Juizado Especial Misto da Comarca de Cajazeiras alcança mais de R$ 73 mil em acordos durante a SNC

porpjbarreto

Juizado Especial Misto da Comarca de Cajazeiras alcança mais de R$ 73 mil em acordos durante a SNC

Durante a realização da 15ª edição da Semana Nacional da Conciliação (SNC), o Juizado Especial Misto da Comarca de Cajazeiras realizou 58 audiências, atendeu 140 pessoas e pactuou R$ 73.633,00 em acordos. A SNC aconteceu no período de 30 de novembro a 4 de dezembro. O evento anual é promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e conta com a participação do Poder Judiciário estadual, por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça da Paraíba, desde 2013.

O principal objetivo da Semana Nacional da Conciliação é incentivar e fomentar a cultura da conciliação processual e pré-processual, reduzir o acervo, o tempo médio de duração dos processos e a taxa de congestionamento dos tribunais de Justiça.

O juiz titular do Juizado Especial Misto de Cajazeiras, Hermeson Alves Nogueira, foi quem coordenou as audiências da SNC. O magistrado destacou a dedicação e o empenho de todos os servidores e voluntários envolvidos para o êxito em mais uma participação na Semana Nacional da Conciliação. “A meta traçada foi atingir a maior quantidade de pessoas, consolidar o maior número de acordos e resolver as demandas pendentes. Os resultados foram alcançados”, avaliou o juiz.

O esforço concentrado teve a participação dos conciliadores voluntários Rômulo Soares de Vasconcelos, Mayara Mabel Soares de Souza, Paloma Beatriz da Silva Alencar, Maria Clara Cartaxo Filgueira, além das técnicas judiciárias Norma Moreira da Costa, Maria José Anacleto Coêlho, e Lucia de Fátima Araújo Andrade, e dos estagiários João Ferreira dos Santos e Sarah Raelyda Almeida Freire Santos.

De acordo com a técnica judiciária e chefe de cartório do Juizado Especial de Cajazeiras, Norma Moreira da Costa, durante a SNC, foram cumpridos todos os protocolos de segurança e higienização para conter o contágio da Covid-19. “Essas medidas deram maior tranquilidade aos participantes envolvidos. As audiências de conciliação aconteceram em três salas distintas, com intervalo mínimo de uma hora para a devida higienização do ambiente”, exemplificou.

 

Por Fernando Patriota / Assessoria de Imprensa – TJPB

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta