“É muito desespero”, diz sindicalista, ao rebater ataques a sua família

porpjbarreto

“É muito desespero”, diz sindicalista, ao rebater ataques a sua família

A professora Elinete Lourenço, presidente do Sindicato dos Funcionários Municipais de Cajazeiras, classificou como desespero a onda de ataques contra ela e seus familiares, que estão sendo humilhados, com a exposição de contracheques, numa tentativa de desestabilizar sua atuação sindical no SINFUMC e na diretoria da CUT.

“Cajazeiras conhece a minha história e meu compromisso com as lutas sindicais, independente de posição política de familiares que ocupam cargos públicos. Só posso entender como desespero de quem vive de politicagem, tentando denegrir a imagem das pessoas para agradar aos chefes”. Disse, Elinete Lourenço.

 

Assessoria

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta