Arquivo mensal novembro 2020

porpjbarreto

De olho em classificação com o Atlético-PB, Patrick projeta sequência decisiva na Série D: “Pensar jogo a jogo”

A quatro rodadas do fim da primeira fase, o Atlético-PB segue em busca da classificação aos mata-matas da Série D. O Trovão Azul é o sétimo colocado do grupo A-3, com nove pontos, e luta por uma das quatro vagas na próxima etapa.

Titular da equipe paraibana, o volante Patrick projeta a sequência decisiva no Brasileirão. Ele acredita que este é o momento de pensar jogo a jogo.

“Restam quatro rodadas e ainda temos chance de classificação. É o momento de pensar jogo a jogo para avançar aos mata-matas. O elenco está muito unido em busca deste objetivo e vamos lutar até o final”, destacou o atleta, de 27 anos.

O primeiro dos quatro jogos decisivos acontece neste domingo (8). Às 15h30, o Atlético-PB enfrenta o Guarany de Sobral, no estádio do Junco, pela 11ª rodada da Série D. No primeiro turno, o Trovão Azul venceu a equipe cearense por 1 a 0 — e conquistou o seu primeiro triunfo no Brasileirão. Titular naquela partida, Patrick espera repetir o feito.

“Como falei, precisamos pensar jogo a jogo, e estamos totalmente focados na partida de domingo. Conseguimos vencer no turno e espero que possamos conquistar mais um resultado positivo contra o Guarany. Empenho e dedicação não irão faltar”, finalizou o jogador, que foi vice-campeão da Série D em 2018, pelo Treze.

 

Fotos: Gabriela/Sávio – Atlético de Cajazeiras-PB

Por Douglas Albino – Assessor de Imprensa

porpjbarreto

Pandemia: ginástica para o cérebro ajuda idosos em João Pessoa

Em um ano atípico, um dado preocupante: 28 milhões de brasileiros com mais de 60 anos se isolaram em suas casas por causa da pandemia. Para atenuar os prejuízos causados pelo novo coronavírus, uma metodologia voltada à saúde mental tornou-se uma aliada: a ginástica para o cérebro.

“O nosso desafio é trazer aos idosos mais memória, raciocínio e qualidade de vida ao longo deste processo”, pontuou Barbara Perpétuo, Diretora de Gestão de Franquias do método Supera. “Alguns idosos estão em isolamento total até agora. São pessoas que tinham uma vida mais ativa e com propósito. Muitos ficaram deprimidos e sem perspectivas durante a pandemia, o que afeta diretamente sua condição de saúde. Nesta retomada, queremos oferecer uma experiência e uma oportunidade de voltar a sonhar, voltar a produzir e desenvolver seu cognitivo, com condições especiais em todas as nossas unidades da região”, disse Leonidia Barbosa de Carvalho e Silva, diretora das unidades do Supera em João Pessoa.

Adelaide Araújo Holanda, de 76 anos, é uma das alunas na capital paraibana. Segundo ela, um dos motivos para procurar o curso foi o esquecimento das palavras, enquanto conversava. “Recebi o convite de uma amiga que já estava fazendo as aulas e resolvi me matricular. Lá, aprendemos muitas coisas sobre desenvolvimento do cérebro, que já não é mais o mesmo na minha idade. A equipe promove momentos de socialização, onde perdemos a inibição. É bem divertido e muito produtivo”, contou.

De acordo com a pedagoga e uma das primeiras educadoras do ‘Supera’, em João Pessoa, Fabíola Ferreira dos Santos, a equipe trabalha para entregar aos alunos um curso que transforma vidas em âmbitos acadêmico, profissional e pessoal. “Durante todo esse tempo, junto a equipe pedagógica do método, vejo a mudança na vida de cada um de nossos alunos. Buscamos, através das atividades, levar prazer nesse desenvolvimento pessoal de cada um deles, melhorando sua visão de vida, foco e com alcance de resultados diários”, ressaltou.

A ginástica cerebral é reconhecida por neurologistas e recomendada para idosos que querem se manter ativos e retardar o aparecimento de sintomas de doenças como Alzheimer.

Positiva Comunicação

porpjbarreto

Livro ‘Cultivo de cana-de-açúcar na Paraíba’ tem participação de profissionais da ASPLAN

Lançado pela Editora da UFPB, numa iniciativa dos organizadores Fábio Mielezrski e Gleydyane Novais Lopes, o livro ‘Cultivo de Cana-de-Açúcar na Paraíba’ é leitura obrigatória não apenas de quem vive da produção da matéria-prima que gera álcool, açúcar e outras iguarias, mas, também de quem quer conhecer um pouco mais da cultura que existe desde a colonização do Brasil, sendo um dos principais sustentáculos econômicos do Nordeste. O livro, recentemente lançado, tem a participação de profissionais da Associação de Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) e é prefaciado pelo presidente da entidade, José Inácio de Morais.

Dividido em sete capítulos, a obra aborda desde a importância econômica da cana-de-açúcar na Paraíba, até questões específicas de manejo, morfologia, fenologia, fertilidade de solos, técnicas de implantação da cultura, controle de pragas daninhas, bioestimulantes e insetos-pragas da cultura. Os capítulos 1 (Importância econômica da cana-de-açúcar na Paraíba) e o 7 (Insetos-praga da cana-de-açúcar no estado da Paraíba) têm, respectivamente, as participações do agrônomo e coordenador da Asplan, Luis Augusto de Lima Santos e do biólogo da Estação de Camaratuba, mantida pela Asplan, Roberto Balbino.

No prefácio, José Inácio destaca a importância da cultura canavieira para o Brasil e, especialmente, para o Nordeste e fala do orgulho de ser produtor e neto e bisneto de plantadores de cana. “A cultura de cana-de-açúcar existe no Brasil, especialmente, no Nordeste desde os tempos da colonização. De lá para cá, sempre foi e ainda é o principal sustentáculo econômico e social da região. Na Paraíba, a cultura canavieira sempre ocupou lugar de destaque, sobreviveu a crises e secas e resistiu a tempos ruins. Existente em 26 municípios do Estado, a cana-de-açúcar merece destaque em qualquer cenário ou debate que se aborde economia, desenvolvimento, geração de emprego, renda sustentabilidade e produção de combustível limpo e renovável”, escreveu José Inácio.

 Ele ainda recomendou a leitura do livro, principalmente, com foco no reconhecimento e fortalecimento da cultura canavieira. “Como neto e bisneto de plantadores de cana, aluno da escola de Areia e produtor de cana, com muito orgulho, recomendo a leitura”, reiterou José Inácio.

Assessoria

porpjbarreto

Joe Biden é eleito presidente dos EUA

Uma das disputas mais acirradas da história, a eleição para presidente nos Estados Unidos tem agora desfecho previsível, a ser confirmado a qualquer momento. Embora as apurações não tenham acabado em seis estados, estatísticos consideram irreversível a vitória do democrata Joe Biden.

Ele está à frente em quatro estados. A diferença entre Biden e o presidente Donald Trump é pequena, mas o cenário é desfavorável para o candidato à reeleição, já que a maioria dos votos a apurar vem pelo correio, meio em que o democrata tem vencido com folga.

Veja quem levou a melhor em cada estado e onde a disputa continua:

A situação da disputa, estado por estado. Arte: Vinicius Souza/Congresso em Foco

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

Confirmada a previsão de que vencerá na Pensilvânia, o maior colegiado entre aqueles que ainda não concluíram a apuração, Biden será declarado o 46º presidente da maior potência mundial, chegando aos 273 votos – até o momento ele tem 253 e Trump, 214.

Para se eleger, qualquer dos candidatos precisa conquistar ao menos 270 delegados. Caso ganhe nos quatro estados em que lidera, o democrata poderá chegar aos 306 votos. Nesse cenário, Trump teria apenas mais 18 delegados, ficando com 232. O presidente já avisou que não aceitará a derrota e já recorre à Justiça, sem sucesso até agora, para invalidar resultados. Sem apresentar qualquer indício, ele alega que está perdendo porque há fraude na eleição.

“É só uma questão de tempo [a vitória de Biden]”, escreveu há pouco em sua conta no Twitter o estatístico Nate Cohn, do New York Times. “Na Pensilvânia, Biden está a caminho de acumular uma vantagem de cerca de 80 mil votos antes da contagem das cédulas provisórias”, acrescentou.

O Decision Desk HQ, empresa que divulga resultados e projeções eleitorais nos Estados Unidos a vários veículos foi além: já anunciou a vitória de Biden na Pensilvânia e sua consequente eleição como presidente do país.

New York Times destaca em sua página eletrônica que o avanço de Biden na Pensilvânia o deixa perto da vitória: “Se a liderança de Joe Biden sobre o presidente Trump for mantida, ele ganhará a presidência. Biden também ultrapassou Trump na Geórgia enquanto a contagem de votos continua, e ele está à frente no Arizona e em Nevada”.

Mudanças

As parciais divulgadas na tarde desta sexta apontaram que cresceu a vantagem de Biden em Nevada e no Arizona. O democrata já havia ultrapassado o republicano pela manhã na Pensilvânia, estado natal de Biden, e na Geórgia, onde os votos deverão ser submetidos a nova contagem devido à diferença apertada entre os dois. Trump venceu nesses dois estados em 2016.

Veja a situação, nesta tarde, nos estados que podem fazer a diferença para Trump ou Biden, conforme o site americano especializado em projeções e pesquisas Five Thirty Eight (538):

Pensilvânia: depois de ultrapassar Trump, Biden tinha frente de 13.371 votos sobre o adversário até o meio da tarde. De acordo com os estatísticos do 538, a maioria dos 100.000 votos restantes deve ser favorável ao democrata, dado que são votos pelo correio ou provisórios. O candidato mais votado ganhará o apoio de 20 delegados.

Nevada: pela manhã, Biden expandiu sua liderança para 20.137 votos. Embora cerca de 150.000 cédulas de correio atrasadas ou provisórias ainda não tenham sido contadas, espera-se que essas cédulas inclinem os democratas.

Arizona: no começo da tarde, Biden liderava por 43.779 votos, mas há algo em torno de 220.000 restantes para contar. Trump precisa vencer cerca de 60 por cento deles (ou mais) para chegar à liderança, mas ele tem ficado aquém disso até agora.  O estado é representado por 11 delegados.

Carolina do Norte: o estado contou todas as cédulas que tinha em sua posse até terça-feira, e Trump lidera por 76.737 votos entre eles. No entanto, o estado anunciou que cerca de 117.000 cédulas pelo correio e 40.766 cédulas provisórias estão potencialmente pendentes, embora nem todos sejam contabilizados. As cédulas pelo correio têm até 12 de novembro para chegar e só então mais resultados serão divulgados. A vitória no estado representa 15 votos.

Geórgia: Biden liderava, até o início da tarde, por uma margem estreita (1.561 votos) com cerca de 8.200 cédulas de ausentes regulares, até 8.900 cédulas no exterior e pelo menos 5.500 cédulas provisórias restantes para contar. O secretário de Estado já disse que a disputa vai para uma recontagem. A Geórgia tem 16 delegados.

O outro estado onde a apuração continua é o Alasca, mas o resultado da região pouco deve influenciar a disputa, já que tem apenas três delegados.

Voto pelo correio

Para o cientista político e economista Ricardo de João Braga, analista do Farol Político, são desprezíveis as chances de uma reviravolta na sucessão presidencial americana. “Hoje as projeções mostram que Biden deve ganhar mais estados e consolidar a matemática eleitoral. O discurso de Trump é de fraude. Até agora tem feito acusações sem fundamento e perdido na justiça. Se não fosse a atipicidade desse comportamento contra as instituições e antidemocrático dele, essa eleição já estaria decidida”, considera.

Ricardo avalia que o melhor desempenho de Biden em relação a Trump na votação pelo correio é resultado do comportamento dos candidatos. “Há uma lógica muito consistente no que está acontecendo. Os estados que estão virando a favor do Biden no final são os estados em que o voto pelo correio é contado no final, o que é totalmente coerente com a campanha de Trump e Biden. Trump dizia para não votarem pelo correio. E o Biden pedia para seus eleitores votarem. É natural que esses votos favoreçam o democrata”, disse.

 

Congresso em Foco

porpjbarreto

Prefeito de CG lamenta a morte de Everaldo Dantas, na manhã desta sexta (6)

Romero destaca colaboração do servidor e empresário à consolidação do Turismo de Eventos em Campina Grande

O prefeito Romero Rodrigues lamentou profundamente a morte, na manhã desta sexta-feira, 6, do empresário e servidor da Prefeitura de Campina Grande Everaldo Dantas, aos 56 anos. Há quase um mês internado na Clínica Santa Clara, Everaldo faleceu por insuficiência hepática.

Formado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Everaldo Dantas sempre teve uma forte atuação na área de entretenimento. Foi diretor da Coordenadoria Municipal de Turismo de Campina Grande (Codemtur), na gestão do então prefeito Cássio Cunha Lima.

Segundo Romero, através de seu trabalho dedicado, Everaldo Dantas deu importante contribuição para a consolidação da política de turismo de eventos em Campina Grande, principalmente o Maior São João do Mundo e a Micarande, nas décadas 80 e 90.

O vereador João Dantas emitiu nota de pesar pelo falecimento do irmão, a quem considerava “um amigo e entusiasta em todas as vitórias”.

O velório do corpo de Everaldo Dantas ocorrerá, nas próximas horas, na Central de velórios Apta, na Avenida Floriano Peixoto e o sepultamento está programado para as 9h deste sábado, 7, no Cemitério do Monte Santo.

 

Assessoria

porpjbarreto

Nascidos em abril recebem hoje R$ 1,4 bi de auxílio emergencial

Pagamento é para 3,4 milhões de brasileiros

Beneficiários do auxílio emergencial nascidos em abril recebem hoje (6) o pagamento no total de R$ 1,4 bilhão. O pagamento é para 3,4 milhões de brasileiros, no ciclo 4.

Desse total, 666,3 mil receberão R$ 435,7 milhões referentes às parcelas do auxílio emergencial. Os demais, 2,8 milhões, serão contemplados com a segunda parcela do Auxílio Emergencial Extensão, em um montante de R$ 942,1 milhões.

A partir desta data, os valores já podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais.

Saques e transferências para quem recebe o crédito hoje serão liberados a partir do dia 21 de novembro.

O benefício, criado em abril pelo Governo Federal, foi estendido até 31 de dezembro por meio da Medida Provisória (MP) nº 1000. O Auxílio Emergencial Extensão será pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

A Caixa lembra que não há necessidade de novo requerimento para receber a extensão do auxílio. Somente aqueles que já foram beneficiados e, a partir de agora, se enquadram nos novos requisitos estabelecidos na MP, terão direito a continuar recebendo o benefício.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Pode ser legal, mas fere de morte a autonomia universitária disse deputado Jeová Campos sobre nomeação de novo reitor da UFPB

A nomeação de Valdiney Veloso Gouveia, que foi o candidato com menos de um décimo dos votos da comunidade acadêmica, não teve nenhum voto do Conselho Universitário – Consuni e que só entrou na lista tríplice à custa de uma liminar, como novo reitor da Universidade Federal da Paraíba, gerou protestos de professores, funcionários e estudantes da UFPB, além de vários setores da sociedade. O deputado estadual Jeová Campos, que é professor licenciado da UFCG, foi um dos que se manifestou contrariado com a nomeação do presidente Jair Bolsonaro. “Essa nomeação fere de morte a autonomia universitária, uma vez que não leva em consideração a avaliação da própria comunidade acadêmica para escolha de seu maior representante, e também a Democracia, porque a chapa mais votada e eleita não foi a escolhida!”, destacou o parlamentar que torcia pela nomeação da Chapa de Terezinha/Mônica, que obteve 47 votos no Consuni e venceu as eleições com 964.518 votos.

O deputado lembra que embora legal, essa nomeação é completamente arbitrária. “O processo estabelece que é prerrogativa do presidente da República definir os nomeados para o cargo de reitor das Universidades Federais, a partir da lista tríplice encaminhada pelas instituições, mas, o mínimo que se espera de quem nomeia alguém para um cargo deste é respeitar a decisão da comunidade acadêmica, o que não aconteceu na UFPB, quando foi escolhido o último colocado na disputa eleitoral. Essa manobra nada mais é que uma forma de intervenção nas universidades públicas do país, para colocar nos cargos apoiadores ligados ao projeto político e de poder do presidente. Infelizmente, essa é a realidade de descaso com a Educação e com as universidades públicas em todo o país neste (des)governo federal”, disse Jeová.

Em entrevista a uma rádio de João Pessoa, nesta quarta-feira (05), a candidata mais votada, Terezinha Domiciano, disse ainda estar estarrecida com a nomeação e falou que não teve tempo ainda de ver se cabe alguma medida jurídica para tentar reverter à nomeação. “Ainda estou sob o choque desta notícia que deixou toda a comunidade acadêmica perplexa. Não sei se cabe alguma medida jurídica que reverta essa decisão, só penso que um reitor que teve uma votação tão inexpressiva dos docentes, técnicos administrativos e estudantes e que não conseguiu nenhum voto no Consuni não tem respaldo para comandar a UFPB”, disse Terezinha. O novo reitor foi nomeado para definir os destinos da UFPB para o período 2020 – 2024.

Jeová lembra ainda que com essa nomeação, Bolsonaro quebra um costume adotado desde o governo Lula, que era nomear o primeiro colocado da lista tríplice, que no caso da UFPB, seriam Terezinha e Mônica, da Chapa 2 – “Inovação com Inclusão”, que venceram as eleições com 964.518 votos (soma total ponderada e normalizada). O segundo lugar Isac/Regina Célia obteve 920.013 votos (soma total ponderada e normalizada). A chapa do reitor nomeado Valdiney/Liana obteve apenas 106.496. “Esse é mais um desmonte da universidade pública, é o caminho da privatização do ensino público no Brasil, é a tentativa de ampliar o caráter ideológico no campo da direita, da narrativa conservadora, que nega a ciência. É o processo de desmonte da Educação, infelizmente e para que isso não continue precisamos lutar pela defesa da democracia, da universidade pública e da autonomia universitária”, destaca Jeová.

Em pronunciamento, o presidente do Sindicato dos Professores da UFPB (Adufpb), Fernando Cunha, reforçou que esse é mais um ataque do governo Bolsonaro à Democracia: “Este é mais um ataque à universidade, à democracia e à autonomia universitária, demonstrando, claramente, que esse governo não tem nenhuma responsabilidade com a coisa pública, com a legitimidade dos processos democráticos. Ele demonstra claramente que é inimigo da Educação”, disse Fernando.

Assessoria

porpjbarreto

Animado após dobradinha, Tiago Real mira temporada histórica no Bahrein

Com direito a dobradinha de títulos, Tiago Real encerrou, na última sexta-feira (30), a sua primeira temporada no Bahrein. O meia, que atua no Al-Muharraq, esteve em campo na goleada por 4 a 1 sobre o Busaiteen, pela final da Copa da Federação. Campeão da Copa do Rei, ele conquistou o segundo troféu em solo bareinita.

“Foi uma primeira temporada fantástica. Tive uma excelente adaptação e pude atuar em praticamente todos os jogos. Fiz gols, dei assistências e conquistamos dois dos quatro torneios que disputamos, além de termos ficado com o vice da liga por um ponto”, avaliou o jogador, que na sua primeira temporada pelo Al-Muharraq marcou nove gols e distribuiu sete assistências em 29 jogos.

Quatro dias após a conquista da Copa da Federação 2019/20, Tiago Real voltou a campo pela edição de 2020/21 do torneio. Nesta terça-feira (3), ele atuou na vitória por 2 a 0 sobre o Manama, em partida que marcou a estreia do Al-Muharraq na temporada.

“É um ano atípico na questão do calendário. Tivemos as férias antecipadas devido à pandemia e esta temporada será mais curta. Vão ser entre sete e oito meses de competições, com uma sequência maior de jogos. Até por isso, terminamos a última temporada na semana passada e já iniciamos a nova nesta terça-feira”, explicou o atleta, de 31 anos, que projeta a nova época com entusiasmo.

“A expectativa é de que possamos brigar pelo título em todas as competições. Além de montar uma base muito forte, o clube tem trazido alguns reforços pontuais, que vão agregar ao nosso time. Estamos focados em fazer uma temporada histórica e temos recebido todas as condições para isso”, concluiu Tiago Real, que no Brasil atuou por clubes como Palmeiras, Coritiba, Bahia, Vitória, Náutico, Goiás e Ponte Preta.

 

Foto: Divulgação/Al-Muharraq

Por Douglas Albino – Assessor de Imprensa

porpjbarreto

Conselho Nacional de Justiça questiona decisões do juiz eleitoral Bartolomeu Correia Lima em Campina Grande

O Conselho Nacional de Justiça – CNJ está questionando decisões supostamente equivocadas tomadas pelo juiz eleitoral Bartolomeu Correia Lima Filho, da 17ª Zona Eleitoral de Campina Grande. Nas eleições municipais deste ano ele é responsável pela propaganda eleitoral de rádio e TV, além das redes sociais.

Em documento enviado ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba – TRE-PB, o Conselheiro Henrique de Almeida Ávila pede que o órgão eleitoral paraibano solicite explicações ao juiz Bartolomeu Correia Lima Filho sobre decisões recentes que ele tomou e que vem sendo questionadas na instância superior, ou seja, no próprio TRE-PB, muitas delas sendo reformuladas.

O Conselheiro do CNJ pede ao TRE-PB que o órgão solicite explicações ao juiz eleitoral Bartolomeu Correia Lima Filho sobre decisões que acabam por beneficiar o candidato Bruno Cunha Lima, apoiado pelo atual prefeito da cidade, Romero Rodrigues, e que prejudicam seus concorrentes.

Além da íntegra de decisões recentes do juiz eleitoral de Campina Grande supostamente beneficiando o candidato Bruno Cunha Lima e prejudicando seus concorrentes, o Conselho Nacional de Justiça está de posse de documentos que comprovariam “vínculos sociais íntimos com agentes do grupo político de um dos candidatos, exercício de cargo em comissão na Prefeitura Municipal pela esposa do magistrado e a locação de imóvel de propriedade de sua sogra à Municipalidade”.

O CNJ pede ao TRE-PB que conceda prazo de 05 (cinco) dias para que o juiz Bartolomeu Correia Lima Filho formalize sua defesa. Após este prazo, o CNJ sugerirá ao Plenário ou à Corregedoria Nacional de Justiça a continuidade da apuração eventual adoção de providências.

Redação

porpjbarreto

Coasplan promove 1º Encontro Cultivar que reuniu produtores para debater uso de insumos que asseguram melhores rendimentos

O 1º Encontro Cultivar promovido pela Cooperativa dos Associados da Asplan (COASPLAN), em outubro, foi um sucesso de participação de produtores e de nível de debates e palestras. O momento, que contou com a parceria da Agrivalle e EuroChem, aconteceu na sede da fazenda do presidente da Associação de Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio, em Mamanguape. Segundo o diretor comercial da Cooperativa, Thiago Queiroz, a iniciativa da Coasplan é atuar em várias frentes, inclusive, na realização de encontros como esse. “Foi um momento de muito aprendizado e difusão de conhecimentos que agregam valor ao negócio de nossos associados, possibilitando que eles tenham mais informações para gerir melhor suas lavouras”, destacou Thiago, lembrando que a ideia é realizar outros momentos como esse, brevemente.

Parceiros fortes da Coasplan, a Agrivalle e EuroChem, participaram do 1º Encontro Cultivar mostrando os diferenciais de seus produtos. A Agrivalle apresentou, na ocasião, a linha de enraizadores, fungicidas e nematicidas e a forma de atuação da bactéria Welt, demonstrando um menor custo por hectare, com resultados entre seis a doze toneladas comparando com os tratamentos convencionais e com um custo bem reduzido. Já a EuroChem mostrou os diferenciais da tecnologia utilizada em seus fertilizantes, com ênfase na Linha Nitrofosca, que contém todos os nutrientes necessários a planta, em apenas um grão.

“Esses parceiros têm trazido para o mercado canavieiro e para o agronegócio de um modo geral o menor custo de utilização de insumos por hectare. Neste evento foi realizado duas palestras, sob a responsabilidade destes parceiros, mostrando a viabilidade e retorno no uso dos produtos prospectados na ocasião. Saímos todos da fazenda de José Inácio com informações e dados importantes que balizarão, com certeza, os próximos investimentos na lavoura de nossos associados”, finaliza Thiago.

Assessoria