Autor pjbarreto

porpjbarreto

MPPB e Famup realizam reuniões nos municípios que se comprometeram a fechar lixões

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) e a Associação de Municípios da Paraíba (Famup) estão realizando uma série de reuniões nos municípios da Paraíba, que estão planejando e implementando ações para o fechamento dos lixões, depois da assinatura do acordo de não-persecução penal com a Procuradoria-Geral de Justiça. Na última terça-feira (22), foram realizados encontros com gestores das cidades de Picuí, Nova Floresta, Barra de Santa Rosa e Damião. Nesta quarta-feira, será a vez de representantes de Borborema, Serraria, Pilõezinhos, Belém, Caiçara e Logradouro conhecerem mais sobre alternativas para implementação da coleta seletiva.

De acordo com o coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, Raniere Dantas, as reuniões vêm acontecendo desde de novembro do ano passado, nos municípios que solicitam o apoio do MPPB. Os primeiros foram Mataraca e Marcação. Esta semana, ainda haverá encontros em Mari (reunindo equipes do município e de Mari, Sapé, Sobrado e Gurinhém) e em Juripiranga (com gestores da cidade e de Itabaiana). Outros municípios também já solicitaram a conversa, a exemplo de Mamanguape, Pitimbu e Pedras de Fogo.

As reuniões estão sendo conduzidas pelos promotores Raniere Dantas e José Farias e pelos representantes da Famup, Pedro Dantas e Tiago Barbosa. Estão participando secretários municipais, prefeitos, catadores e o pessoal ligado à limpeza urbana. Eles recebem explicações sobre o projeto de erradicação dos liões do MPPB e conversam sobre alternativas viabilizadas em outras cidades que conseguiram superar o problema.

Raniere Dantas adiantou que, em um segundo momento, serão realizadas audiências públicas, durante as quais serão apresentadas a professores e agentes comunitários (possíveis multiplicadores de informações) ideias para a viabilização dos lixões e o tratamento correto do lixo. “O objetivo dessa parceria do MPPB e da Famup é apoiar os prefeitos na implementação ou aprimoramento do projeto de coleta seletiva em seus muncípios”, disse Raniere.

O acordo

Com a assinatura do acordo de não-persecução penal, o Ministério Público se compromet em não oferecer qualquer ação penal contra os prefeitos. Em contrapartida, os gestores prometem adotar a solução técnica mais viável à realidade de suas cidades para acabar, no prazo de 365 dias, com os lixões a céu aberto existentes em suas cidades, dando aos resíduos sólidos produzidos o destino adequado, conforme preconiza a lei que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Até agora, 65 municípios que mantinham lixões já assinaram o compromisso, juntamente com o termo de ajustamento de conduta para recuperação da área degradada.


CALENDÁRIO DAS REUNIÕES

22/01 – 08h – Picuí (municípios de Picuí e Nova Floresta)

22/01 – 14h – Barra de Santa Rosa (Barra de Santa Rosa e Damião)

23/01 – 08h – Borborema (Borborema, Serraria e Pilõezinhos)

23/01 – 14h – Belém (Belém, Caiçara e Logradouro)

24/01 – 08h – Mari (Mari, Sapé, Sobrado e Gurinhém)

25/01 – 08h Juripiranga (Juripiranga e Itabaiana).

Assessoria de Imprensa – MPPB

porpjbarreto

Vídeo: Prefeito de Sousa se envolve em mais uma confusão

Após a repercussão negativa das agressões contra a advogada Myriam Gadelha, o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), agora no campo administrativo, “partiu pra cima” dos servidores efetivos da Secretaria de Saúde.

Em entrevista coletiva realizada na semana passada, aparentemente em tom de voz alterado e ameaçador, o gestor, disse que haverá reação para os funcionários que pretendem fazer paralisação. “Anunciar paralisação antes de conversar, do jeito que tem ação tem reação, eu não tenho medo de nada, se quiserem brigar, vamos brigar, agora vou usar o que a lei me permite”.

Fábio Tyrone ainda mandou outro recado para os servidores: “se houve alguém insatisfeito, saia, ou será tirado”.

Desde a semana passada que odontólogos, profissionais da enfermagem e outros profissionais da Saúde demonstram insatisfação com a pressões internas na jornada de trabalho e com a defasagem salarial de 15%, somente em 2018.

O tratamento diferenciado em relação aos médicos também é outro ponto em discussão. Em recente reunião com a secretária Amanda Silveira, as categorias apontaram que trabalham 40 horas, mas os médicos só cumprem 20 horas semanais.

Sindicato da Saúde 
Ao portal Diário do Sertão, o presidente do Sindicato dos Profissionais e Auxiliares de Serviços em Saúde de Sousa (SINDIPROASS), Rafael Marques, falou que vai buscar se reunir com o prefeito para buscar resolver o problema da melhor forma.

“Disse que em tom de ameaça (eu não sei, eu não escutei, eu não assisti) ele disse que quisesse ir pra briga, ia pra briga, mas nosso intuito é resolver da forma mais pacífica possível”, falou Rafael.

O sindicalista afirmou ainda que está apostando na promessa do prefeito de que 2019 será o ano dos funcionários efetivos. “Estou esperando me reunir com o prefeito novamente para ver qual é a proposta. Vamos chegar com a nossa proposta também para a gente resolver essas coisas de uma forma mais pacífica”, finalizou.

 

Blog do Levi

porpjbarreto

João Azevêdo discute parcerias com dirigentes da Caixa Econômica na Paraíba

O governador João Azevêdo recebeu, nesta quarta-feira (23), na Granja Santana, a visita de cortesia da gerente regional interina da Caixa Econômica Federal da Paraíba, Maria Aline Paiva; da representante da Caixa para o Governo do Estado, Ana Trócolli; e do gerente executivo de Governo, Jovânio Gomes. Durante a conversa, eles discutiram as parcerias firmadas entre a gestão estadual e a instituição financeira que devem chegar a R$ 1,8 bilhão em investimentos este ano.

João Azevêdo agradeceu a visita e destacou a importância da parceria entre o Governo e a Caixa Econômica Federal que, além de movimentar a economia do Estado, garante a realização de obras pleiteadas pela população. “Sou grato pelo gesto de cordialidade e o Governo da Paraíba está aberto a construir parcerias que viabilizem mais investimentos, mais obras e mais qualidade de vida para os paraibanos; esse será sempre o nosso compromisso”, ressaltou.

A gerente regional da Caixa, Maria Aline Paiva, se colocou à disposição do chefe do Executivo estadual para colaborar com novas ações que devem ser executadas no Estado nos próximos anos. “Fizemos uma visita de cortesia ao governador para colocar a Caixa à disposição do Governo e reforçar o nosso compromisso com os projetos que estão em andamento e os novos projetos que resultam em obras estruturantes que fazem a diferença na Paraíba”, comentou.

A representante da Caixa para o Governo do Estado, Ana Trócolli, revelou que a instituição deve firmar parcerias no montante de R$ 300 milhões com o governo da Paraíba, em 2019. De acordo com ela, os principais contratos serão destinados para obras de saneamento básico. “Nossa perspectiva para 2019 é bastante esperançosa. São R$ 300 milhões que estamos prospectando e que já estão em fase de análise e estamos otimistas com a captação de recursos para o nosso Estado”, disse.

O gerente executivo de Governo, Jovânio Gomes, destacou a parceria exitosa entre a Caixa e a gestão estadual que proporcionou investimentos nas áreas de saneamento básico e infraestrutura urbana, por exemplo, e que devem ser ampliados. “Nós já temos R$ 1,5 bilhão em contratos ativos com o Estado e tivemos a oportunidade de apresentar ao governador a prospecção de novas operações”, observou.

Foto:  Francisco França

Secom-PB

porpjbarreto

Bolsonaro: Brasil reconhece Guaidó como presidente da Venezuela

Ministério das Relações Exteriores formaliza posição do governo brasileiro, que segue decisões dos EUA, da OEA e do Canadá

O presidente Jair Bolsonaro reconheceu nesta quarta-feira, em Davos, o líder oposicionista Juan Guaidó como presidente da Venezuela, durante conversa na qual VEJA participou. Guaidó, do partido Vontade Popular, preside a Assembleia Nacional do país e, hoje, fez juramento solene diante de uma multidão, em Caracas, durante manifestações em prol da renúncia de Nicolás Maduro.

Depois da declaração de Bolsonaro, o Ministério das Relações Exteriores formalizou a posição antecipada por Bolsonaro. “O Brasil reconhece o senhor Juan Guaidó como Presidente Encarregado da Venezuela”, informa o texto. “O Brasil apoiará política e economicamente o processo de transição para que a democracia e a paz social voltem à Venezuela.”

O Itamaraty assinala que Guaidó assumiu o Poder Executivo “de acordo com a Constituição”  da Venezuela, “tal como avalizado pelo Tribunal Supremo de Justiça (TSJ)”. Na segunda-feira 21, porém, o próprio TSJ, dominado por Maduro, considerou a Assembleia Nacional “inconstitucional” como forma de neutralizar a possível iniciativa de Guaidó.

O líder oposicionista já havia se declarado “presidente interino” da Venezuela no último dia 11, invocando o artigo 333 da Constituição. Nesta quarta-feira, ele lidera manifestações em Caracas e em 23 estados da Venezuela em prol da renúncia de Maduro, considerado pela oposição como um usurpador.

A iniciativa de Bolsonaro veio a público depois do reconhecimento de Guaidó como presidente interino pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e pelo secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro. Em Davos, o presidente do Paraguai, Mário Abdo Benítez, afirmara na terça-feira que seu governo estava pronto para reconhecer Guaidó.

O governo do Canadá seguiu o mesmo caminho, e há expectativa de que os demais membros do Grupo de Lima, que pressiona Caracas pela retomada da democracia, e a União Europeia igualmente reconheçam Guaidó como presidente interino da Venezuela.

Nicolás Maduro, porém, continua no Palácio de Miraflores como presidente do país. Ele assumiu seu terceiro mandato em 10 de janeiro, respaldado pelas eleições fraudulentas de maio, apesar do clamor internacional para que não tomasse posse. Seu governo é considerado “ilegítimo” pelo Grupo de Lima – exceto México – e pelos Estados Unidos. Mas é apoiado pela Rússia, China e Turquia, além dos bolivarianos Cuba, Nicarágua e Bolívia e pela União Africana.

O sucessor de Hugo Chávez, morto em 2013, tem ainda o apoio das Forças Armadas e da Guarda Nacional Bolivariana que, junto com milícias civis armadas, mantém controle sobre o grosso da população. Seu poder se estende à Assembleia Constituinte, 100% composta por seus aliados, e ao TSJ.

 

Por Ana Clara Costa

Veja.com

porpjbarreto

Gervásio anuncia implantação da TV Assembleia em Cajazeiras, Guarabira, Matureia e Catolé do Rocha

O Ministério das Comunicações indicou canais de TV Aberta Digital para implantação da TV Assembleia nas cidades de Cajazeiras, Matureia, Catolé do Rocha e Guarabira. A informação foi dada nesta terça-feira (22), pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia.

De acordo com Gervásio, o projeto de expansão da TV Assembleia prevê a cobertura de mais 80% do Estado.

“A TV Assembleia vai poder ser vista em quase toda a Paraíba. A interiorização do sinal, que teve início pela cidade de Patos, também conta com os canais da TV Senado e TV Câmara. Campina Grande será o próximo município a entrar em operação. Em breve, toda as regiões vão poder assistir as sessões, audiências públicas e ver, ao vivo, a atuação dos parlamentares”, afirmou Gervásio.

Restruturação

Além de interiorizar a TV Assembleia, Gervásio Maia realizou obras que reestruturaram o núcleo de comunicação da Casa de Epitácio Pessoa. “Entregamos as novas instalações e o novo estúdio da TV Assembleia. Realizamos investimentos importantes na parte técnica-operacional. Adquirimos um novo sistema de captação das sessões com câmeras remotas e um sistema de armazenamento, que vai permitir um arquivo de imagens por 50 anos. As futuras gerações vão ter acesso a memória do parlamento e da nossa história por meio século”, destacou Gervásio Maia.

 

Assessoria

porpjbarreto

Novo modelo de veiculação de mídias digitais apresentado a dirigentes da API

O novo modelo de procedimento que será adotado pelo Governo do Estado para veiculação de mídias em veículos digitais foi a 23.01.19 reunião deretoria api fotos alberi pontes 12 270x180 - Novo modelo de veiculação de mídias digitais apresentado a dirigentes da API

presentado pela Secretaria de Estado da Comunicação Institucional à Associação Paraibana de Imprensa (API), nesta quarta-feira (21).

A principal mudança na forma de Veiculação de Mídia Digital é a implementação de um modelo que já usado por todo o mercado, no qual o veículo de mídia digital será aferido pela sua entrega de mídia, impressões e acessos, utilizando-se da métrica CPM impressões de banner em portais e blogs (Custo por Mil Impressões).

“Neste novo modelo de trabalho ou processo, buscamos em Campanhas Governamentais a melhor entrega técnica possível, dando para o Governo um melhor resultado e mais transparência. Isso vai também contribuir muito para o mercado local, com mais organização e profissionalismo no trato entre Governo e o mercado digital”, comentou o secretário de Comunicação Institucional, Luís Tôrres.

Ele destacou ainda que essa iniciativa está em consonância com recomendação do Tribunal de Contas do Estado e garantiu que o processo assegura a completa democratização da relação do Governo com o mercado online.

Tôrres informou que outros entes públicos têm procurado a Secom do Estado para conhecer o modelo e adotar a mesma prática. “Importante essa regulação geral”, completou.

23.01.19 reunião deretoria api fotos alberi pontes 8 270x180 - Novo modelo de veiculação de mídias digitais apresentado a dirigentes da APIParticiparam da reunião realizada no gabinete da Secom-PB os dirigentes da API: João Pinto (presidente), Cristiano Machado, Marcos Wéric, Joanildo Mendes, Edmilson Pereira, José Euflávio. O secretário executivo da Comunicação Institucional, Sebastião Lucena, também esteve presente,

 

além de auxiliares.

O presidente da API, João Pinto, ressaltou a importância da Secom em apresentar o novo modelo ao mercado e garantiu que a API irá contribuir com o aperfeiçoamento das relações institucionais do Governo com os associados detentores de veículos do ambiente da Internet.

A API anunciou que fará um encontro para expor o tema a todo mercado, sem distinções de qualquer natureza. O secretário Luís Torres assegurou que a Secom estará presente.

“Parabenizamos a iniciativa da Secom e acreditamos que o mercado vai evoluir muito com este novo modelo”, disse João Pinto.

 

Fotos:  Alberi Pontes

Secom-PB

porpjbarreto

Prévia da inflação é a menor para o mês de janeiro desde 1995

O dado foi divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE

O IBGE divulgou nesta quarta-feira (23) o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15, o IPCA-15. A taxa é uma prévia da inflação oficial do país e ficou em 0,30% em janeiro.

Esta foi a taxa mais baixa para o mês de janeiro desde 1994, ano da implantação do Plano Real. O acumulado dos últimos 12 meses ficou em 3,77%, abaixo dos 3,86% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. O valor ficou 0,02 pontos percentuais acima da inflação de 2018, que fechou o ano em 3,75%.

Os setores de transporte e vestuário, que registraram deflação de 0,47% e 0,16%, respectivamente, entre dezembro e janeiro, contribuíram para conter a inflação no período. Em compensação, o setor de alimentos e bebidas registrou a maior alta entre os grupos pesquisados, de 0,87%. O grupo foi responsável pelo maior impacto no indicador mensal.

Segundo o instituto, o principal fator que motivou a alta foram os preços das frutas e das carnes, que tiveram variação, respectivamente, de 6,52% e 1,72% na comparação com o mês anterior.

11 regiões foram analisadas pelo IBGE. Apenas Curitiba registrou deflação em janeiro, puxada pelas quedas de 3,55% no preço da gasolina e de 1,9% na tarifa de energia elétrica. Já a região metropolitana de Salvador teve a maior alta, puxada justamente pelo aumento de 10% nos preços das frutas e de 4,60% no valor das carnes.

Para o cálculo do IPCA-15, os valores foram coletados no período de 13 de dezembro de 2018 a 15 de janeiro de 2019 e comparados com aqueles vigentes de 13 de novembro a 12 de dezembro de 2018. O indicador refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

 

Reportagem – Paulo Henrique Gomes

Fonte: Agência do Rádio

porpjbarreto

Voltado para empreendedoras mulheres, Smart Labs Jampa está com inscrições abertas

Evento acontece nos dias 30 e 31, no Espaço Heineken do HUB 360, em Manaíra e contará com a presença da gerente de Pessoas da Ambev, Ana Paula Cordeiro

Nos dias 30 e 31 de janeiro, acontece em João Pessoa o I Smart Labs Jampa.

Elevar a empresa a um estágio mais avançado em pouco tempo e pelos caminhos mais adequados é o sonho de todo empreendedor. Por isso, as aceleradoras de negócios estão ganhando destaque no mercado por apresentar soluções que constroem e consolidam empresas em negócios estáveis e autossuficientes. Nos dias 30 e 31 de janeiro, acontece em João Pessoa o I Smart Labs Jampa, evento voltado para mulheres empreendedoras. Na oportunidade, as participantes terão a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre conceitos de aceleração e pré-aceleração de empresas.

O #SmartLabsJampa  vai contar com a participação especial da People & Management Manager da Ambev, Ana Paula Cordeiro, além de rodada de mentorias com os co-funders da Be.labs Aceleradora. As participantes contarão com manual completo sobre aceleração. As vagas são limitadas.

Inscrições – Para quem se interessar, as inscrições podem ser realizadas via Sympla.  Os ingressos estão sendo vendidos por R$ 20 e R$ 60 (ticket ou golden ticket). As vagas são limitadas.

Serviço
#SmartLabsJampa 
Data: 30 ou 31 de janeiro de 2019 (a empreendedora pode escolher um dos dias)
Horário: 18h às 22h
Local: HUB 360 – Avenida Bananeiras, 361 – Manaíra, João Pessoa
Ingressos: https://www.sympla.com.br/smartlabsjampa—acelerando-sua-jornada-empreendedora__430173

 

Assessoria

porpjbarreto

Coach e mentor, Maurício Guimarães comenta as perspectivas de crescimento do Coaching na Paraíba

Maurício Guimarães, CEO é diretor da Seiva Consultoria e Coaching.

De acordo com a International Coach Federation (ICF), estima-se que, nos últimos quatro anos, o coaching cresceu mais de 300% no Brasil. Na Paraíba, o aumento das formações e especializações na área e a procura do público por profissionais que possam auxiliar no seu desenvolvimento pessoal e profissional tem se tornado evidente.

Maurício Guimarães, CEO e diretor da Seiva Consultoria e Coaching, atua há mais de 25 anos no mercado, visando através da união de sua experiência em gestão empresarial e formações nacionais e internacionais na área, a maximização de talentos e competências já existentes em cada indivíduo, através de metodologias coerentes com as necessidades específicas de cada cliente. Para o primeiro semestre de 2019, dois eventos promovidos pela Seiva já estão confirmados: O primeiro encontro da Seiva Business Network, que ocorrerá no dia 30 de janeiro, às 19h, no ACQUA Restolounge, localizado na praia do Bessa, e o Agora sim, empreendedor!, sediado pelo HUB 360, em Manaíra, no dia 7 de fevereiro.

Na entrevista que segue, Maurício comenta seu processo de identificação com a área, o processo desenvolvido para cada cliente e o cenário atual do coaching na Paraíba.

Qual a origem do seu enfoque no desenvolvimento pessoal e profissional como trabalho? Qual foi o seu primeiro contato com as tendências de mentoria?

Ao longo de muitos anos me dediquei à gestão empresarial, iniciando primeiramente por me especializar através de muito estudo, conciliando trabalho e faculdade. Essa trajetória me trouxe muitas oportunidades, dentro e fora da Paraíba, avaliando diversas empresas, de vários portes e aprendendo muito com diversos profissionais gestores. A necessidade de apoiar os gestores no desenvolvimento de estratégias relevantes para seus negócios, bem como, colaboradores que foram meus subordinados, despertou em mim a necessidade de encontrar continuamente formas de melhorar esse tipo de abordagem.

Em 2015, quando resolvi me dedicar exclusivamente ao meu negócio, já que atuara como gestor de uma multinacional, percebi que minha experiência com gestão precisava de algo mais. Foi então que resolvi especializar-me em coaching e desenvolvimento humano, através de diversas formações dentro e fora do Brasil. Percebi que minha história, agregada às técnicas como PNL e Coaching, poderiam melhorar a vida das pessoas de forma significativa.

Nesse processo de observação do comportamento dos profissionais vi que se fosse estruturado algo voltado para a carreira profissional e empreendedora, certamente, eu conseguiria preencher um gap importante, que é a forma de se vender ao mercado.

Percebi que atuar como mentor poderia dar uma conotação mais profissional e chamar mais atenção do meu público-alvo, na medida em que eu me apresentasse como especialista no desenvolvimento de estratégias para o empreendedorismo. Daí veio a ideia de criar um programa de mentoria para empreendedores chamado Agora sim, empreendedor.

Qual a principal diferença entre mentoria e coaching?

Enquanto na mentoria um especialista com conhecimento de causa orienta de forma direta seu mentorado (cliente), dando-lhe todo o caminho baseado em sua própria história, no coaching avalia-se o estado atual do coachee (cliente), define-se um objetivo a ser atingido num determinado tempo e traça-se estratégias para quebras crenças limitadoras e possíveis sinais de procrastinação. No caso do coaching, o Coach provoca atitudes em seu cliente sem interferir sugerindo ações, como na mentoria.

Como se dá o processo individualizado com seus clientes? O atendimento é baseado no perfil previamente analisado do mesmo?

O atendimento pode ser em grupo, tanto para mentoria quanto para o coaching, mas também acontece de forma individualizada através de sessões que duram até 2 horas cada. Nos dois casos avaliamos o perfil comportamental da pessoa para facilitar o entendimento sobre que dificuldades serão encontradas para a mudança de atitudes.

Na sua visão pessoal, o que tem levado as pessoas a buscarem apoio para o desenvolvimento pessoal e profissional através da consultoria?

Muitos profissionais enxergam oportunidades, baseados em cases de sucesso ou mesmo diante de uma necessidade causada por situações indesejadas como desemprego ou insatisfação com o trabalho, por exemplo. Fiz algumas enquetes no meu Instagram (@seivaconsultoriaecoaching) para validar o que eu percebera e veja o resultado: 100% respondeu que precisa de ajuda após sua formatura, na abertura de sua empresa e para saber o porquê de ter aberto uma empresa e não estar lucrando como planejou. 80% respondeu que quando você sai da faculdade, não se sente preparado para ser empreendedor. 90% respondeu que gostaria de saber mais sobre empreendedorismo para profissionais liberais. 80% respondeu que já pensou em sair do emprego e ser empresário. Isto demonstra que uma mentoria bem direcionada poderá alavancar um negócio existente ou dar diretrizes para abrir um.

Como você enxerga o mercado referente a prática do Coaching na Paraíba?

Vejo com bons olhos. No entanto, muita gente está se formando em diversos institutos com uma carga horária baixa e isso compromete o resultado. Eu já tenho quase uma dezena de certificações em coaching e ainda fico em busca de adquirir mais conhecimento, pois entendo que ser diferente e mais preparado se torna um diferencial.

Assessoria

porpjbarreto

Bloco Vumbora: Falta um mês para folia com Bell Marques

Cantor baiano retorna a trio elétrico em João Pessoa após 15 anos, no dia 22 de fevereiro, durante o Folia de Rua 2019

A legião de fãs do “Rei do Axé” e os foliões de toda a região estão em contagem regressiva para o Bloco Vumbora, que acontece no dia 22 de fevereiro em João Pessoa, marcando o aguardado retorno de Bell Marques em trio elétrico na cidade após 15 anos, em um percurso de três horas que promete muito axé e energia ao Folia de Rua 2019. O bloco partirá do Posto 99, na Av. Epitácio Pessoa, e seguirá até o Busto de Tamandaré, em Tambaú.

Com a expectativa de receber mais de 4.500 pessoas, o evento contará com monitoramento ao vivo integrado para a segurança dos foliões, além de dispor carro de apoio sonorizado, serviços de bar volante, banheiros e ambulâncias com equipe médica, garantindo a noite de festa com comodidade.

Os pontos de venda em João Pessoa são: Lojas AppShop (MAG Shopping, Manaira Shopping, Mangabeira Shopping, Tambiá Shopping, Shopping Sul e Pátio Shopping Altiplano) e na Academia Korpus. Em Campina Grande, na Academia Korpus. Vendas online no site www.ingressonacional.com.br. O instagram do bloco é @vumborajp. Outras informações: (83) 99961-0607. O bloco em João Pessoa será realizado pela Colônia Produções, Mult Promoções, com patrocínio da Rede Nord de Hotéis.

Assessoria