Categoria TV

porpjbarreto

Assembleia vai a Cajazeiras, realiza sessões, votações e homenagens ao aniversário da cidade

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizará sessão itinerante, nesta quarta-feira (21), no município de Cajazeiras, no Sertão do Estado. Os trabalhos serão abertos às 14h com uma sessão ordinária, incluindo o pequeno expediente, ordem do dia e votação de projetos. Serão apreciadas matérias relacionadas a cidade e a região.

Após a ordem do dia, a sessão será transformada em sessão especial em homenagem aos 156 anos de emancipação política de Cajazeiras. Segundo o presidente da ALPB, Adriano Galdino, essa é a primeira sessão itinerante da atual legislatura, mas antecipou que outras irão acontecer nos próximos meses.

Na oportunidade, serão prestados serviços à população, em parceria com secretaria estadual da Saúde, a exemplo de verificação de pressão arterial, teste de glicemia. Já o Procon Municipal que vai estar presente tirando dúvidas sobre o direito do consumidor.

O presidente alertou que quem não puder comparecer terá que justificar a ausência. “Vamos participar dessa sessão com a maior satisfação, com a maior boa vontade, aproximar e mostrar ao povo de Cajazeiras o trabalho diário da Assembleia Legislativa. Nós teremos um quórum superior a 30 deputados, o que mostra o compromisso dessa legislatura com o povo do Sertão”, destacou.

Adriano Galdino explicou que depois da sessão ordinária ocorrerá uma sessão especial. “Após a ordem do dia, vamos iniciar a sessão especial e abrir a pauta para que diversos assuntos, de interesse regional e nacional, sejam debatidos. Teremos uma sessão extraordinária com uma grande participação popular. Foi um pedido dos deputados de Cajazeiras e por isso iniciaremos as sessões itinerantes por lá”, disse o parlamentar.

Adriano Galdino destacou ainda que o Poder Legislativo Estadual também pretende ir a Alagoa Grande para prestar homenagem ao artista paraibano Jackson do Pandeiro. Já em Cajazeiras, no inicio da sessão especial, o presidente da ALPB vai entregar uma placa em homenagem a cidade ao prefeito José Aldemir. Em seguida, os três deputados da cidade – Doutora Paula, Júnior Araújo e Jeová Campos – vão se pronunciar.

Transmissão – A sessão será transmitida pela TV Assembleia, através do canal 40.2 (TV aberta) 14.2 (Patos e Região – TV aberta), pelo canal 11 na net e 340.2, na Sky, GVT e Claro. Também será exibida pelo site e pelas redes sociais do Legislativo (www.al.pb.leg.br e www.youtube.com/legislativopb), e pelas rádios de Cajazeiras e Região.

Assessoria de Comunicação – ALPB

porpjbarreto

Associação dos Planadores de Cana da Paraíba e União Nordestina dos Produtores de Cana repudiam quadro de humorístico global

NOTA DE REPÚDIO

A desinformação e o preconceito produzem aberrações imperdoáveis, tais como, a veiculação de um quadro, num programa de humor, que atentou contra a dignidade, idoneidade e responsabilidade do produtor rural brasileiro. No último sábado (03), de forma irresponsável e descabida, o programa Zorra Total, da Rede Globo, veiculou um quadro lamentável, que desmerece uma classe trabalhadora, responsável por boa parte do PIB brasileiro e que coloca alimentos na mesa de todos nós.

Sem nenhum embasamento cientifico, sem entender como se processa a liberação e o uso de defensivos agrícolas, o programa generalizou o uso destes produtos, maculando, de forma irresponsável, cruel e fora da realidade, a imagem do agricultor brasileiro e de um setor responsável que não faz uso indiscriminado de defensivos, mostrando um profundo desconhecimento da realidade dos campos no país.

Como entidade representativa de produtores canavieiros repudiamos esse tipo de programa que ao invés de informar, desinforma, que ao invés de construir, destrói, que ao invés de formar opinião balizada em dados verdadeiros e reais, macula a imagem de pessoas, cidadãos, profissionais, pais de família e geradores de emprego e renda.

Além da imensa maioria dos produtos liberados pelo Governo Federal ser de produtos biológicos, muitos têm princípios ativos similares e ingredientes ativos já utilizados e que já eram autorizados no país. Portanto, além de uma retificação da Rede Globo, em nome da classe produtora brasileira e, sobretudo, do reestabelecimento da verdade dos fatos, esperamos que não mais nos deparemos com quadros em programas como esse do Zorra Total que, infelizmente, fez juz ao nome.

Vale salientar que sem os defensivos agrícolas, que são usados de maneira responsável, mais da metade da produção de alimentos no mundo não existiria, pois as pragas destruiriam a produção nesta proporção. Ainda reiteramos que alimentos não brotam do nada, mas da terra que é cultivada com o suor e trabalho dos milhares de agricultores e produtores brasileiros que acordam cedo e labutam muito para colocar alimentos na mesa de todos nós. Portanto, respeitem a agricultura e mais ainda as pessoas que atuam no setor.

 

                               União Nordestina dos Produtores de Cana – UNIDA

Associação dos Planadores de Cana da Paraíba-Asplan

Presidente – José Inácio de Morais

porpjbarreto

Acusados de invadirem celulares de autoridades têm prisão temporária prorrogada

No documento em que publica a decisão, o magistrado alega que, se fossem soltos agora, os investigados poderiam, em conjunto ou isoladamente, tentar eliminar provas

Foto: Divulgação/Polícia Federal

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, decidiu prorrogar até a próxima sexta-feira (2) a prisão temporária dos quatro suspeitos de invadirem mais de mil celulares, incluindo o de autoridades. Os três homens e a mulher acusados pelo crime foram presos em operação da Polícia Federal na última terça-feira (23).

No documento em que publica a decisão, o magistrado alega que, se fossem soltos agora, os investigados poderiam, em conjunto ou isoladamente, poderiam tentar eliminar provas.

Entre os aparelhos hackeados, estariam o do presidente Jair Bolsonaro, do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, além da líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), e os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Justiça, Sérgio Moro. Há ainda a possiblidade de ministros do Supremo Tribunal Federal também terem sido alvos da invasão. A Polícia Federal não confirma nenhum hackeamento porque a investigação corre em sigilo.

Em depoimento obtido pela TV Globo, Walter Delgatti Neto, suspeito de ser o hacker que invadiu os telefones, teria informado à PF que chegou aos arquivos do Telegram do procurador da operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, por meio de agendas telefônicas de outras autoridades. Segundo as informações divulgadas pela emissora, o acusado também teria confirmado que repassou os materiais obtidos ao jornalista Glenn Greenwald. Além disso, teria dito que o contato com o fundador do site The Intercept Brasil foi intermediado pela ex-deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) e que não recebeu dinheiro pelo material, nem editou os conteúdos a que teve acesso.

Em nota publicada nas redes sociais, Manuela D’Ávila afirmou que teve o celular invadido e que uma pessoa não identificada “queria divulgar o material por ele coletado para o bem do país”. Mesmo diante da invasão, a política confirmou o repasse do contato de Glenn Greenwald. Ressaltou, no entanto, que “desconhece a identidade” de quem teria invadido seu celular.

 

Repórter Paulo Henrique – Agência do Rádio

porpjbarreto

Abertura do mercado de gás pode derrubar preço em até 40%, diz Guedes

Bolsonaro assina decreto que cria Comitê de Monitoramento para o setor

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (23), em cerimônia no Palácio do Planalto, o decreto que institui o Comitê de Monitoramento da Abertura do Mercado de Gás Natural (CMGN), com o objetivo de estimular a competição no setor. A estatal Petrobrás detém o controle tanto da produção como da distribuição do gás natural no país, apesar deste monopólio ter sido quebrado na legislação em 1997. O objetivo do governo com essa política é concretizar a abertura para novas empresas, o que não ocorreu ainda.

“É uma quebra de dois monopólios, basicamente. O monopólio de produção e exploração de gás natural, como recurso básico, e também dos monopólios estaduais na distribuição”, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes. Apesar de não cravar um número definitivo, Guedes disse que técnicos do governo estimam uma queda no preço do produto em até 40% em dois anos.

“Tem gente muito boa que estima em até 40% em dois anos a queda do preço do gás natural no Brasil. Nós temos certeza que o preço vai cair, porque nós vamos aumentar brutalmente a oferta, com um choque de investimentos no setor. Então, que o preço vai cair, vai, agora se vai cair 20%, 30%, 40% ou mais, não sabemos”, disse.

Preço mais alto

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que o preço do combustível no Brasil, que é um dos grandes produtores mundiais, é um dos mais altos entre os 20 países mais ricos do mundo, superiores a países que não produzem o combustível, como o Japão.

“Apenas para citar alguns exemplos, enquanto nos Estados Unidos o gás entregue para as distribuidoras custa, em média US$ 3,13 por milhão de BTU [unidade de medida internacional de gás], aqui o preço está acima de US$ 10 por milhão de BTU. Maior do que os preços praticados no Japão, país que importa a totalidade do gás consumido”, disse Bento Albuquerque.

Impacto na indústria

Segundo o ministro, o alto custo tem um forte impacto na indústria, que tem um uso intensiva deste insumo.

“No caso particular do gás, o que se viu foi a configuração de um mercado concentrado, tanto na oferta quanto na comercialização, resultando no elevado preço do gás ofertado, afetando diretamente os custos das empresas nacionais frente aos seus competidores estrangeiros. Vale salientar que o gás natural impacta de forma significativa o segmento industrial, representando, em alguns casos, até 50% dos custos de produção”, disse.

O processo de desconcentração do mercado de gás ainda deve levar alguns anos para ocorrer. Um acordo entre a Petrobras e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que obriga a estatal a vender ativos na área de distribuição e transporte, por exemplo só deve ser concluído em 2021.

“Tem toda uma questão de resoluções que vem. Quebra de monopólio não vai ocorrer da noite para o dia”, disse Juliana Falcão, especialista em energia na Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo ela, os segmentos que mais devem se beneficiar com a redução do preço do gás são as indústrias química, de cerâmica, de vidro, siderurgia, alumínio e papel celulose. Nesses setores, o consumo de gás chega perto de representar 50% dos custos. “O custo do gás é muito alto quando você compara com outros países, então Brasil perdeu muita competitividade por conta dessa questão”.

Atribuição

O Comitê de Monitoramento da Abertura do Mercado de Gás Natural terá como principal atribuição a proposição de medidas ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). Segundo o governo, os pilares do programa são a promoção da concorrência, harmonização das regulações estaduais e federal no setor, estímulo à integração do setor de gás com os setores elétrico e industrial e remoção de barreiras tarifárias que impedem a abertura do mercado e a competição.

O colegiado será composto por membros da Casa Civil da Presidência da República e dos Ministérios da Economia, de Minas e Energia, do Cade, da ANP e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Saiba mais na TV Brasil: Governo lança programa para reduzir preço do gás natural

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Expectativa: poucos dias para o espetáculo humorístico “Todos os Tons”, em João Pessoa

Tom Cavalcante se apresenta no Teatro A Pedra do Reino, a partir das 20h, em um show de improvisos e personagens marcantes

Lotando plateias, despertando a nostalgia e arrancando risadas por todo o país, o consagrado humorista Tom Cavalcante chega à João Pessoa no dia 1 de agosto com o grande espetáculo “Todos os Tons”, em uma realização local da Coisa Boa Produções com o apoio da Rádio Tabajara e da Rede Nord de hotéis. O evento acontece a partir das 20h, no Teatro A Pedra do Reino.

A apresentação será marcada pelo talento característico de improvisação de Tom, com imitações de grandes nomes da música brasileira, à exemplo de Roberto Carlos e Maria Betânia, além de seus personagens originais, como a empregada doméstica “Jarilene”, e piadas em torno das atualidades do país, em um show interativo com a plateia.

Ingressos – O público pode adquirir os ingressos na bilheteria virtual e nas lojas Mioche, no Manaíra Shopping, Mangabeira Shopping e na Av. Gov. Flávio Ribeiro Coutinho, 805. A partir de agora, os ingressos também podem ser encontrados na Aleffe Ótica, localizada no Centro de Passagem e também no Shopping Terceirão, no Centro da cidade. Os ingressos na Plateia A custam R$100 (inteira), R$50 (meia) e R$80 (social). Na Plateia B, R$40 (meia), R$80 (inteira) e R$60 (social). Para a compra dos ingressos sociais, é necessário doar 1KG de alimento não perecível, que será distribuído à instituições sociais de João Pessoa.

Serviço:

“Todos os Tons”, com Tom Cavalcante

Data: 1º de agosto de 2019

Local: Teatro A Pedra do Reino – Rod. PB-008, Km 5, s/n – Pólo Turístico Cabo Branco – João Pessoa (PB)

Horário: 20h30

Pontos de vendas: bilheteriavirtual.com.br, Aleffe Ótica  e lojas Mioche, no Manaíra Shopping, Mangabeira Shopping e na Av. Gov. Flávio Ribeiro Coutinho.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Brasil enfrenta França nas oitavas de final do Mundial Feminino

O Brasil já sabe quem será o seu adversário nas oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Será a anfitriã França. O jogo ocorre no próximo domingo (23) às 16h (horário de Brasília) no estádio Océane, em Le Havre.

O confronto foi definido nesta quinta (20) após as partidas da 3ª rodada do grupo F da competição, que fecharam a primeira fase do Mudial.

A França chega a este jogo como primeira colocada do grupo A, com 3 vitórias em 3 partidas, enquanto o Brasil chega como o terceiro colocado do grupo C, com 2 vitórias e 1 derrota na fase inicial.

O retrospecto é totalmente favorável às francesas. Em 8 jogos, entre amistosos e partidas de Copa do Mundo, ocorreram 5 empates e 3 vitórias da França.

 

Fábio Lisboa – TV Brasil

porpjbarreto

Brasil goleia Honduras por 7 a 0 no Beira-Rio. Veja!

Faltando cinco dias para a estreia na Copa América, Seleção Brasileira aplica goleada histórica na equipe hondurenha, em Porto Alegre

Neste domingo (9), a Seleção Brasileira disputou o último amistoso antes da Copa América e mostrou que está preparada para a estreia na competição continental. No Beira-Rio, o time comandado por Tite goleou Honduras por 7 a 0, com gols de Gabriel Jesus (duas vezes), Thiago Silva, Philippe Coutinho, David Neres, Roberto Firmino e Richarlison.

Após este último teste, o Brasil estreia na Copa América na próxima sexta-feira (14), contra a Bolívia, às 21h30, no Morumbi. Pelo Grupo A da competição, a Canarinho ainda enfrenta Venezuela e Peru.

O jogo

A Seleção Brasileira já começou a partida atacando. Logo no primeiro minuto, Gabriel Jesus recebeu passe de Arthur, driblou o goleiro e finalizou com uma bomba, que explodiu na defesa. Não demorou para a rede balançar. Aos cinco minutos, após ótima tabela entre Richarlison e Daniel Alves, o lateral cruzou para Gabriel Jesus cabecear e abrir o placar. A jogada ainda foi analisada pelo VAR e confirmada logo depois. Aos 12, Philippe Coutinho cobrou escanteio, e Thiago Silva subiu para desviar de cabeça e fazer 2 a 0. Com mais posse de bola e criando boas chances, o Brasil marcou o terceiro aos 36, com Coutinho, de pênalti. O camisa 11, inclusive, teve atuação destacada na primeira etapa, com bom toque de bola, boa marcação e ainda acertando a trave duas vezes.

Com a boa vantagem construída no primeiro tempo, o técnico Tite promoveu as entradas de Éder Militão, Fernandinho e Roberto Firmino na volta do intervalo. E as mudanças surtiram efeito já no primeiro minuto, quando Fernandinho lançou para Richarlison, que ajeitou de cabeça para Gabriel Jesus marcar o quarto gol brasileiro. Depois, aos dez, David Neres recebeu assistência de Filipe Luís, ganhou na corrida e finalizou com categoria para marcar seu primeiro gol com a camisa do Brasil, o quinto do time no amistoso. Dominando completamente as ações da partida, a Canarinho ainda marcou mais. Aos 19, Firmino ficou na cara do gol e tocou na saída do goleiro López para fazer 6 a 0. Pouco depois, aos 24, Everton avançou pela esquerda e cruzou para Richarlison empurrar para o fundo das redes e aumentar a goleada.

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos (Éder Militão), Thiago Silva (Miranda) e Filipe Luís; Casemiro (Fernandinho), Arthur (Alan) e Philippe Coutinho (Everton); Richarlison, David Neres e Gabriel Jesus (Roberto Firmino).

 

Assessoria de Imprensa – CBF

porpjbarreto

Com show de Cristiane, o Brasil derrota a Jamaica por 3 a 0

Cristiane foi o grande nome da seleção brasileira na partida de estreia contra a Jamaica, na Copa do Mundo, realizada no Estádio dos Alpes, em Grenoble, na França. A camisa 11 marcou três gols, além de jogadas de velocidade que confundiram as defensoras jamaicanas.

O treinador Vadão, durante entrevista no gramado após o jogo, disse que ficou satisfeito com o desempenho da equipe, reconheceu alguns erros e lamentou alguns gols perdidos. Ele não confirmou a presença de Marta para a próxima partida da seleção contra a Austrália, na quinta-feira (13), às 13h, em Montpellier.

Copa do Mundo Feminina 2019: Segundo gol de Cristiane do Brasil contra a Jamaica
Copa do Mundo Feminina 2019: Segundo gol de Cristiane do Brasil contra a Jamaica – Reuters/Emmanuel Foudrot/Direitos reservados

O jogo

O jogo começou com a seleção brasileira pressionando a defesa da Jamaica, em ações de Tamires, Debinha e Cristiane. Aos seis minutos, em uma jogada pela esquerda, Cristiane cruzou para o gol e surpreendendo a goleira Schneider, com a passando perigosamente pela frente do gol. Logo depois, as jamaicanas vão para o ataque, após um lançamento longo para a atacante Matthews. A goleira Bárbara se antecipa e afasta o perigo.

Aos sete minutos, Debinha recebe um lançamento nas costas da zaga, avança livre e tenta driblar a goleira Schneider, que desvia a bola com a mão.

Com o time recuado, esperando que o Brasil oferecesse o contra-ataque, as jamaicanas, posicionadas na defesa, lutavam por uma bola, mas a pressão das brasileiras impedia os lançamentos para Matthews.

Foi na pressão que Andressa, aos 15 minutos, cruza pela esquerda do ataque brasileiro e encontra Cristiane livre na área, que só teve o trabalho de cabecear no canto esquerdo de Schneider, que nada pôde fazer: Brasil 1 a 0.

Após o gol, o time brasileiro passou a jogar com mais tranquilidade, mas sempre mantendo a marcação alta, em cima da zaga da Jamaica que, a todo momento, se confundia, errando os passes e devolvendo a bola de graça para as brasileiras.

A grande jogada da Jamaica só aconteceu aos 27 minutos do primeiro tempo. Um lançamento para o lado esquerda defensivo do Brasil encontrou Bond-Flasza, que colocou a bola na frente, venceu na corrida a lateral Tamires e, da entrada da área, bateu forte no canto esquerdo alto da goleira Bárbara, que fez uma grande defesa.

Aos 36 minutos, em uma jogada pela direita, Andressa recebe na entrada da área, espera a passagem de Letícia e passa a bola. A lateral recebe, tenta o cruzamento, a bola toca no braço de Swaby. O pênalti é marcado, mas Andressa desperdiça chutando fraco no lado direito de Schneider, que defendeu sem dificuldade.

O pênalti perdido diminuiu um pouco o ânimo das brasileiras, que recuaram um pouco e passaram a tocar a bola mais no meio de campo à espera de uma brecha na defesa da Jamaica, a fim de enfiar uma bola para Cristiane ou Debinha. O jogo permaneceu assim até que a árbitra apitasse o fim do jogo na primeira fase.

Segundo tempo

O Brasil voltou para o segundo tempo sem nenhuma alteração na equipe. O treinador Vadão manteve o mesmo esquema tático do primeiro tempo, com as jogadoras pressionando a defesa jamaicana. E foi em uma jogada de pressão, aos quatro minutos, que a defensora da Jamaica deu um chute para a frente, a bola sobrou para Formiga. A volante brasileira escorou para Debinha, que cedeu para Andressa. Ela cruza para a pequena, onde Cristiane escora para o gol. A jamaicana Plummer tenta salvar, mas a bola cruza a linha de gol: 2 a 0 para o Brasil.

Copa do Mundo Feminina 2019: Segundo gol de Cristiane do Brasil contra a Jamaica

Copa do Mundo Feminina 2019: Segundo gol de Cristiane do Brasil contra a Jamaica – Reuters/Emmanuel Foudrot/Direitos reservados.

O segundo gol brasileiro, o segundo de Cristiane no jogo, deu mais tranquilidade para as brasileiras, que passaram a buscar jogadas de contra-ataque pelos lados do campo, com lançamentos longos em profundidade. Em uma dessas jogadas, Cristiane recebeu na entrada da área e, quando tentou o passar pela zagueira da Jamaica, foi derrubada. Na cobrança da falta, aos 17 minutos, a camisa 11 do Brasil fez o seu terceiro gol no jogo.

Logo após o gol, o treinador Vadão substituiu Cristiane, colocando em campo Ludmila. Em seguida, ele tirou também a atacante Bia Zaneratto e colocou Geise. Na Jamaica, o treinador Hue Menzie trocou Mathews por Brown. Pouco tempo depois, ele subsitui Carter por Cameron.

Aos 30 minutos, Vadão fez outra mudança no time brasileiro. Ele trocou Kathellen por Daiane. As substituições mudaram o ritmo do jogo, com as brasileiras tocando a bola no meio de campo, esperando por uma falha na defesa da Jamaica. Aos 33 minutos, após uma cobrança de escanteio, a bola sobra para Thaísa, a camisa 5 chuta forte por cima do gol de Schneider.

O Brasil tem mais uma chance de fazer o quarto gol aos 34 minutos: a zaga da Jamaica falha, Geyse rouba a bola de Plummer, cruza na área, Ludmila chega, mas bate para fora.

Depois deste lance, as brasileiras passaram a segurar a bola, fazendo o tempo passar até a árbitra apitar fim da partida aos 49 minutos.

Liderança do grupo

A vitória do Brasil garante a liderança do grupo C. A seleção soma três pontos e três gols de saldo, ficando à frente da Itália, que venceu a Austrália por 2 a 1, fazendo também três pontos, mas saldo de apenas um gol. Austrália e Jamaica ainda não marcaram pontos.

Ficha técnica do jogo

Árbitro: Riem Hussein (Alemanha).
Assistentes: Kylie Cockburn (Escócia), Mihaela Tepusa (Romênia) e Kateryna Monzul (Ucrânia).
Cartões amarelos: Plummer (Jamaica), Formiga e Daiane (Brasil).

Time do Brasil:: Bárbara, Leticia Santos, Kathellen (Daiane), Mônica e Tamires; Thaisa, Formiga e Andressa Alves; Debinha, Bia Zaneratto (Geyse) e Cristiane (Ludmila).
Treinador: Vadão.

Time da Jamaica: Sydney Schneider, Bond-Flasza, Plummer, Allyson Swaby e Blackwood; Matthews (Brown), Solaun e Chantelle Swaby; Sweatman, Carter (Cameron) e Shaw.
Treinador: Hue Menzies.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Caso Neymar engrossa lista de jogadores de futebol acusados de estupro

Conheça outras sete histórias de boleiros denunciados por violência sexual

Em meio a um ano agitado – com lesões, corte, polêmicas e, agora, uma investigação por um suposto caso de estupro –, Neymar Jr. enfrenta um dos momentos mais delicados da carreira.

O camisa 10 da seleção brasileira e do Paris Saint German é acusado de estuprar uma brasileira em um quarto de hotel da capital francesa.

E o jogador de 27 anos não foi o único a se envolver em casos semelhantes.

1 – Robinho

O ex-jogador da seleção brasileira, que atualmente está jogando pelo Sivasspor, da Turquia, foi condenado, em novembro de 2017, a nove anos de prisão por “violência sexual em grupo” contra uma jovem albanesa. O jogador recorreu e segue em liberdade enquanto o caso ainda está em curso. A acusação é de um caso ocorrido numa boate em Milão, em janeiro de 2013, quando o jogador estava no Milan. O crime teria acontecido em conjunto com outros cinco homens.

Essa, no entanto, não foi a primeira acusação do craque. Em 2009, quando defendia Manchester City, Robinho foi acusado de estuprar uma jovem em uma boate. Após investigação policial, foi comprovado que a jovem estava mentindo e ela foi condenada pela justiça.

2 – Cristiano Ronaldo

A norte-americana Kathryn Mayorga acusou o craque da seleção Lusa de tê-la forçado a ter relações sexuais com ele, em um hotel em Las Vegas, em 2009. O atleta negou ter cometido o crime, mas chegou a pagar uma indenização à moça, um acordo para manter o silêncio de Mayorga em troca de US$ 375 mil.

Nesta quarta-feira (5), no entanto, de acordo com a agência de notícias Bloomberg, a acusação feita pela modelo foi retirada do tribunal estadual de Nevada, em Las Vegas, há cerca de um mês. O que não se sabe ainda é se Mayorga e Cristiano fizeram um novo acordo ou não.

3 – Mancini

O ex-jogador fechou a carreira como meia-campista no Atlético Mineiro. Mas antes, se envolveu em um dos casos mais graves envolvendo denúncias feitas por mulheres. Mancini foi acusado e condenado a dois anos e oito meses de prisão sob acusação de ter violentado sexualmente uma modelo brasileira na Itália.

O crime teria acontecido em 2010, quando Mancini jogava pelo Milan, em uma festa na casa do colega e ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Mancini foi acusado de ter praticado relações com a mulher enquanto ela estava desmaiada. Hoje ele está aposentado.

4 – Evaeverson

Mais conhecido como Brandão, o jogador, atual atacante do Levadiakos, da Grécia, chegou a ser detido por suposto estupro em 9 de março de 2011 após a denúncia de uma jovem de 24 anos, que afirmou ter sido violentada pelo jogador em um automóvel quando ele a transportava para casa depois de sair de uma discoteca em Aix-en-Provence.

Mas em 2012, a denúncia foi arquivada na França. De acordo com as declarações da defesa do jogador na época, o juiz de instrução responsável pelo caso decidiu rejeitar as acusações argumentando “inconsistências e contradições” no processo.

5 – Cuca

Técnico do São Paulo, Cuca foi preso na época que jogava pelo Grêmio. O crime: durante uma excursão do Grêmio pela Europa, Cuca e outros três colegas de time foram acusados de estuprar uma adolescente de 14 anos. Todos foram condenados e passaram um mês detidos pela Justiça suíça, mas não foram presos novamente.

6 – Valdiram

O artilheiro da Copa do Brasil de 2006 pelo Vasco foi espancado até a morte, nas ruas de São Paulo, na madrugada do dia 19 de abril deste ano. Valdiram ficou conhecido pelo talento com a bola, mas também pelas encrencas, principalmente, pelo vício nas drogas. Foi preso três vezes, uma delas por tentativa de estupro. Em passagem por Portugal no início dos anos 2000 foi acusado pelo crime por uma jovem.

7 – Jobson

O atacante do Brasiliense, time do empresário e ex-senador Luiz Estevão, foi preso acusado de estuprar quatro garotas menores de idade em 2016, na cidade de Couto Magalhães, no Tocantins. O jogador encerrou a carreira após o caso e ficou detido no mesmo ano até setembro. Depois, passou a usar tornozeleira eletrônica.

 

Repórter Camila Costa – Agência do Rádio

porpjbarreto

Saiba quem é a nova namorada do ex-presidente Lula

Rosângela Silva é socióloga e conhece Lula há mais de dez anos. Ela e o ex-presidente namoram desde antes do petista ser preso, em abril de 2018

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril do ano passado em Curitiba, está apaixonado e pretende se casar. A revelação foi feita pelo ex-ministro da Fazenda Luiz Carlos Bresser-Pereira em um texto publicado em seu perfil no Facebook.

Lula está namorando a socióloga Rosângela Silva, de 40 anos. Ela trabalha no escritório da estatal Itaipu Binacional em Curitiba e visita o ex-presidente frequentemente na superintendência da Polícia Federal. Segundo dirigentes do partido, Janja, como é chamada a namorada de Lula, conhece Lula há mais de dez anos, e se aproximou do petista durante caravana pela região Sul.

O nome da namorada de Lula foi revelado pelo jornalista Guilherme Amado em sua coluna na revista Época. Ele e Janja já namoravam mesmo antes do ex-presidente ser preso no ano passado.

Lula e 'Janja' pretendem se casar assim que o ex-presidente sair da prisão

Lula e ‘Janja’ pretendem se casar assim que o ex-presidente sair da prisão –

Foto: Reprodução/Facebook

Segundo amigos próximos, a família de Lula conhece e aprova o relacionamento do ex-presidente com a socióloga.

Na última quinta-feira (16), após visitar Lula na prisão em companhia do ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim, Bresser afirmou que a “maior demanda (de Lula) é a de ter reconhecida sua inocência”. Segundo ele, o ex-presidente está apaixonado e “seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar”.

Rosângela é a primeira namorada de Lula depois da morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia, em fevereiro de 2017.

 R7