Arquivo mensal agosto 2020

porpjbarreto

Anísio Maia assina carta de compromisso com as políticas públicas para pessoas com deficiência

O pré-candidato e deputado estadual, Anísio Maia (PT) se comprometeu a discutir a elaboração de políticas públicas para as pessoas com deficiência e a implementação do Estatuto da Pessoa com Deficiência na cidade de João Pessoa. O compromisso foi firmado com a assinatura do documento ‘Plataforma Política de Inclusão da Pessoa com Deficiência’, apresentado pelo Fórum Paraibano de Luta da Pessoa com Deficiência ‘Inclusão e Cidadania’.

O documento solicita o compromisso do pré-candidato em inserir as políticas para as pessoas com deficiência, de mobilidade e outras doenças crônicas como uma das prioridades do plano do governo, em caso de confirmação da candidatura e vitória nas eleições. A principal reivindicação é a de respeito e de viabilização para a efetivação da lei nº 13.146/2015, Lei Brasileira de Inclusão, conhecida popularmente como o ‘Estatuto da Pessoa com Deficiência’, além de diálogo com as entidades e instituições para solucionar as demandas urgentes que surgem relacionadas a esse público e tornar a capital em uma cidade inclusiva.

Anísio Maia assinou o documento e afirmou defender políticas públicas e governo inclusivos. “João Pessoa tem um alto contingente de pessoas com deficiências em relação à maioria das cidades e cabe às gestões ter a sensibilidade e atuação para garantir uma inclusão de fato que ultrapasse o assistencialismo. As pessoas com deficiência querem respeito à sua cidadania e garantia de autonomia delas dentro da nossa sociedade, por isso, assinamos esse documento. Temos compromisso já na formulação do plano de governos e com uma gestão da cidade que respeite o Estatuto e às demandas do Fórum. João Pessoa precisa se tornar a capital da inclusão”, frisou.

Assessoria

porpjbarreto

Maior evento de turismo rural do Brasil começa nesta terça-feira (1)

Promovido pelo Sebrae, até 4 de setembro, 16ª Ruraltur reúne empreendedores, produtores e artesãos em transmissão online

Em 2020, a Ruraltur terá uma edição inédita e especial. Além de ser o ano do Turismo Rural junto a OMT – Organização Mundial do Turismo, a transmissão 100% online permite o alcance do conteúdo por pessoas de diversos países, trazendo visibilidade dos pontos turísticos do Estado e grandes oportunidades para o mercado. Com o tema “A Inteligência do Turismo Rural”, o evento conta com uma programação exclusiva voltada para o desenvolvimento do setor no País com a participação de palestrantes nacionais e internacionais.

“A nossa expectativa é que a Ruraltur Digital seja um divisor de águas na história do Turismo Rural do Brasil e do mundo, em termos de visibilidade, projeção, relacionamentos, negócios e fortalecimento da rede de negócios do Turismo Rural na América Latina, principalmente”, declara Regina Amorim, gestora de turismo do Sebrae Paraíba.

Com o objetivo de fomentar o turismo rural envolvendo elos da cadeia produtiva do Turismo, Agronegócios e da Economia Criativa, o evento terá 57 palestras, 15 visitas técnicas e 4 rodadas de negócios. Haverá também a exposição de mais de 200 lojas virtuais com produtos e serviços do turismo e da produção associada, e a inauguração da Pousada Rural Matuto Sonhador, em Cabaceiras, totalmente online.

Sala de cinema e vídeo – Sete curtas consagrados de cineastas paraibanos clássicos e contemporâneos serão apresentados durante a Ruraltur 2020. A transmissão será aberta ao público e promete surpreender com filmes que revelam paisagens, personagens e costumes do universo rural nordestino. Entre os curtas, estão “Onde meus Olhos podem Alcançar”, “Cajueiro Nordestino”, “Uma flor na várzea” e “Ariano Suassuna: Cabra de Coração e Arte”. Os filmes serão exibidos nos dias 1, 2 e 3 de setembro, das 22h às 00h.

Eventos paralelos – Buscando promover e fortalecer os negócios e destinos do turismo rural do Brasil, a Ruraltur sediará outros encontros voltados para o setor. Um deles será a II Conferência Intercontinental de Turismo Rural (CINTURR), considerado um dos maiores eventos do segmento, que contará com palestrantes do Uruguai, Brasil, Venezuela, Portugal, Costa Rica, Argentina, Estados Unidos, Equador, Cabo Verde, México, Colômbia e Peru.

Para agregar ainda mais conhecimento, outro evento que promete ser destaque é o Encontro Nacional de Caminhadas na Natureza, com palestrantes da França, Estados Unidos e Canadá. Durante a programação da feira, no dia 4 de setembro, haverá ainda o “Encontro Digital dos Estudante de Turismo com Foco no Turismo Rural e de Natureza”. Com a participação de pesquisadores, empreendedores, professores e mestres na área de turismo, serão realizadas seis palestras entre visitas técnicas e rodadas de negócios. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no site do evento.

Como participar – Por ser um evento online e gratuito, os participantes podem ter acesso a programação com apenas alguns clicks por meio do smartphone ou computador no site www.ruralturdigital.com.br.

Parceiros – Para a realização, o evento conta com diversos parceiros, como o Instituto Brasil Rural, Associação Brasileira de Agências de Viagens da Paraíba, Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo do Ceará, além do Sebrae Paraíba, Mato Grosso, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Santa Catarina e Espírito Santo, o que beneficiará mais de 400 micro e pequenas empresas expositoras do Brasil.

Confira a programação completa no site oficial do evento: www.ruralturdigital.com.br

Serviço:
16ª Ruraltur | Feira de Turismo Rural do Brasil

Data: 1 a 4 de setembro de 2020

Local: 100% digital

Público-alvo: Empresas e empreendedores, produtores rurais e culturais, artesãos que atuam em atividades econômicas, vinculadas ao turismo rural, profissionais do trade turístico, gestores públicos, profissionais da imprensa, pesquisadores, professores e alunos dos cursos de turismo e visitantes em geral.

Programação completa no site oficial: www.ruralturdigital.com.br

Instagram: @ruralturdigital .

porpjbarreto

TCE-PB revela que reprovação de contas é um modelo da gestão do PSD em Campina

O que representa o modelo do Partido Social Democrático (PSD) de administrar Campina Grande? Essa pergunta pode ser feita, tendo em vista que a sigla lançou seu pré-candidato a prefeito, o ex-secretário da atual gestão municipal Bruno Cunha Lima. Em resposta a essa indagação acima, temos as recentes decisões do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) que rejeitou as contas da presidente da Câmara Municipal de Campina Grande Ivonete Ludgério (PSD) e do prefeito de Campina Romero Rodrigues (PSD).

Sobre a rejeição das contas da presidente da CMCG, o TCE-PB atestou que despesas com prestação de serviço e outras irregularidades foram citadas como as causas da reprovação das contas da filiada ao PSD. O julgamento aconteceu no dia 02 de julho pela 1ª Câmara do Tribunal, tendo o conselheiro Antônio Gomes Vieira Filho como relator do processo. Veja detalhes da decisão neste link: https://blogdomaxsilva.com.br/tce-reprova-conta-da-presidente-da-camara-de-campina-grande/, ou assista o vídeo da sessão: https://youtu.be/1sDrhlocfv8

Já no tocante a rejeição das contas de Romero, que preside estadualmente o PSD, o TCE-PB, constatou irregularidades com inconsistências milionárias em parecer técnico do Ministério de Contas da Paraíba (MPC-PB). A decisão da Corte foi tomada no dia 10 de junho de 2020. Dentre as irregularidades apontadas pelo MP sobre a gestão de Romero Rodrigues estão: a omissão de registro de receita orçamentária; registros contábeis incorretos sobre fatos relevantes, implicando na inconsistência dos demonstrativos contábeis; registros contábeis incorretos sobre fatos relevantes, implicando na inconsistência dos demonstrativos contábeis.

Segundo o parecer técnico do MP, mediante cota ministerial, foi verificado a análise incompleta sobre as justificativa e os documentos acostados aos autos pela Gestora do FMS, este Parquet opinou pelo retorno dos autos ao Órgão Auditor com vistas à apreciação da defesa integralmente. Confira mais detalhes: https://www.clickpb.com.br/paraiba/tce-pb-reprova-contas-da-prefeitura-de-campina-grande-em-2015-apos-constatar-irregularidades-e-imputa-debito-de-quase-r-500-mil-romero-rodrigues-285586.html

Um detalhe que vale uma observação também que quando pesquisando o nome Bruno Cunha Lima Branco no site: JusBrasil, referência em análise de processos nota-se que existem 1 processo cujo este nome é citado, referente a prestação de contas. Veja detalhes: https://www.jusbrasil.com.br/processos/194472585/processo-n-0600074-5220186150000-do-tre-pb

Redação

porpjbarreto

Receita paga hoje restituições do 4º Lote do Imposto de Renda

Terão direito ao crédito bancário 4.479.172 contribuintes

A Receita Federal paga nesta segunda-feira (31) o quarto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2020. O crédito bancário é para 4.479.172 contribuintes, totalizando o valor de R$ 5,7 bilhões.

Desse total, R$ 248, 63 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal: 6.633 idosos acima de 80 anos, 36.155 entre 60 e 79 anos, 4.308 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 17.787 cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 4.414.289 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 19 de junho de 2020.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal na internet. Na consulta à página da Receita, no Portal e-CAC, é possível acessar o serviço Meu Imposto de Renda e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Portal e-CAC, no serviço Meu Imposto de Renda.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento pelos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

 

Agência Brasil

porpjbarreto

Vídeo: popular diz que Prefeitura de Cajazeiras tem utilizado “pó de café” para tapar buracos

Indignado com o material utilizado pela Prefeitura Municipal de Cajazeiras, para realizar a “operação tapa-buracos” nas principais ruas do centro da cidade, um popular usou as redes sociais para denunciar a referida ação.

De acordo com o vídeo, a reclamação foi feita após uma equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura ter colocado sobre a pavimentação a paralelepípedo, uma porção de pó de brita e areia, sendo o material retirado do local de bastante facilidade. “Parece mais pó de café”, teria dito o denunciante. Vale ressaltar que a “Rua do Emboque” conhecida popularmente até hoje, é oficialmente a atual Rua 21 de Abril.  Como demonstra o vídeo abaixo:

 

Fonte: WhatsApp

porpjbarreto

PBTur participa da 16ª Feira de Turismo Rural 100% digital

Os principais pontos turísticos da Paraíba serão divulgados durante a realização da 16ª Ruraltur – Feira de Turismo Rural do Brasil, a primeira feira de turismo rural do mundo 100% digital, com transmissão grátis para diversos países. O evento será realizado de 1º a 4 de setembro. O Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), vai participar com um estande virtual – chamado pelos organizadores de ‘loja virtual’ – área onde as pessoas poderão conhecer e obter informações do Destino Paraíba.

Nessa área serão expostos vários roteiros turísticos, com informações detalhadas e imagens. Não haverá interação com o público, por isso, a PBTur vai disponibilizar um link com o número do whatsapp para atender as pessoas, em especial, agentes e operadores de viagens.

De acordo com o diretor de Marketing da PBTur, Luciano Lapa, o estande virtual da estatal apresentará os tradicionais roteiros pelo interior do estado, tendo em vista o contexto da RuralTur, que remete a destinos que tenham características interioranas, enaltecendo o trabalho de suas comunidades, fazendo girar a economia criativa. A presidente da PBTur, Ruth Avelino, explicou que a Paraíba é repleta de destinos que se encaixam na proposta das atividades rurais, com uma excelência na produção de artesanato, gastronomia e muita cultura.

O público da RuralTur será formado por empresários de micro e pequenos negócios, estudantes, professores, artesãos e produtores de diversos países. O tema abordado será “A Inteligência do Turismo Rural”. A feira terá uma programação voltada para empresas, produtores rurais e artesãos que atuam em atividades econômicas vinculadas ao turismo rural. A RuralTur é promovida pelo Sebrae Paraíba, e vai contar com 57 palestras, 15 visitas técnicas, quatro rodadas de negócios, 60 filmes na Sala de Cinema que todos terão acesso, das 22h às 0h, de 1 a 3 de setembro.

Haverá também a inauguração online da Pousada Rural Matuto Sonhador, em Cabaceiras, sala de cinema com a produção de empresários parceiros e a exposição de mais de 200 lojas virtuais com produtos e serviços do turismo e da produção associada.

Paralelo ao evento, vai acontecer a II Conferência Intercontinental de Turismo Rural (CINTURR), considerado um dos maiores eventos do setor, que contará com palestrantes do Uruguai, Brasil, Venezuela, Portugal, Costa Rica, Argentina, Estados Unidos, Equador, Cabo Verde, México, Colômbia e Peru. Outro evento que promete ser destaque é o Encontro Nacional de Caminhadas na Natureza, com palestrantes da França, Estados Unidos e Canadá.

Como Participar – por ser um evento online e gratuito, os participantes podem ter acesso a programação com apenas alguns clicks por meio do smartphone ou computador no site www.ruralturdigital.com.br.

 

Assessoria

porpjbarreto

Olimpio propõe implantar Serviço Médico Domiciliar para atender pacientes em Campina

A Câmara Municipal de Campina Grande aprovou  nesta quinta-feira (27) o requerimento nº 1374/2020, de autoria do vereador Olimpio Oliveira, onde o parlamentar requer ao prefeito Romero Rodrigues que sejam adotadas providências urgentes para a adesão do município de Campina Grande ao Programa Melhor em Casa, que realiza Serviço de Atenção Médica Domiciliar.

Segundo Olimpio, o Programa Melhor em Casa é financiado pelo Ministério da Saúde desde 2013: “É um serviço indicado para pessoas que apresentam dificuldades temporárias ou definitivas de sair do espaço da casa para chegar até uma unidade de saúde, ou ainda para pessoas que estejam em situações nas quais a atenção domiciliar é a mais indicada para o seu tratamento”, explicou Olimpio. A atenção domiciliar visa a proporcionar ao paciente um cuidado mais próximo da rotina da família, evitando hospitalizações desnecessárias e diminuindo o risco de infecções, além de estar no aconchego do lar.

O vereador ainda reafirmou que o programa é financiado pelo Governo Federal e que os custos para o município são irrisórios diante da importância do serviço para a comunidade, ou seja, o Ministério da Saúde repassa, por mês, R$ 50 mil para o custeio das Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar Tipo 1 (EMAD 1), R$ 34 mil para o custeio das Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar Tipo 2 (EMAD 2) e R$ 6 mil para as equipes de apoio (EMAP).

Assessoria de Comunicação

Vereador

porpjbarreto

Ruraltur digital terá sala de cinema e vídeo para apresentar curtas paraibanos

Filmes serão transmitidos durante a programação de 1 a 3 de setembro, das 22h às 00h

Apresentar a riqueza cultural por meio de filmes que produzidos na Paraíba e no Nordeste brasileiro. Este é o propósito da sala de cinema da 16ª Ruraltur, que contará com sete curtas consagrados de cineastas paraibanos clássicos e contemporâneos. “É uma alegria muito grande poder reunir duas áreas da economia criativa em um evento especial – a Ruraltur. O cinema e o turismo têm uma proximidade na medida em que um pode integrar o outro, representando fatos da história da região. Estamos preparando uma programação para encantar a todos”, adianta João de Lima, cineasta, vice-presidente da Associação Paraibana de Cinema, coordenador do NUDOC-UFPB, professor do Decom no curso de cinema e organizador da sala de cinema e vídeo da feira. Os filmes serão exibidos nos dias 1, 2 e 3 de setembro, das 22h às 00h.

A transmissão será aberta ao público e promete surpreender com filmes que revelam paisagens, personagens e costumes do universo rural nordestino. “Será um painel rico em conhecimento, trazendo desde perfis de escritores, como José Américo de Almeida e Ariano Suassuna, a obras experimentais de um cinema mais clássico, como o de Linduarte Noronha com o filme ‘Cajueiro Nordestino’, por exemplo”, explica.

Um dos curtas da programação é o “Onde meus Olhos podem Alcançar” com direção de Leonardo Gonçalves. “Este filme traz memórias de personagens que desenvolveram o hábito de recitar versos olhando o campo em poéticas paisagens do Brejo paraibano”, conta João de Lima. Outro destaque será “Cajueiro nordestino”, de Linduarte Noronha, mundialmente reconhecido pelo seminal “Aruanda”. “O filme de 1962 traz uma monografia científica que serve de ponto de partida para o cineasta trazer ao público uma pérola da culinária nordestina, o caju”, conta.

Além disso, o público poderá assistir também “Uma flor na várzea”, com direção de Mislene Santos e Matheus Andrade, “Romão”, de Vânia Perazzo, e “Ariano Suassuna: Cabra de Coração e Arte”, com produção e direção de Las Luzineides, João Carlos Beltrão e Cláudio Brito.

 

Confira os filmes que serão exibidos:

  1. Borges (2003)

Direção: Laurita Caldas

Duração: 7 min

O cordelista J. Borges é famoso por ser além de um criador gráfico (capista e impressor de incontáveis folhetos da tradição popular) um profundo amante das histórias desse gênero tão popular nas feiras livres no país. A obra de Laurita Caldas arrebatou diversos prêmios quando de sua participação em festivais de cinema e vídeo, criando uma ambiência extremamente rica a partir de uma visita nas oficinas do velho impressor.

 

Onde meus olhos podem alcançar (2020)

Direção: Leonardo Gonçalves

Duração: 3 min

O que Fernando Pessoa comunica a uma agricultora de Alagoa Grande, na Paraíba? A resposta vem na forma como o cineasta Leonardo Gonçalves vasculha a memória de personagens que desenvolveram o hábito de recitar versos olhando o campo em poéticas paisagens do brejo paraibano.

Uma flor na várzea (2006)

Direção: Mislene Santos e Matheus Andrade

Duração: 20 min

A flor – Margarida – foi abruptamente violentada pela explosão de um fuzil na paz do seu lar. Margarida Maria Alves não merecia esse trágico fim. Foi silenciada a mando do latifúndio, porém o trabalho da dupla de documentarista foi investigar as ramificações desse acontecimento com o poder local. E mais, explicar aos espectadores que as ideias que a líder sindical deixou continuam no clamor de inúmeras vozes não silenciadas.

 

Romão (1982)

Direção: Vânia Perazzo

Duração: 15 min

A cineasta Vania Perazzo acompanha o cotidiano do agricultor e artista Romão. Deu voz à sua singular personalidade de andarilho nas redondezas da cidade de Areia. A forma como cria e se diverte com seu improvisado berimbau e conjunto de latas reaproveitadas do lixo é comovente.

Ariano Suassuna: Cabra de Coração e Arte ou o Cavaleiro da Alegre Figura (2008)

Produção/Direção: Las Luzineides, João Carlos Beltrão e Cláudio Brito

Duração: 49 min

A dupla de cineastas com o apoio do coletivo Las Luzineides, conseguiu flagrar Ariano Suassuna e familiares numa tranquila tarde de conversas. Daí surge uma obra que explica grande parte da genialidade do escritor paraibano radicado no Recife e a obra literária relacionada ao alto sertão da Paraíba, sua fauna e sua flora. Pouquíssimas pessoas tiveram o privilégio – que ora é compartilhado com o espectador – de ver tão bem explicado em imagens e sons esse universalista da cultura nacional.

Cajueiro nordestino (1962)

Direção: Linduarte Noronha

Duração: 20 min

Uma monografia científica serve de ponto de partida para o cineasta Linduarte Noronha – mundialmente reconhecido pelo seminal “Aruanda” – trazer ao público uma pérola da culinária nordestina, o cajú. Vazado em experiências formais de buscar um cinema “puro” ele mostra-se tão criativo – ou mais – como no seu primeiro filme.

 

A Bagaceira – livro e contexto (1998)

Direção: João de Lima e Manuel Clemente

Duração: 7 min

Elisalva Madruga, especialista na obra de José Américo de Almeida, concede uma substancial entrevista para resumir o trabalho criativo do paraibano que inaugurou o romance regionalista brasileiro. Também Odilon Ribeiro Coutinho nos conta da inserção dessa obra no contexto nacional.  A fotografia é do experiente Manuel Clemente, que por mais de cinco décadas enquadra o litoral, brejo e sertão da Paraíba.

 

Assessoria

porpjbarreto

Doutora Paula vota a favor da LDO e diz que emendas impositivas irão garantir novos investimentos nos municípios

A deputada estadual Doutora Paula (Progressistas) votou, nesta quarta-feira (26), favorável ao Projeto 1.644/2020 que trata da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) encaminhada pelo Governo do Estado e consequentemente na emenda do relator, Tião Gomes (Avante), que garante as emendas impositivas aos deputados num percentual de 0.4%. Para a deputada, as emendas que serão garantidas a partir de 2021 são importantes para garantir investimentos nos municípios, sobretudo os pequenos.

“O ideal seria, como todos os outros estados chegar a um percentual de 1.2, isso é o desejo de todos nós deputados. Tenho certeza que nenhum deputado trabalharia para que chegássemos apenas a 0.4%, mas no momento não podemos dizer um não a uma ajuda para os municípios. Se formos para o alto Sertão entenderemos a necessidade até de um aparelho de raio-x. Não é o suficiente, mas esse pouco já se torna muito para quem mais precisa”, disse a deputada.

Os deputados aprovaram ainda mais duas emendas modificativas. Uma delas determina que o valor das propostas orçamentárias para o exercício de 2021, e respectivo limite para a fixação de despesa do Poder Legislativo e Judiciário, o Tribunal de Contas do Estado, o Ministério Público e a Defensoria Pública será o valor aprovado na Lei 11.627/2019 (LOA 2020) acrescido do IPCA de julho de 2019 a junho de 2020, para os referidos poderes e órgãos.

A outra emenda diz que a proposta orçamentaria de 2021 da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) não poderá ter valor inferior ao orçamento aprovado do ano anterior. O projeto é a base para elaboração da Lei Orçamentária do Estado para o exercício financeiro de 2021, foi aprovado pela maioria dos parlamentares, durante sessão extraordinária, realizada de forma remota.

 

Assessoria

porpjbarreto

Famílias de 61 municípios do semiárido nordestino serão incluídas no Programa Fomento Rural

A iniciativa incentiva as famílias a ampliarem e diversificarem a produção de alimentos e outras atividades que geram renda

O governo federal quer fortalecer o Programa Fomento Rural e, para isso, vai incluir famílias de 61 municípios de Alagoas, Sergipe, Piauí e Pernambuco no programa, cujo objetivo é incentivar a geração de renda pela produção própria da família, melhorar as condições de vida e atingir a emancipação do Bolsa Família.

O Programa Fomento Rural é uma das políticas públicas voltadas para a superação da pobreza nas áreas rurais. A iniciativa incentiva as famílias a ampliarem e diversificarem a produção de alimentos e outras atividades que geram renda, garantindo melhoria na segurança alimentar e nutricional.

As famílias incluídas podem desenvolver projetos no âmbito agrícola, como a criação de pequenos animais e cultivo de hortas, por exemplo, ou não-agrícolas, como artesanato e salão de beleza.

A estimativa do governo é de que mais de 2,3 mil empregos diretos sejam gerados e que mais de 116 mil famílias rurais recebam orientações técnicas e repasse de recursos financeiros para o investimento em projetos produtivos. As famílias foram identificadas pela Embrapa e são consideradas extremamente pobres, com renda per capita mensal de até R$ 89.

De acordo com o Ministério da Cidadania, após serem incluídas no programa, as famílias podem ter um aumento de renda médica em até R$ 170 mensais. Até agosto, o Programa Fomento Rural beneficiou mais de 282 mil famílias.

Fonte: Brasil 61