Cejusc da JFPB passa por fase de entrevistas do 17º Prêmio Innovare

porpjbarreto

Cejusc da JFPB passa por fase de entrevistas do 17º Prêmio Innovare

Centro de Conciliação concorre à premiação com o projeto “Concilia Net”, que realiza audiências por videochamada de WhatsApp

Foi realizada, nesta semana, a entrevista do 17º Prêmio Innovare com os representantes da Justiça Federal na Paraíba (JFPB) que estão concorrendo à premiação, destinada a reconhecer as práticas que aprimoram o sistema judiciário em todo o País. A juíza federal Adriana Nóbrega, coordenadora do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da JFPB, foi entrevistada pelo consultor Rafael Cavalcanti. A Seção Judiciária paraibana concorre ao Prêmio com o projeto “Concilia Net”, que realiza audiências de conciliação por videochamada de WhatsApp, iniciativa fundamental para este período de pandemia.

“Acreditamos que o nosso projeto pode contribuir com o sistema de justiça, tornando-o menos burocrático e mais acessível à população. Independentemente do resultado do Innovare, o próprio reconhecimento da dedicação de todos os servidores e conciliadores envolvidos nos motiva a seguir com o propósito de oferecer as melhores ferramentas à conciliação”, declarou a magistrada. Segundo ela, o “Concilia Net” já realizou mais de 330 audiências por meio de videochamada no aplicativo WhatsApp, com percentual de êxito superior a 70%, já tendo ultrapassado mais de R$ 2 milhões em acordos realizados. “Neste momento de pandemia, a solução encontrada pelos integrantes do Cejusc tem sido muito importante para as partes e tem servido de modelo para outras Seções judiciárias”, disse.

Para o supervisor do Cejusc, Marconi Araújo, também indicado para conceder entrevista sobre a iniciativa, o “Concilia Net” surgiu em momento apropriado e vem proporcionando enorme satisfação do público envolvido. “A Justiça Federal na Paraíba, por meio do Centro de Conciliação e Cidadania, reinventa-se de modo prático e eficaz ao fazer uso de um aplicativo de fácil manuseio e bastante utilizado pela população, como o WhatsApp, favorecendo o êxito do projeto”, acentuou.

Normalmente, os concorrentes do Prêmio Innovare recebem visitas presenciais dos consultores, em cada localidade onde funcionam, para verificação de informações adicionais e de seus efeitos práticos sobre o público atendido. No entanto, este ano, por conta das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o distanciamento social, diante da pandemia da COVID-19, a visita presencial do consultor será substituída por entrevistas on-line. Os encontros virtuais terminarão nesta sexta-feira (31).

Depois da entrevista on-line, são indicados nomes e contatos de pessoas diretamente impactadas pela prática. Dessa forma, elas podem contar suas experiências positivas com o serviço recebido, validando a iniciativa. A previsão é de que o resultado do Innovare seja divulgado até dezembro, quando deve ocorrer a entrega da premiação.

 

Assessoria de Comunicação 
Justiça Federal na Paraíba – JFPB

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta