Arquivo mensal agosto 2020

porpjbarreto

Ana Cláudia defende “planejamento, energia limpa e sustentabilidade” para Campina Grande

A pré-candidata à Prefeitura de Campina Grande e ex-secretária de Desenvolvimento e Articulação dos Municípios (Sedam), Ana Cláudia Vital (PODEMOS), destacou a necessidade de se pensar em uma Campina para os próximos anos, implementando políticas que melhorem a vida da população, em todos os setores. “Com planejamento, uso de energia limpa e sustentabilidade”, destacou.

Ana disse que Campina precisa de uma gestão moderna e com visão empreendedora e aguerrida, para que possamos chegar à próxima década como um lugar bem melhor para se viver e trabalhar. “Precisamos pensar uma Campina Grande que tenha seu ambiente de negócios fortalecido, que tenha informatização em todos os setores, e que tenha uma política de sustentabilidade na construção de seus prédios, sobretudo os prédios públicos”.

Ela lembrou que o Nordeste tem um diferencial imenso em relação a outras regiões, que é ampla possibilidade para a captação de energia solar e eólica. Nesse sentido, ressaltou que, em Campina Grande, esse potencial ainda não está sendo explorado, visto que os prédios públicos, por exemplo, não foram construídos para favorecer o aproveitamento desse tipo de energia.

A pré-candidata defendeu o uso de energia limpa e construções de prédios modernos e com captação de água de chuva e o aproveitamento melhor da nossa infraestrutura.

Como ex-superintendente da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) na Paraíba, Ana Cláudia disse que é fundamental que a cidade avance no desenvolvimento de políticas de sustentabilidade, aplicando, inclusive, a política do ‘lixo zero’. “Precisamos estimular a reciclagem dos resíduos sólidos e a implementação de novas ferramentas, como o fortalecimento das nossas ciclovias”, destacou Ana.

Ela lembrou que, ainda hoje, mesmo com o mundo tendo avançado na modernização, Campina Grande ainda tem a sua fiação toda externa, o que traz problemas diversos para os moradores, além de poluir o ambiente urbano. Neste sentido, Ana defende efetivar uma ação para mudar esse padrão.

Assessoria de Comunicação

porpjbarreto

Com redução de casos de síndrome respiratória, hospital da Unimed JP volta a realizar atendimento em todas as áreas

A triagem foi oficialmente desativada na manhã da última quinta-feira (20), numa solenidade simbólica

Como iniciamos da maneira correta, fizemos tudo de forma exitosa, e não poderíamos concluir de outra forma: com êxito e planejamento”. Com essa declaração, o presidente do Conselho de Administração (Conad) da Unimed João Pessoa, Gualter Ramalho, anunciou oficialmente a desativação da área de triagem montada em frente ao Hospital Alberto Urquiza Wanderley para atendimento a casos de síndrome respiratória. 

A área de triagem foi desativada devido à queda no número desse tipo de atendimento. “Assim como aumentamos a quantidade de leitos e criamos áreas exclusivas à medida em que a pandemia se tornava mais forte, preparando o hospital para receber a grande procura. Verificamos que já era tempo de intensificar o atendimento das outras demandas”, disse Gualter Ramalho. “O momento é de olhar para o futuro”, afirmou. 

Segurança – A partir de agora, os clientes voltam a contar com atendimento em todas as áreas do Hospital Alberto Urquiza Wanderley, que é referência em alta complexidade na rede privada da Paraíba. Os cuidados com a segurança dos pacientes e dos profissionais de saúde foram redobrados. Os protocolos de atendimento estão ainda mais rígidos. Novos fluxos foram definidos para que os casos de síndromes respiratórias sejam recebidos separadamente dos outros tipos de atendimentos oferecidos na unidade.

“Estamos completamente estruturados para realizar cirurgias eletivas e complexas, retomamos inteiramente o atendimento na nossa maternidade”, informou o gestor de Serviços Hospitalares, Cleiton Moradillo. “As pessoas querem ser atendidas no hospital da Unimed JP, pois entendem e confiam no trabalho que está sendo realizado”, comentou.

Missão cumprida – Durante os meses de atendimento na área externa de triagem, foram mais de 11 mil pessoas atendidas. Destas, quase mil precisaram ficar internadas. “No pico da pandemia, em apenas um dia, tivemos 254 atendimentos. Demos conta de todos com uma equipe dedicada e profissional”, confirmou Gualter Ramalho. 

A triagem foi oficialmente desativada na manhã desta quinta-feira (20), numa solenidade simbólica, com a presença de médicos e colaboradores que participaram do atendimento a casos suspeitos e confirmados de covid-19.

 

Assessoria

porpjbarreto

Gleisi Hoffmann defende a candidatura de Anísio Maia como única estratégia possível para o PT em João Pessoa

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, confirmou a pré-candidatura do deputado estadual Anísio Maia (PT) a prefeito de João Pessoa como única estratégia da legenda para as eleições municipais em João Pessoa. A declaração foi dada a uma emissora de rádio da capital, no início da tarde da última quinta-feira (20). Além de destacar o apoio da direção nacional ao nome Anísio Maia (PT) como pré-candidato, Gleisi descartou, ao menos no primeiro turno, ceder a cabeça de chapa para outras legendas. O PT contará com 22 candidatos nas disputas previstas para os 26 estados da federação.

“O Anísio é o nosso candidato, que foi definido já pelo encontro municipal do PT e nós estamos animados para a campanha. A candidatura do Anísio é pra valer aí em João Pessoa. A campanha já está sendo organizada e óbvio que, num segundo turno, indo Anísio Maia nós queremos conversar com essas forças do campo progressista como o PSB, PCdoB e Psol. Nós temos um carinho e uma grande gratidão ao companheiro Ricardo Coutinho por tudo o que ele fez e o que ele representa, mas estava muito incerto a saída ou não do Ricardo a prefeito e nós tínhamos que começar a construir a nossa tática eleitoral”, afirmou.

Gleisi Hoffmann confirmou que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva está disposto a participar das atividades de campanha dos candidatos à prefeitos pelo PT, inclusive a de Anísio Maia, na capital.  “O presidente Lula está disposto a ir às capitais, se comprometeu, inclusive, com os candidatos que estavam presentes e já falou para a direção do partido que quer participar da campanha”, frisou.

 

Assessoria

porpjbarreto

A infidelidade nem sempre é óbvia

Leia  esse artigo e aprenda a ver o que fazer nessa situação

Como a maioria das pessoas, você também considera a infidelidade uma coisa muito direta? Você já pensou que às vezes caia na área cinzenta?

A maioria das pessoas quer ou precisa que seu parceiro seja fiel, mas e as infidelidades mais discutíveis? Em outras palavras, aquelas situações em que um de vocês sente que está traindo e o outro não. Ou um de vocês sentiria que estava traindo se soubesse e o outro não está exatamente se apressando para ter essa conversa.

A maioria dos casais pode concordar que ter relações sexuais com outra pessoa definitivamente quebra um acordo de monogamia. Fazer sexo com alguém também está claramente cruzando uma linha para a maioria das pessoas. O material que é fácil de concordar é provavelmente uma lista bastante restrita. Infelizmente, o material potencialmente mais complicado é provavelmente uma lista muito mais longa. Essas são as atividades com as quais os casais estão melhor conversando de verdade, em vez de apenas supor que ambos se sintam da mesma maneira.

Por exemplo, como você se sente sobre essas atividades:

·         Amigos de ex no Facebook.

·         Procurando um colega de trabalho atraente nas mídias sociais.

·         Dando um beijo na bochecha de um amigo atraente (especialmente se isso não é algo que você normalmente faz).

·         Almoçando com um amigo potencialmente atraente sem o seu parceiro.

·         Ter longas conversas em texto com um amigo sobre o qual você não fala ao seu parceiro.

·         Compartilhar detalhes íntimos de seu relacionamento romântico e vida sexual com um amigo.

·         Discutindo fantasias sexuais e excitações com um amigo.

Como você se sentiria sobre essas atividades? Como o seu parceiro se sentiria? Você já os discutiu?

É uma ladeira escorregadia?

Existem muitas atividades que, por si só, não são um problema, mas algumas podem se preocupar em ser o primeiro (ou o segundo ou o terceiro) passo em direção a algo problemático. Por exemplo, conversas excessivas com um colega de trabalho sobre assuntos de trabalho podem se transformar em conversas sobre assuntos pessoais que podem levar a um vínculo emocional e, finalmente, um caso. (Ou não.)

Se você é uma mulher que foi traída, ou uma mulher presa num relacionamento sem amor, e que tem vontade de explorar outras coisas no mundo afora, não pense que o mundo não tem outras soluções melhores para você.  É bem comum mulheres se envolverem com homens mais velhos, após vivenciar várias desilusões amorosas, e desempenharem o papel de  oisecret, por que não?

São situações em que essas atividades iniciais são tecnicamente corretas, mas a intenção é o que mais importa. Por exemplo, todas essas conversas sobre esse projeto de trabalho matador são sobre o projeto ou há um motivo oculto? Ou começa de uma maneira e gradualmente se torna outra coisa? E você está sendo totalmente honesto consigo mesmo, pois às vezes queremos aproveitar as possibilidades sem admitir o que realmente estamos fazendo?

Seu parceiro pode entender como essas conversas de trabalho parecem ter um brilho extra, mas não conseguiu provar isso em um tribunal. A intuição de um problema é tudo o que é necessário – o que também significa que você terá um problema para lidar se o seu parceiro acreditar que há alguma infidelidade, mesmo que não exista.

A solução fácil de dizer, mas mais difícil de fazer, é evitar situações que possam ser tentadoras ou levar a algo tentador. Também é aconselhável evitar situações que possam dar a aparência de más intenções, já que não há necessidade de adicionar dores de cabeça desnecessárias.

Em caso de dúvida, verificar com o seu parceiro primeiro e transparência ao longo do caminho também pode ajudar a acalmar as intuições ansiosas do seu parceiro. Se eles trazem algo à tona, faça o possível para manter a calma e ouvir suas preocupações sem ficar na defensiva. Se você é o único que tem a dúvida desconfortável, morda a bala e faça-a com o mínimo de acusação possível. Concentre-se em como você se sente, não no que seu parceiro está fazendo e não vá muito além do que você sabe que é verdade.

Busque opiniões, não votos

Pode ser útil conversar com amigos ou familiares para ver como eles lidam com esses assuntos em seus relacionamentos. Também pode ser útil descobrir como eles chegaram à sua posição atual. Foi fácil e mútuo? Houve desacordos que eles tiveram que lutar? Houve acordos que foram violados e precisavam ser tratados novamente? Mais importante, por que eles têm os acordos que têm atualmente? Suas experiências e ideias podem informar seu pensamento ou dar-lhe uma perspectiva diferente.

Ascom

porpjbarreto

PF, MPF, CGU ouvem hoje empresário e diretoras de escolas sobre o escândalo da ‘Famintos’, em Campina

Empresário investigado na ‘Operação Famintos’ e diretoras de escolas municipais de Campina Grande serão ouvidos nesta quarta-feira (19), por representantes da Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria Geral da União (CGU), no caso que investiga fraudes milionárias na distribuição da merenda escolar em Campina Grande, por parte de uma ‘Orcrim’ na gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSD) e do seu vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP).

Segundo os bastidores, serão 15 outivas, dentre as quais está a do empresário Azuilo Santana de Araújo Filho, que está sendo investigado de integrar a quadrilha, além de diretoras de escolas municipais. Recentemente a Polícia Federal apresentou conversas de um grupo de Whatsapp, onde os empresários debatiam como seriam feitos os supostos desvios de recursos. Veja mais: https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2019/10/16/famintos-empresarios-suspeitos-de-fraudar-merenda-marcavam-encontros-em-grupo-de-whatsapp.ghtml

De acordo com o relatório da Polícia Federal, as conversas no grupo criado pelos empresários no WhatsApp foram encontrados por agentes do Núcleo de Inteligência da PF, após os aparelhos celulares dos investigados Flávio Souza Maia e Marco Antônio Querino da Silvana passarem por perícia.

Segundo o documento, o grupo no aplicativo de mensagens foi criado no dia 13 de dezembro de 2018, às 7h40, por Marco Antônio Querino. Mas o primeiro diálogo captado pelos investigadores tem a data de 19 de fevereiro deste ano. Ainda conforme o relatório, estavam como membros do grupo no WhatsApp os empresários Flávio Souza Maia, Marco Antônio Querino da Silva, Severino Roberto Maia de Miranda, o vereador Renan Maracajá, Frederico de Brito Lira, Angelo Felizardo e Azuilo Santana de Araújo Filho, além de uma outra pessoa não identificada pelos policiais.

DIÁLOGOS DOS EMPRESÁRIOS NO GRUPO

O relatório de inteligência da PF descreve vários diálogos entre os participantes do grupo. A maior parte deles é voltada para a marcação de um encontro entre os empresários, que aconteceria em um restaurante de Campina Grande e teria como objetivo discutir a distribuição da merenda escolar na cidade.

Em um dos diálogos, interceptados pela Polícia Federal, o empresário Frederico de Brito Lira alerta os membros para a necessidade de apagarem as mensagens postadas. “Eu queria só fazer uma observação. Pessoal, tudo isso aí, por gentileza, nunca é demais lembrar, apaguem de imediato, está certo? Acho que é o mínimo que a gente tem que fazer, cada um tem que responder pela sua parte. Não fica nada aqui, nem nos aparelhos de cada um. Vamos apagar tudo. Segunda-feira a gente conversa. Felicidades a todos.”, escreve o empresário no grupo. Para a Polícia Federal, a postura demonstra a preocupação de Frederico de Brito Lira com as mensagens que poderiam ser colocadas no grupo e revelariam as fraudes.

OPERAÇÃO FAMINTOS

A Operação Famintos investiga fraudes em licitações para a distribuição da merenda escolar em Campina Grande. No total, 16 pessoas já foram denunciadas pelo Ministério Público Federal. A operação já teve três fases, sendo a última delas deflagrada no dia 26 de setembro deste ano. Na operação se investiga que investiga fraudes milionárias na distribuição da merenda escolar em Campina Grande, desvios milionários por parte de uma ‘Orcrim’ na gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSD) e do seu vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP).

Redação 

porpjbarreto

Para evitar risco de apagão estatístico no Sertão, IBGE pede colaboração da sociedade para com coleta remota

Com a pandemia do novo coronavírus, instituto está tendo dificuldades na captação das informações

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, fundação pública do Governo Federal responsável por pesquisas estatísticas e levantamentos geográficos, vem enfrentando obstáculos para coleta dos dados junto à população sertaneja.

Com o distanciamento social imposto pela pandemia de COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, o instituto viu-se obrigado a converter sua coleta presencial de pesquisas para a modalidade remota, através de telefone ou aplicativos de mensagens, visando resguardar a saúde e o bem-estar dos cidadãos informantes.

A coleta remota, entretanto, está cada dia mais difícil, devido à infinidade de golpes criados por criminosos visando captar dados sensíveis que podem gerar prejuízos às vítimas.

Visando garantir que o informante de pesquisas estatísticas possa ter segurança de que está passando informações para um servidor público do IBGE devidamente capacitado, o instituto passou a divulgar cada vez mais os meios de verificação da identidade de seus entrevistadores.

Os entrevistadores fornecerão a sua matrícula ou documento de identificação aos cidadãos que demandarem quando do contato. Com a identificação do servidor do IBGE em mãos, o cidadão poderá ligar no 0800 721 8181 e consultar se quem o contatou pertence de fato ao governo. Aos que desejarem fazer a busca pela internet, é disponibilizado o endereço https://respondendo.ibge.gov.br

“É muito importante pedirmos a colaboração da população e das instituições para com o IBGE, pois essas pesquisas são fundamentais tanto para que a sociedade saiba sua situação socioeconômica, o contexto do mercado de trabalho, taxa de desemprego e também a situação da pandemia aqui na Paraíba, entre vários outros dados”, destacou Frank Vanuthy, coordenador do IBGE em Sousa e região.

O instituto teme que o nível cada vez maior de resistência às entrevistas possa inviabilizar a realização das pesquisas e consequente divulgação dos resultados, impondo um apagão estatístico.

Para a segurança de todos, o IBGE alerta que não solicita dados sensíveis dos seus informantes, tais como RG, CPF, números de contas, cartões, senhas, nem pede a numeração de códigos por mensagem.

Há ainda a garantia do sigilo das informações estatísticas, que não poderão constituir nenhum tipo de prejuízo aos informantes. A Lei 5.534/68 estabelece não só a obrigatoriedade da prestação das informações, com possibilidade de multa, mas também impõe o sigilo aos servidores do IBGE, prevendo penalidades em caso de qualquer tipo de descumprimento.

ASCOM

porpjbarreto

Votei favorável ao PL como incentivo para melhorar ainda mais esse trabalho desenvolvido pela Cagepa nos últimos anos disse Jeová

“Votei favorável ao PL 2.070/2020, que readequa a estrutura de cargos na organização da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (CAGEPA), como incentivo a esse trabalho eficiente que vem sendo desenvolvido pela Cagepa. Quero deixar meu testemunho, além de meu voto favorável, como incentivo a esse excelente trabalho que nos últimos anos tem merecido elogios”, destacou o deputado Jeová Campos, logo após confirmar seu voto na sessão remota desta quarta-feira (19). O PL reforça a política administrativa adotada pela Companhia que obedece a sérios e rígidos critérios organizacionais, baseados no Estatuto Social da empresa. O projeto, de autoria do Governo do Estado, foi aprovado com 25 votos favoráveis e oito contra.

Jeová reiterou ainda o excelente trabalho conduzido por técnicos e dirigentes da Cagepa. “O presidente Marcos Vinicius, Hélio Cunha Lima, Simão, aqui na região de Cajazeiras, Nenen da Cagepa, e tantos outros grandes nomes da empresa tem sido extraordinário e vejo um esforço da presidência da instituição em dar mais eficiência e velocidade aos procedimentos e creio que com essa mudança isso se dará de forma mais acentuada” destacou o parlamentar, lembrando que ‘cuidar da água é cuidar da vida e da qualidade de vida do povo’.

A imagem da Cagepa, lembrou Jeová, antes era um ponto de profunda presença na Imprensa de forma negativa. “A Cagepa de hoje é uma referência enquanto Companhia, como gestão administrativa e tem uma equipe técnica que de fato abraça as causas da empresa com muito zelo e competência. Eu quero dizer da minha admiração pelo trabalho e da satisfação de ver uma cidade como Carrapateira, tão distante, recebendo água do açude de Engenheiro Ávidos, de Monte Horebe receber água que há tantos anos se lutava. Fica aqui meu testemunho e meu voto favorável a essa iniciativa do Governo do Estado, como incentivo a esse trabalho eficiente que é desenvolvido pela Cagepa da Paraíba”, finalizou o deputado.

Assessoria

porpjbarreto

Olimpio defende a retomada dos espetáculos circenses em sistema drive-in, em Campina

Assim como no cinema, o drive-in pode ser o novo capítulo da história dos circos em Campina Grande, é o que defende o vereador Olimpio Oliveira que esteve nesta segunda-feira (17), no Circo Mundo Mágico, o qual está montado às margens da Av. Brasília, que está com as atividades suspensas desde março em virtude da pandemia do novo coronavírus.

“Conversei com Andrezza e fiquei impactado com o que ouvi. Na sua fala não há espaço para murmuração, pelo contrário, ela falou da sua imensa gratidão ao povo de Campina pelos reiterados atos de solidariedade, porém manifestou o desejo imenso de voltar a trabalhar e pediu para que a Prefeitura atenda o pleito para que possam voltar com os espetáculos no sistema Drive-in”, disse Olimpio por meio das suas redes sociais.

Segundo Olimpio, o objetivo desta solicitação, que segue para análise do Prefeito, é permitir a reunião de pessoas para experiências de fruição artística coletiva no contexto da pandemia, assegurando o cumprimento dos protocolos de saúde e o devido distanciamento recomendado por especialistas durante apresentações de música, teatro, audiovisual e atividades circenses.

 

Assessoria de comunicação

porpjbarreto

Apresentação da sede da Coasplan reúne produtores, cooperados e parceiros do agronegócio paraibano

A apresentação da sede da Cooperativa dos Associados da Asplan (COASPLAN) ao mercado paraibano do agronegócio reuniu produtores, cooperados e parceiros da entidade, na manhã deste sábado (15). Respeitando as devidas regras de flexibilização na pandemia, com convidados e anfitriões todos de máscaras, a inauguração da sede da Cooperativa aconteceu em meio a um café da manhã, com direito a descerramento de placa comemorativa, discursos e apresentação das instalações da entidade que chega ao mercado paraibano para ampliar os serviços de comercialização de insumos, produtos, máquinas e equipamentos para o setor do agrobusiness, com especial atenção, para os produtores canavieiros. A sede da COASPLAN fica na Avenida Francisco Marques da Fonseca, 294, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, e aos sábados, das 7h ao meio dia.

O presidente da Associação dos Planadores de Cana da Paraíba (Asplan), José Inácio de Morais, que descerrou a placa de inauguração da COASPLAN junto com o presidente da Cooperativa, Fernando Rabelo Filho, lembrou que a inauguração da entidade simboliza a concretização de um sonho antigo, que segue o sucesso de outras iniciativas no país que fomentam o agronegócio de forma consorciada e que pode ser uma semente de projetos ainda mais audaciosos. “A união de forças fortalece qualquer negócio e a gente já conhece iniciativas de sucesso com o sistema cooperativado em outras regiões do país e até mesmo aqui pertinho, em Pernambuco, com a COAF, de forma que começamos agora a disponibilizar na Paraíba, não apenas para nossos associados uma forma diferente de adquirir produtos, insumos, implementos e máquinas. Não chegamos para competir com ninguém, mas para somar”, disse José Inácio.

O presidente da COASPLAN, Fernando Rabelo Filho, destacou que a Cooperativa já nasce forte e com grande representatividade, mas que vai precisar da união e apoio de seus cooperados, dos associados da Asplan e do próprio mercado para crescer cada vez mais. “Nós representamos diretamente 1.600 produtores associados, que juntos respondem por 60 mil hectares de terra e temos 50 cooperados que plantam em 20 mil hectares, ou seja, que detém mais da metade de área cultivada de cana na Paraíba, isso só fazendo referência a cultura canavieira, porém não estamos focados apenas nela, mas, no mercado do agro de um modo geral”, destacou ele, lembrando que o apoio dos produtores em prestigiar a Cooperativa será fundamental para o sucesso da iniciativa. Fernando lembrou ainda que além das vantagens de ter mais um canal de compras, os cooperados ainda participarão do rateio proporcional de lucros da COASPLAN no final de cada exercício fiscal. “A Casa é nossa e quanto mais prestigiá-la, mais vantagens e dividendos teremos”, reiterou Fernando Filho.

O presidente do Sistema OCB/PB, André Pacelli, que estava acompanhado do superintendente do Sistema, Pedro Albuquerque, elogiou as instalações da COASLAN e desejou sucesso no novo empreendimento. “É com muita satisfação e alegria que vemos surgir essa cooperativa. Isso mostra a força do agronegócio e o quando o sistema cooperativado tem conquistado o mercado pelos seus inúmeros atrativos e desejamos muito sucesso para a COSPLAN na prospecção de novas parcerias que devem ser ampliadas além da área comercial e, inclusive, com o Sistema OCB/PB na área de capacitação e de outros projetos”, disse André.

O gerente de Negócios Agro da Sicredi Evolução Aurélio Pizano, destacou a similaridade de foco da instituição que representa com a COASPLAN, lembrando que ambos têm o mesmo ‘DNA’. “Tanto o Sicredi, quanto a COASLAN atuam no mercado com foco num sistema cooperativado que traz ganhos diversos para os cooperados e nós esperamos que a partir de agora ambas as instituições possam estreitar seus laços e serem parceiros”, disse Aurélio, lembrando que o Sicredi Evolução é a terceira melhor referência de crédito para o agronegócio na Paraíba, ficando atrás apenas do BNB e BB, respectivamente, primeiro e segundo lugares neste ranking.

O vice-presidente da COASPLAN, Pedro Neto, também prestigiou o evento e afirmou que essa data ficará como um marco no mundo do agronegócio paraibano. “Já há algum tempo que a gente sonhava com essa Cooperativa e este ano conseguimos realizar esse sonho e agora é acreditar e apostar nele, fortalecendo a entidade cada vez mais”, disse ele, lembrando que na sede da entidade, em Bayeux, além de amplas instalações que ocupam uma área de quase 1000 metros quadrados, incluindo um amplo galpão para o armazenamento de mercadorias e produtos, o cooperado tem além de todas as vantagens de compra, uma sala a disposição para a realização de reuniões.

O produtor canavieiro, associado da Asplan e cooperado da COASPLAN, Celso Morais, não apenas prestigiou o evento deste sábado, como já efetuou sua primeira compra através da Cooperativa. Ele adquiriu 60 litros do produto Implanta, um bio estimulante e complexo de nutrientes da empresa Agrivalle, para melhorar o enraizamento de parte de sua lavoura localizada na Fazenda Santa Emília, em Rio Tinto. “Essa é a primeira compra de outras que irei realizar, pois acho importante a gente prestigiar a Cooperativa, não apenas para obter vantagens na aquisição dos produtos, mas, também para fortalecer a entidade que quanto mais apoio tiver, mais forte ficará”, disse ele. O Representante Técnico da Agrivalle, Flávio Alves, não divulgou quais vantagens Celso tinha tido ao adquirir o Implanta através da Cooperativa, mas, adiantou que ele teve uma condição comercial vantajosa.

O diretor comercial da Cooperativa, Thiago Queiroz, que recepcionou os convidados, reforçou que embora a COASPLAN seja uma entidade ligada a Asplan, não é preciso o produtor ser associado para adquirir produtos da entidade. “Temos herbicidas, fertilizantes e defensivos agrícolas e também um portfólio de produtos que inclui implementos e máquinas para todo o mercado agrícola, não apenas para os produtores de cana-de-açúcar, de forma que estamos de portas abertas para todo o m mercado do agronegócio”, reforçou ele, agradecendo a parceria da Agrivalle, da PH Química e da Sumitomo neste início de operação da entidade. A COASPLAN está em operação desde a segunda quinzena de julho, com produtos para atender as linhas de cana-de-açúcar, de Hortifruti, de Pastagem, de Jardim, além de peças e máquinas agrícolas.

A Cooperativa tem ainda uma Central de Compras, com um funcionário à disposição dos clientes para fazer a cotação de peças e equipamentos, incluindo EPI’s. Para acionar a Central, basta que o interessado ligue pelo número (083) 2177-0441 e diga qual é sua necessidade de compra que a Cooperativa se encarregará de fazer as cotações e adquirir o produto sem custo adicional algum para o cliente. O representante da Yara Brasil Fertilizantes S/A, Mozart Cavalcante, também prestigiou a inauguração da sede da COASPLAN.

 

Assessoria

porpjbarreto

Prosa e Cantoria com Xangai

O isolamento social trouxe distâncias físicas, mas também reforçou a certeza de que é tempo de estar mais perto do que realmente importa. Também não tem sido fácil para as mestras e mestres que fazem a arte que admiramos. Na espera pelos próximos abraços e pra clarear a boca da noite do domingo 23 de agosto, o mestre Xangai puxa a cadeira para uma mão de prosa e cantoria virtual na sala de sua casa.

Um acarinhamento mútuo e uma conexão intimista entre público e artista, com solidariedade e afeto, numa chance de ver e escutar mais de perto a sabedoria e o encantamento com as coisas do universo sertanez acaatingado. O cantador vai homenagear seus mestres e sua ancestralidade com um repertório preparado especialmente para esse momento.

Caminhante aciganado com mais de 15 discos gravados, Xangai é um poeta-cantador de múltiplas delicadezas, trazendo em seu canto a sonoridade dos ranchos fundos dos sertões brasileiros, uma voz a serviço dos ritmos nordestinos. O artista integrou projetos consagrados como o Cantoria, ao lado de Elomar, Geraldo Azevedo e Vital Farias.

Essa vivência terá duração mínima de 90 minutos e acontecerá de forma restrita para quem adquirir os acessos. Os ingressos estarão disponíveis até o meio-dia do sábado, 22 de agosto, ou até esgotarem.

A mediação será de @lauritadias, historiadora, pesquisadora das tradições orais no universo da música e da educação. Articuladora Cultural da Kukukaya Criativa, admiradora do artista.

A arte de divulgação é presente de Silvio Sá. A técnica fica por conta da @faniquitoproducoes e toda bilheteria será destinada ao artista.

Nós da @kukukayacriativa e da @liquidificadorprodutora agradecemos e honramos a chance de produzir e partilhar desse momento especial.

 

Link para compra dos acessos:

https://www.sympla.com.br/prosa-e-cantoria-com-xangai__926044

 

Assessoria