Neoenergisa estreia na geração solar de grande porte em Santa Luzia/PB

porpjbarreto

Neoenergisa estreia na geração solar de grande porte em Santa Luzia/PB

Novo empreendimento terá energia comercializada no mercado livre e tem sinergias com o Complexo Eólico Chafariz, localizado na Paraíba e em fase de construção

A expansão da energia limpa e renovável é a estratégia de crescimento da Neoenergia, principalmente para atender ao aumento da demanda no mercado livre. A companhia construirá a sua primeira usina solar para geração centralizada, cuja produção será destinada ao Ambiente de Contratação Livre (ACL). O empreendimento será no município de Santa Luzia (PB), no Complexo Eólico Chafariz, e por isso, terá sinergia operacional com outros investimentos do grupo. O novo parque, que deverá entrar em operação no segundo semestre de 2022, terá potência de 149,3 MWdc, energia suficiente para abastecer mais de 100 mil residências.

“Em 2022, com a usina fotovoltaica Luzia e outros ativos que estão em construção, teremos mais de 90% da nossa matriz formada por energias renováveis, um perfil ainda mais limpo do que o brasileiro. O foco da nossa expansão é na geração através das fontes solar e eólica, cumprindo a nossa estratégia de neutralizar as emissões de carbono até 2050 e atendendo a uma demanda cada vez maior dos nossos clientes por energia limpa. O mundo inteiro passa por um processo de descarbonização da economia e queremos ter participação ativa nessa transição”, diz a diretora de Renováveis da Neoenergia, Laura Porto.

A nova usina solar já teve parte da sua energia comercializada no mercado livre, por meio de um contrato com a Claro na modalidade PPA (Power Purchase Agreement), um acordo de longo prazo, pelos próximos doze anos, contados a partir de 2022.

A energia fornecida no contrato terá a Certificação de Energia Renovável (I-REC), garantia de que é oriunda de fonte sustentável. “Os consumidores estão cada vez mais atentos à compra de energia limpa como um vetor de geração de valor. E esse é o nosso foco. Atuamos para expandir ainda mais a nossa carteira de projetos eólicos e solares, com um plano estratégico de investimentos de longo prazo. A assinatura de contratos de longo prazo compõe esta estratégia”, diz o diretor de Negócios Liberalizados da Neoenergia, Hugo Nunes.

Os novos parques serão construídos em uma área arrendada de 753 hectares, o que equivale a equivalente a quase 500 campos de futebol. A referida área foi arrendada, garantindo aos proprietários da região benefícios econômicos durante toda a vida do empreendimento.

Energia limpa

A infraestrutura de conexão da usina fotovoltaica Luzia será compartilhada com o Complexo Eólico Chafariz, com 15 parques que somam capacidade instalada de 471,2 MW e devem entrar em operação em 2022. A Neoenergia também está construindo na região linhas de transmissão adquiridas no lote 6 do leilão 002/2017 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O novo parque solar está localizado a aproximadamente 11 quilômetros da subestação Santa Luzia II, que integra o projeto.

“Estamos entrando num novo negócio e diversificando a carteira operacional. Teremos com a nossa nova usina solar importantes ganhos sinérgicos de construção, operação e manutenção entre os ativos de geração e transmissão, contribuindo com o aumento da rentabilidade dos investimentos e o crescimento dos nossos parques geradores de energia limpa. O nosso objetivo é de manter o crescimento de forma estratégica e sustentável, garantindo rentabilidade aos acionistas, como acontece em Luzia.”, afirma a superintendente de Desenvolvimento de Negócios Renováveis da Neoenergia, Thaisa Almeida.

Além dos parques solar e eólicos na Paraíba, a Neoenergia iniciou em outubro, com antecipação de três meses, a construção do Complexo Eólico Oitis. Serão 12 parques entre a Bahia e o Piauí, totalizando 566,5 MW. No projeto, 96% da energia será comercializada no Ambiente de Contratação Livre, seguindo o novo modelo de negócios da companhia.

Todos esses novos projetos contribuem com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) com os quais a Neoenergia está comprometida, prioritariamente o fornecimento de energia limpa e o combate às mudanças climáticas.

 

Assessoria

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta