prefeito Marcos Antônio Gomes da Silva, o secretário de saúde do município, Helano Segundo, a deputada estadual Dra. Paula Francinete, vereadores, servidores da unidade e populares.

Ainda nesta sexta-feira, às 17h00, o prefeito inaugurou a nova Praça Major José Marques Galvão (Praça dos Blocos), que recebeu toda uma infraestrutura de estacionamento.

Secom-Cz

porpjbarreto

Jovens e adolescentes com medida socioeducativa no meio aberto terão linha de crédito e liberdade assistida

Encaminhamentos foram decididos durante reunião do grupo que forma o Justiça Presente (Eixo II), no âmbito do Poder Judiciário estadual

A segunda reunião do grupo que forma o Programa Justiça Presente (Eixo II), no âmbito do Poder Judiciário estadual, aconteceu na manhã desta sexta-feira (23), no Gabinete da Presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba. Protagonistas de várias instituições debateram e avançaram em vários pontos relacionados ao acompanhamento dos jovens e adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa no meio aberto. A liberdade assistida, prestação de serviço à comunidade e uma linha de crédito específica do Empreender-PB, aliado à qualificação técnica dos adolescentes, foram alguns dos avanços. O Eixo II versa sobre a Política do Socioeducativo.

Esse tema faz parte do Eixo II do Justiça Presente, implementado no Estado da Paraíba desde em abril do corrente ano. A iniciativa é fruto de uma parceria do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“A Presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba tem toda a sinergia com o CNJ e com os órgãos que atuam no segmento socioeducativo. Dentro de nossas atribuições, vamos fornecer todo o aparato necessário para que possamos melhorar a sistemática da Infância e da Juventude”, adiantou o juiz auxiliar da Presidência do TJPB, Rodrigo Marques.

A representante do CNJ e coordenadora do Programa no Estado, Ana Pereira, disse que, atualmente, são cerca de três mil jovens na Paraíba no sistema meio aberto. “Um dos nossos encaminhamentos é a qualificação técnica dos adolescentes, buscando fortalecer uma ocupação para geração de renda, por meio de uma linha de crédito do Empreender- PB”, adiantou. Ela acrescentou que aliado a isso será estabelecido um grupo de trabalho de atenção à saúde mental do adolescente privado de liberdade.

A Juíza da 2ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de João Pessoa, Antonieta Nóbrega comentou que a intenção das reuniões é articular as políticas púbicas da socioeducação. “O principal ponto abordado foi o socioeducativo em regime aberto para as jovens e adolescentes. A Secretaria de Desenvolvimento Social de João Pessoa trouxe a experiência exitosa, como emissão de protocolos de atendimento para aquele jovem que é encaminhado ao meio aberto”, exemplificou.

A magistrada esclareceu que esse documento é emitido, sobretudo, para medidas de prestação de serviço à comunidade e liberdade assistida. “Debatemos a articulação entre os meios aberto e fechado. Levando em consideração que vários adolescentes começam no meio fechado e recebem uma progressão para o aberto”, acrescentou.

O juiz titular da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Campina Grande, Algacyr Rodrigues Negromonte, considerou os encaminhamentos significativos, dentre eles, a unificação de procedimentos e o fortalecimento da Justiça Restaurativa. “Em Campina Grande, isso já é uma realidade desde o ano passado, com a sensibilização de profissionais de várias áreas. Vamos inaugurar em nossa Comarca o Núcleo de Práticas Restaurativas”, revelou. A Justiça Restaurativa é uma técnica de solução de conflito e violência que se orienta pela criatividade e sensibilidade a partir da escuta dos ofensores e das vítimas.

Por Fernando Patriota/Ascom-TJPB

porpjbarreto

Paraibano de 17 anos é aceito na Washburn University de um grupo de 13 brasileiros na conceituada instituição

Uma educação plural e um inglês afiado levaram Luiz Antônio Gomes Pontes de Alcântara, de apenas 17 anos, ex-aluno GEO, a ser aceito na Washburn University, em Topeka, no estado do Kansas (EUA). As aulas do College tiveram início semana passada, mas Luiz já se sente em casa, visto que está no Kansas já há um ano, quando interrompeu, no meio de 2018, o 3º ano do Ensino Médio no GEO para fazer um intercâmbio e concluir os estudos nos Estados Unidos da América. Sua desenvoltura durante as avaliações (aplicação) para a Washburn University chamou a atenção da instituição, que elogiou o colégio GEO pela formação plural do jovem. Hoje, Luiz, que é o único paraibano na instituição, inspira seus colegas mostrando que com a educação proporcionada pela escola paraibana e interesse próprio, todos podem ir longe.

A professora universitária, Débora Gerlane de Alcântara, mãe de Luiz, explica que o sucesso do filho deveu-se principalmente ao conhecimento que ele adquiriu de forma “geral”, sem muita especialização, como é muito comum nos EUA. “Ele sempre foi bom aluno. Nunca gostou de destaque, mas sempre esteve entre os melhores da turma. Sabia de química, física, história. De tudo. Diferente do que acontece nos Estados Unidos que é tudo meio que especializado desde o início”, comentou. “Quando ele foi terminar o ensino médio nos Estados Unidos, sempre tirava A nas matérias e foi até laureado como melhor da turma na época”, disse a mãe.

Ela ressalta que Luiz ingressou no GEO no 1º Ano do Ensino Médio e isso, aliado a interesses pessoais, com certeza o preparou para o que ele está vivendo hoje. “A atenção especial dele pelo inglês – desde os 14 anos que ele, inclusive, dedicava-se a isso – foi extremamente importante. Mas, a educação mais abrangente da escola que ele recebeu fez a diferença também”, salientou Débora, contando que exemplo disso foi quando o filho foi fazer a prova de nivelamento da Washburn University.

“Em artes, eles puxam muito mais para a literatura, e Luiz até se surpreendeu porque se saiu super bem em algo que não fazia parte de seu cotidiano, mas que fazia parte de um universo de conhecimento que ele tinha adquirido na escola, em João Pessoa”, comentou Débora, fazendo questão de falar sobre a importância que o colégio GEO teve nesse processo. “A escola está muito preparada para levar seu aluno a fazer uma universidade no exterior e queremos mostrar isso com o exemplo de Luiz e o elogio que recebemos de fora. Eles colocaram a escola brasileira como uma escola de qualidade, que oferece um conhecimento holístico e plural aos seus estudantes”, destacou ela.

A professora explicou ainda que Luiz tem um interesse especial por cálculo, o que o levou a fazer o pré-engenharia, um College dentro da Washburn University. “Ele vai cursando as disciplinas e daqui a um ano quando for escolher, ele pode fazer engenharia, arquitetura, mas com certeza algo nessa área 1, de cálculo”, afirmou.

Hoje, a oferta de cursos superiores no exterior é realmente diversa. A Washburn University, por exemplo, oferece mais de 200 áreas de estudo. Fundada em 1865, hoje ela tem, aproximadamente, sete mil alunos (graduação e pós-graduação), dentre eles, mais de 225 alunos internacionais e 13 brasileiros. Luiz é o único paraibano da instituição. Vale ressaltar que Luiz foi fazer o intercâmbio no Kansas com recursos próprios de sua família. Estudou em escola pública americana para concluir o Ensino Médio e fez testes para três Universidades, sendo a Washburn University escolhida por ele. Hoje ele tem uma bolsa de 50% da mensalidade (o máximo oferecido a estrangeiros) e já assumiu a página brasileira da Washburn em um dos seus primeiros dias no campus! Em breve, Luiz – que assina o Instagram como @luyerz – estará gravando vídeos mostrando como é a vida de um brasileiro em uma universidade dos EUA.

Como estudar no exterior?

A maioria das universidades realiza uma avaliação holística para a seleção dos estudantes. Nesse momento, o perfil do aluno é avaliado por completo, por meio de redações, histórico escolar, cartas de recomendação, entrevistas pessoais e, claro, boas notas em testes de proficiência, sendo TOEFL e IELTS os mais aceitos. Intercâmbios no Ensino Médio, como fez Luiz, são ótimos momentos para se investir na vida profissional que se quer desenvolver no futuro. Seja para aperfeiçoar o inglês, seja para ter novos horizontes ou, por que não, lançar-se em uma carreira iniciada no exterior.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

CCJ aprova empréstimo de 38,4 milhões de dólares do BID para modernização da gestão fiscal do Estado

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, por unanimidade, na manhã desta sexta-feira (23), Projeto de Lei do Poder Executivo, que autoriza o Governo do Estado a contratar operação de crédito externo, no valor de US$ 38.412.000,00 (trinta e oito milhões, quatrocentos e doze mil dólares norte-americanos), junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, destinada ao financiamento do Projeto de Modernização da Gestão Fiscal do Estado da Paraíba – PROFISCO II PB.

Na justificativa do projeto, o governador João Azevêdo (PSDB) explica que a operação de crédito tem por objetivo “contribuir para a sustentabilidade da gestão fiscal, por meio do aperfeiçoamento da gestão fazendária, da administração tributária, contencioso fiscal, da administração financeira e do gasto público. Para tanto, serão realizados investimentos na Secretaria de Estado da Fazenda, Secretaria de Estado da Administração, Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, Controladoria Geral do Estado e Procuradoria Geral do Estado”.

Os investimentos, conforme o Chefe do Poder Executivo Estadual, serão realizados nos órgãos citados, através do desenvolvimento de ações em três componentes, constantes do quadro anexo ao Projeto de Lei: Gestão Fazendária e Transparência Fiscal; Administração Tributária e Contencioso Fiscal; e Administração Financeira e Gasto Público.

Além do montante requerido, a ser aplicado no período de cinco anos, de acordo com a justificativa do Projeto de Lei, haverá contrapartida do Governo do Estado no montante de US$ 4.268.000,00 (quatro milhões, duzentos e sessenta e oito mil dólares norte-americanos), totalizando US$ 42.680.000,00 (quarenta e dois milhões, seiscentos e oitenta mil dólares norte-americanos).

“É oportuno salientar que a Comissão de Financiamentos Externos – COFIEX – do Ministério da Economia, conforme Resolução n° 02/0134, de 29 de maio de 2019, autorizou a preparação do Projeto, faltando a lei autorizativa estadual para compor a documentação básica do pleito, a ser encaminhado à Secretaria do Tesouro Nacional – STN, para efeito de análise e autorização de contratação”, finaliza o governador João Azevêdo.

Apesar da aprovação unânime, o deputado estadual Raniery Paulino (MDB) solicitou que a Comissão encaminhasse ao Poder Executivo um detalhamento do projeto, com informações acerca dos prazos, taxa de juros e tempo de carência, com o objetivo de dar mais “transparência” à operação de crédito. A deputada Pollyana Dutra, presidente da CCJ, rejeitou o pedido sob o argumento de que a Comissão trata apenas da juridicidade e da constitucionalidade das matérias. Ela sugeriu que o deputado encaminhasse o pleito por ocasião da análise do projeto pela Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentárias.

VETOS MANTIDOS

Na sessão desta sexta-feira, a CCJ da ALPB manteve dois vetos do governador João Azevêdo (PSB) aos projetos de Lei de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB), que propunha a “obrigatoriedade da contratação de nutricionista nas escolas da Rede Privada de Ensino Integral do Estado”, e do deputado Eduardo Carneiro (PRTB), que estabelecia a obrigatoriedade, no âmbito estadual, da divulgação no SIE do Governo do Estado “informações sobre as obras públicas estaduais paralisadas, contendo exposição dos motivos e tempo de interrupção”.

Além da aprovação da operação de crédito entre o Governo do Estado e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a Comissão aprovou 10 matérias de iniciativa dos parlamentares, destacando- se entre elas os projetos de resolução de autoria do deputado Ricardo Barbosa (PSB), que outorga o Diploma “Mulher Cidadã” Anayde Beyriz às promotoras de Justiça Rosane Maria Araújo de Oliveira, Caroline Freire Monteiro da Franca e Ismânia do Nascimento Rodrigues Pessoa da Nóbrega.

Outro projeto de Resolução aprovado, por unanimidade, de autoria do deputado Tovar Correia Lima (PSDB) concede o título de Cidadania Paraíba jornalista Ana Elisabeth Torres Souto – Beth Torres, ex-coordenadora de Comunicação Social da Assembleia Legislativa na gestão do presidente Ricardo Marcelo (PSDB).

O projeto de lei, de autoria do deputado Wallber Virgolino (PSL), que “institui o Guia de Saúde Pública estadual” e a matéria proposta pelo do Anderson Monteiro (PSC), que cria o Selo Empresa Amiga dos Autistas, “destinado aos estabelecimentos comerciais que adotem política interna de inserção de pessoas de Transtorno do Espectro Autista no mercado de trabalho no estado da Paraíba, também foram aprovados.

A Comissão aprovou, ainda, três pedidos de vista, dois adiamentos de votação de projetos e rejeitou três matérias de iniciativas dos parlamentares. Um dos projetos foi considerado prejudicado pela existência de dispositivo legal similar em vigor no estado.

Assessoria de Imprensa – ALPB

porpjbarreto

Arinter faz pré-seleção interna para o programa Sakura Science High School

Inscrições vão de 23 a 28 de agosto

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (CONIF) abriu inscrições para seleção de servidores da Rede Federal que atuarão como coordenadores/supervisores dos estudantes que participarão do Sakura Science High School Program (SAKURA SHSP).

No âmbito do Instituto Federal da Paraíba a Assessoria de Relações Internacionais realizará uma seleção interna. As inscrições estarão abertas de 23 a 28 de agosto. No dia 30 de agosto será divulgado o resultado.

O selecionado concorrerá na etapa final  com outros servidores da Rede.  A pré-seleção pode ser acompanhada pelo site de Relações Internacionais onde consta, entre outras informações, os requisitos para participação:  http://www.ifpb.edu.br/relacoes-internacionais/assuntos/processos-seletivos

Confira Aqui as responsabilidades do servidor.

O objetivo do programa Sakura Science High School é promover intercâmbio de curta duração (7 dias) para estudantes brasileiros na área de ciência e tecnologia avançada, desenvolvidas no Japão, por meio de visitas a centros de pesquisa e universidades daquele país. Eles também  participarão em aulas especiais com ganhadores de prêmio Nobel, visita à embaixada do país de origem no Japão, entre outras atividades junto a estudantes do ensino médio japoneses e de outros países participantes.

Assessoria – IFPB