Categoria Internacional

porAutor

Mais da metade da população mundial tem acesso à internet, segundo ONU

Entre os países emergentes, o aumento no número de pessoas conectadas foi de quase 40%

Mais da metade da população mundial tem acesso à internet, segundo ONU.

Seja nos computadores, celulares, tablets ou televisões. Não importa por meio de qual aparelho, mais da metade da população mundial já têm acesso à internet, ou seja, 3,9 bilhões de pessoas estão conectadas. A informação é da Organização das Nações Unidas.

De acordo com a agência da ONU para informação e comunicação, a estimativa é que até o final deste ano, 51,2% da população tenha acesso à internet. A agência informou, ainda, que os países mais ricos do planeta apresentaram crescimento de 30 pontos percentuais no uso da internet, passando de 51% em 2005 para 81% em 2018.

Além disso, o crescimento foi muito mais significativo nos países em desenvolvimento, que inclui o Brasil, onde em 2005 apenas 7,7% da população tinha acesso à internet, e hoje esse número chega a 45%.

A África representa o maior índice de crescimento, subindo de 2% há 13 anos, para 24,5%.

O relatório mostrou também que quase toda população mundial vive em áreas com acesso a redes de telefonia. Destes, cerca de 90% podem utilizar a internet por meio de dados móveis.

 

Reportagem – Sara Rodrigues

Fonte: Agência do Rádio 

porAutor

Atlético-PR faz jogo de ida na final da Sul-Americana nesta quarta (5)

Furacão enfrenta o Júnior Barranquilla, da Colômbia, fora de casa

Se você já estava em abstinência com o final do brasileirção, trago uma boa notícia. Tem final de campeonato na noite desta quarta-feira (5) com time brasileiro entrando em campo.

Pela Sul-Americana, o Atlético Paranaense vai até a Colômbia enfrentar o Júnior Barranquilla. A partida será no estádio Metropolitano Barranquilla. E o jogo promete ser quente. O título do torneio é inédito para as duas equipes. O mais longe que a equipe colombiana havia alcançado era a disputa das quartas de final, já o Furacão parou em uma semi. Além da taça, vencer a Sul-Americana significa garantir uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Atlético-PR faz final nesta quarta (5) contra Júnior Barranquilla, da Colômbia

E a equipe brasileira chega com uma campanha melhor que a do adversário. São oito vitórias e duas derrotas. Para enfrentar o Junior Barranquilla, o técnico Tiago Nunes do Atlético, não tem problemas e tem todo o plantel à disposição para montar a equipe que vai a campo.

Vale lembrar que na final da Sul-Americana não há o fator gol fora de casa como critério de desempate. A bola rola para Júnior Barranquilla e Atlético Paranaense partir da dez e quarenta e cinco da noite, horário de Brasília.

 

Reportagem – Raphael Costa

Fonte: Agência do Rádio

porAutor

Os melhores aplicativos de 2018, segundo o Google

Empresa selecionou as melhores opções para smartphones Android

Google divulgou a sua lista de melhores aplicativos de 2018, que contém diversas categorias, como mais inovadores, melhores jogos, indies, ajudantes diários, divertidos, entre outros. A seleção foi feita por um time de especialistas da empresa, mas, pela primeira vez, houve também categorias com voto popular, tanto para melhor app quanto para melhor jogo.

O vencedor de 2018, segundo o Google, foi o aplicativo “Drops: Aprenda 31 Idiomas”. Já o melhor jogo foi PUBG (PlayerUnknown’s Battlegrounds). Tendência do ano, Fortnite não aparece na seleção do Google porque ela contempla as opções disponíveis para download na loja oficial do Android. A Epic, empresa por trás do game, escolheu oferecer o arquivo de instalação do jogo em seu próprio site, uma forma de ficar com uma parcela maior dos lucros em transações, em vez de ter que compartilhar valores com o Google.

No voto popular, os campeões foram o aplicativo “Onefootball – Notícias de Futebol” e o jogo Garena Free Fire. De acordo com o Google, essa premiação contou com 2,7 milhões de votos. A oportunidade de participar da seleção foi dada aos usuários de smartphones com sistema Android na página inicial da Google Play Store.

Veja a lista completa de melhores apps de 2018, elaborada pelo Google.

O melhor app

Drops: aprenda 31 idiomas

Os mais divertidos

VIMAGE – animador cinematográfico

No.Draw – Cor por Páginas de Número Tik Tok

Drum Pads – Beat Maker Go

Anchor – Faça seu próprio podcast

Os melhores para auto-aperfeiçoamento

Drops: aprenda 31 idioma

GuiaBolso Controle Financeiro

Exercícios em Casa – Sem Equipamentos

Ultimate Guitar: Chords & Tabs

Forest: Stay focused

Os melhores ajudantes diários

Asana: organize projetos de equipe

Canva – Faça logos, imagens e posts

Facetune – Editor de Selfies Perfeitas

Receitas fáceis

Rappi

Os melhores tesouros escondidos

Unfold – Create Stories

Just a Line – Draw Anywhere, with AR

Luci – Lucid Dream Journal

Filmr

Youclap

Prêmio Voto Popular

Onefootball – Notícias de Futebol

Agora, veja a lista de melhores games de 2018:

O melhor jogo

PUBG MOBILE

Os mais competitivos

PUBG MOBILE

Warhammer Age of Sigmar: Realm War

Arena of Valor: 5v5 Battle

Shadow Fight 3

Lineage2 Revolution

Os mais inovadores

Gorogoa

Umiro

Hero Hunters

Battlelands Royale

Life is Strange

Os melhores indie

Alto’s Odyssey

Reigns: Game of Thrones

Cube Escape: Paradox

Returner 77

Evoland 2

Os melhores casuais

The Sims™ Mobile

Adventure Llama

Dream Walker

Candy Crush Friends Saga

Faraway 3: Arctic Escape

Prêmio Voto Popular

Garena Free Fire

 

Tecnologia

Por Lucas Agrela

porAutor

Ricardo profere palestra sobre desigualdade social no Brasil e ressalta ações de combate à pobreza na PB

O governador Ricardo Coutinho, acompanhado do governador eleito João Azevêdo, proferiu palestra de abertura da Jornada Internacional Desigualdad Social y Políticas Públicas en Brasil e España, realizada no Centro de Estudos da Universidade de Salamanca, na última quarta-feira (28). Com o tema Las políticas de ciudadania en Brasil, o governador paraibano fez uma leitura dos índices nacionais tendo como base o relatório da organização não governamental Oxfam Brasil, divulgado no início desta semana, destacando como a partir de 2016 houve uma regressão no processo de combate à pobreza no Brasil. E aproveitou para comentar algumas das ações realizadas pelo Governo do Estado para combater a pobreza.

Entre os pontos que comentou do relatório da Oxfam Brasil, Ricardo Coutinho palestra usal1destacou que hoje o Brasil é 9º país mais desigual do mundo, com a estagnação da redução da desigualdade da renda após 15 anos. E comentou que entre 2016 e 2017 o número de pobres cresceu 11% no Brasil, com cerca de 15 milhões de pessoas em situação de pobreza. “A crueldade é muito evidente. Em um ano crescer os mais ricos e cair os mais pobres!”, observou o governador paraibano, ressaltando, principalmente, a queda da renda média das mulheres e dos negros, bem como a regressão do volume de gastos ao mesmo patamar de 2001. E afirmou: “O crescimento do acúmulo de riquezas se confronta com a democracia”.

fachada do Centro de Estudos da UsalAinda na palestra, o governador Ricardo Coutinho condenou a PEC dos Gastos e criticou o processo de finalização e restrições a programas como o Bolsa Família, que, segundo ele, ajudaram não somente aos pobres, mas fizeram girar a economia no Brasil. “O Bolsa Família permitiu o consumo das famílias mais pobres fortalecendo a economia”, pontuou.

Ricardo aproveitou para discorrer sobre a quebra do modelo político e administrativo na Paraíba e comentar sobre algumas ações e projetos realizados pelo Governo do Estado para combater a pobreza e promover a inclusão dessas pessoas. “A Paraíba avançou mais que o Brasil nestes tempos de crise, especialmente”, reforçou o governador, citando alguns projetos na área da Educação, como o Gira Mundo, o Empreender Paraíba, a agricultura familiar, Rede de Cardiologia Pediátrica, Orçamento Democrático.

 

Secom – PB

porAutor

Final da Libertadores será dia 8 ou 9 de dezembro, local segue indefinido

Pela Sul-Americana, Flu precisa reverter resultado contra Furacão no Maraca para chegar à final

E o jogo de volta da Libertadores ainda não tem um futuro certo. Após uma série de reuniões na Conmebol, um comunicado da federação anunciou que a segunda partida entre River Plate e Boca Juniors pode ocorrer no dia 8 ou no dia 9 de dezembro. Uma coisa é certa, a final não ocorrerá na Argentina.

Entre as opções apresentadas para sediar o jogo estão as cidades de Miami, nos Estados Unidos, Doha, no Catar, ou então em Assunção, capital do Paraguai e cidade onde está a sede da Conmebol.

Reuniões na Conmebol definiram que jogo pode ocorrer no dia 8 ou 9 de dezembroA partida foi adiada após atos de vandalismo contra o ônibus que levava jogadores do Boca Juniors à partida. Torcedores do River atiraram pedras no ônibus. Vidros foram quebrados e jogadores se machucaram na confusão. O capitão do Boca, Pablo Pérez teve uma lesão no olho causada pelos estilhaços do vidro. Outros jogadores foram atingidos por gás de pimenta e relataram náuseas e mal estar.

Segundo informações do Jornal argentino Olé, horas antes da partida ocorrer o líder da torcida organizada do River Plate, Héctor Caverna Godoy foi preso com quase 300 ingressos e uma grande quantia de dinheiro de origem desconhecida. O jornal levanta a suspeita de que os ataques seriam uma retaliação à prisão de Héctor. O jornal levanta a suspeita de que o ataque ao ônibus e as invasões que ocorreram têm ligação com a prisão de Héctor.

Se pela Liberta o clima é de tensão e indefinição, na Sul-Americana a bola rola normalmente. O Fluminense encara o Atlético Paranaense no Maracanã e terá a dura tarefa de reverter os dois a zero sofridos na primeira partida. O Furacão pode perder por até um gol de diferença que, ainda assim, segue para a final. A bola rola a partir das nove e quarenta e cinco da noite, horário de Brasília.

Reportagem – Raphael Costa

Fonte: Agência do Rádio

porAutor

Traficante brasileiro é expulso do Paraguai após matar mulher em cela

Condenado a 26 anos de prisão pela Justiça brasileira, Marcelo Piloto esfaqueou uma jovem que foi visitá-lo na cela onde estava preso, em Assunção

Tanque la entrada a la sede del Grupo Especializado de la Policía Nacional – Asunción mientras que Marcelo Pinheiro también conocido como ‘Piloto’, llegó para una audiencia. Por EL COMERCIO  Foto: AFP

O narcotraficante brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, que estava preso em Assunção, no Paraguai, foi expulso do país nesta segunda-feira (19). No sábado, ele esfaqueou 17 vezes na cela em que estava uma jovem, de 18 anos, que foi visitá-lo. Autoridades paraguaias acreditam que ele cometeu o crime na tentativa de evitar a extradição para o Brasil.

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, deu a notícia da expulsão do traficante pelo Twitter. “Decidi expulsar Marcelo Pinheiro, vulgo “Pilot” do Paraguai. O nosso país não é uma terra de impunidade para ninguém”, escreveu o líder.

No domingo (18), o presidente anunciou ainda a troca do comando da Polícia Nacional após o narcotraficante ter matado a mulher dentro da prisão. A decisão foi anunciada depois de uma reunião do Conselho de Segurança convocada por Benítez.

A Justiça do Rio condenou Piloto a uma pena de 26 anos de prisão. No Paraguai, ele está preso desde 2017 por homicídio e falsificação de documentos. Chegou a ser aberto ainda um processo para sua extradição, atendendo a pedido da justiça brasileira.

Crime

Conforme a imprensa paraguaia, o brasileiro usou uma faca de sobremesa para golpear seguidamente a jovem Lidia Meza Burgos, de 18 anos, que fora visitá-lo no sábado. A vítima é da cidade de General Resquín, no departamento de San Pedro. O assassinato da mulher foi confirmado pelo chefe do grupamento, Germán Real Medina.

Após ouvir gritos, os agentes foram ao local e encontraram a mulher ensanguentada. A vítima chegou a ser levada para um hospital em Assunção, mas não resistiu. O corpo passou por perícia e foi levado ao necrotério oficial.

De acordo com a imprensa paraguaia, o assassinato seria uma “estratégia macabra e desesperada” do narcotraficante para barrar sua extradição para o Brasil, já que todas os recursos judiciais foram esgotados sem sucesso.

Na sexta-feira, 16, a Justiça havia negado pedido da noiva de Piloto, Marisa de Souza Penna, também reclusa em estabelecimento penal, que pretendia casar-se com ele na prisão. O casamento com uma paraguaia poderia dificultar a extradição.

Antes, Piloto havia dado uma entrevista denunciando o pagamento de propinas a autoridades policiais paraguaias em troca de proteção. A advogada dele, a argentina Laura Marcela Casuso, que organizou a coletiva, foi assassinada a tiros no dia 12 de novembro em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil.

As autoridades paraguaias também divulgaram neste mês um vídeo em que uma facção criminosa a qual Piloto é ligado ameaça matar a procuradora-geral do Paraguai, Sandra Quiñonez, em represália à ação dela pela extradição. Se confirmada a autoria do assassinato, ele terá de responder ao inquérito, dificultando a extradição.

 

Fonte: Estadão Conteúdo e Agência Brasil

porAutor

Equipe do programa Gira Mundo é recebida pela cônsul brasileira na Espanha

A equipe do Programa Gira Mundo, do Governo do Estado da Paraíba, foi recepcionada em Málaga pela cônsul do Brasil na Espanha, Paloma Almeida Boatella. Os 50 estudantes brasileiros da Rede Estadual de Educação que embarcaram para o país no último dia 9 estão divididos em cidades nas províncias de Málaga e Cádiz.

Na reunião com a cônsul, a equipe apresentou o programa consolidando a parceria com o país, assim como oportunizando aos intercambistas apresentarem a cultura brasileira nas atividades realizadas pelo consulado. A cônsul elogiou o investimento do governo da Paraíba no programa Gira Mundo e falou que o intercâmbio cultural e dos estudos é importante na vida dos estudantes. Paloma Almeida se propôs a contribuir com o programa, proporcionando aos discentes brasileiros a participação em eventos que proporcionem a relação da cultura brasileira com as famílias espanholas.

O coordenador do programa, Tulhio Serrano, e a equipe Gira Mundo estão realizando visitas às casas das famílias que estão abrigando os estudantes brasileiros e escolas da região nas quais irão estudar. O objetivo é verificar in loco as instalações, o funcionamento e a parte pedagógica onde os estudantes vão cursar o período de intercâmbio. Uma das visitas essa semana foi no Instituto de Educação Secundária de Almenara em Málaga, escola pública da Espanha.

O programa Gira Mundo visa proporcionar aos alunos matriculados na segunda série do Ensino Médio o desenvolvimento linguístico e a interação com novas culturas e métodos de ensino. Ao regressarem, os alunos serão multiplicadores do Programa Gira Mundo em suas regiões e desenvolverão ações voltadas ao aprimoramento da educação no estado da Paraíba. O projeto objetiva motivar alunos e professores da rede pública estadual na busca de melhor formação e desempenho na escola.

Os estudantes classificados e aprovados para o intercâmbio recebem uma bolsa instalação e bolsa manutenção. A primeira foi entregue antes do embarque, para cobrir despesas iniciais, e as demais, no decorrer do programa. Eles também recebem seguro de saúde durante o período em que estiverem residindo no país de destino.

 

Secom – PB

porAutor

Ministério da Saúde vai lançar edital para repor saída de médicos cubanos ainda em novembro

A decisão, segundo o governo cubano, se deve por conta de “declarações ameaçadoras e depreciativas” de Jair Bolsonaro; presidente eleito afirma que Cuba não quis aceitar condições para continuar no programa

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (16) que a seleção de médicos brasileiros para o programa Mais Médicos ocorrerá ainda este mês. O edital deve ser divulgado já na próxima semana para substituir os profissionais cubanos. Isso porque o Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou a decisão de deixar o programa Mais Médicos.

A decisão, segundo o governo cubano, se deve por conta de “declarações ameaçadoras e depreciativas” de Jair Bolsonaro. O presidente eleito afirma que Cuba não quis aceitar condições para continuar no programa.

O militar disse, após café da manhã também nesta sexta com o comandante da Marinha, que é “injusto” e “desumano” destinar aos mais pobres o atendimento médico por parte de profissionais cubanos “sem qualquer garantia” de qualidade.

Para o presidente eleito, não há comprovação para o governo brasileiro de que os profissionais de saúde enviados por Cuba sejam competentes. Com isso, ele voltou a defender que os médicos selecionados deveriam passar por uma prova para revalidar o diploma e atuar no Brasil.

Bolsonaro afirmou que a forma como a contratação dos médicos cubanos foi feita é “situação de prática de escravidão” porque, de acordo com ele, o governo cubano impede que a família dos médicos o acompanhe durante o período em que estão no Brasil.

 

Com a colaboração de Juliana Gonçalves, reportagem Thiago Marcolini

Fonte: Agência do Rádio

porAutor

Com desfalques, Brasil faz amistoso com o Uruguai em Londres

Tite convocou Renato Augusto, Alex Sandro e Rafinha para repor baixas de Casemiro, Marcelo e Coutinho

Sexta-feira pós-feriado e dia de rever a seleção brasileira. Essa será a penúltima apresentação do time comandado pelo técnico Tite em 2018. E a promessa é de jogão, isso porque o Brasil terá o Uruguai pela frente, em amistoso que será disputado em Londres.Tite convocou Renato Augusto, Alex Sandro e Rafinha para repor baixas de Casemiro, Marcelo e CoutinhoPara montar a equipe, o técnico brasileiro terá o desfalque de Philippe Coutinho, que não poderá atuar pela primeira vez desde que Tite assumiu a seleção. O meia do Barcelona foi cortado por conta de uma lesão e Renato Augusto foi chamado para seu lugar. O mesmo ocorreu com Casemiro e Marcelo, ambos jogadores do Real Madrid. Alex Sandro, da Juventus, e Rafinha, do Barcelona, foram chamados para repor as ausências.

De resto, tudo normal para Tite esquematizar a equipe. Essa é mais uma oportunidade para fazer testes antes da Copa América, que começa em junho do ano que vem e será disputada aqui no Brasil.

A provável escalação do Brasil para enfrentar o Uruguai deve ser: Alisson no gol, Danilo, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís na zaga; Walace, Arthur e Renato Augusto no meio-campo, com Douglas Costa, Neymar e Firmino formando o trio de ataque. A bola rola a partir das seis da tarde, horário de Brasília.

Com colaboração de Raphael Costa – Reportagem Tácido Rodrigues

Fonte: Agência do Rádio

porAutor

Prefeitos: saída de médicos cubanos pode causar ‘irreparáveis prejuízos’

Na última quarta-feira (14), a FNP (Frente Nacional de Prefeitos) declarando que a saída de médicos cubanos do programa Mais Médicos pode trazer “irreparáveis prejuízos à saúde da população”.

A carta foi endereçada ao governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Os chefes municipais enfatizaram que as perdas maiores serão para os mais pobres. Eles pedem que o futuro ocupante do Palácio do Planalto reveja posição e mantenha, em caráter emergencial, as atuais condições.

Na 4ª feira, o Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou que o país não participará mais da iniciativa. De acordo com o órgão, a decisão foi uma resposta às declarações “ameaçadoras e depreciativas” feitas por Bolsonaro. Segundo a FNP, os cerca de 8.500 médicos cubanos representam mais da metade dos profissionais do programa, que atende a 29 milhões de brasileiros. A nota ainda informa que mais de 80% dos municípios só possuem médicos por causa da iniciativa.

A ABM (Associação Brasileira dos Municípios) também se manifestou sobre o caso. Por meio de uma carta aberta enviada a Bolsonaro, pediu que ele tome “ações imediatas” que possam reverter a decisão do governo de Cuba. O pedido foi feito em nome dos prefeitos do Brasil.

Para a ABM, o programa Mais Médicos proporcionou atendimento básico pela 1ª vez à população, uma vez que os municípios não conseguiam contratar profissionais para pequenas cidades, regiões de periferias e distritos indígenas. O Mais Médicos foi lançado em 2013, no governo de Dilma Rousseff (PT), com o objetivo de reduzir o deficit de profissionais de saúde, especialmente no interior do país e nas unidades do SUS (Sistema Único de Saúde).

O Ministério da Saúde brasileiro já informou que lançará nos próximos dias 1 edital para convocar médicos que queiram ocupar as vagas que serão deixadas pelos profissionais cubanos. Leia a íntegra da nota dos prefeitos: “Nota sobre o programa Mais Médicos e a saída dos profissionais cubanos do país.

Com a decisão do Ministério da Saúde de Cuba, anunciada na quarta-feira, 14, de rescindir a parceria, mais de 29 milhões de brasileiros serão desassistidos. Os cubanos representam, atualmente, mais da metade dos médicos do programa. Por isso, a rescisão repentina desses contratos aponta para um cenário desastroso em, pelo menos, 3.243 municípios.

Dos 5.570 municípios do país, 3.228 (79,5%) só têm médico pelo programa e 90% dos atendimentos da população indígena é feito por profissionais de Cuba. Além disso, o Mais Médicos é amplamente aprovado pelos usuários, 85% afirma que a assistência em saúde melhorou com o programa. Nos municípios, também é possível verificar maior permanência desses profissionais nas equipes de saúde da família e sua fixação na localidade onde estão inseridos.

Cabe destacar que o programa é uma conquista dos municípios brasileiros em resposta à campanha “Cadê o Médico?”, liderada pela FNP, em 2013. Na ocasião, prefeitas e prefeitos evidenciaram a dificuldade de contratar e fixar profissionais no interior do país e na periferia das grandes cidades.

Com a missão de trabalhar na atenção primária e na prevenção de doenças, a interrupção abrupta da cooperação com o governo de Cuba impactará negativamente no sistema de saúde, aumentando as demandas por atendimentos nas redes de média e alta complexidade, além de agravar as desigualdades regionais.

 

Frente Nacional de Prefeitos (FNP)

Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems)”