Encontro das Cidades Criativas Brasileiras da Unesco será sediada pela FINCC 2020

porpjbarreto

Encontro das Cidades Criativas Brasileiras da Unesco será sediada pela FINCC 2020

Ecriativa Virtual acontece no dia 5 de maio para 1000 pessoas, de forma Digital. No evento serão discutidos projetos inovadores, impactantes e compartilháveis

Criar ações inovadoras e compartilháveis que possam movimentar a economia em tempos de crise, esse é o pedido da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação), para as 246 cidades que constituem a rede mundial de Cidades Criativas. Na atual situação pandêmica do mundo, se configura ainda mais urgente a necessidade de medidas inovadoras e diversificadas para movimentar a economia, principalmente das pequenas e médias empresas. É preciso se destacar no mercado para ser visto e vender. Pensando nisso, João Pessoa, uma das cidades da rede, tomou a iniciativa de promover a Ecriativa Virtual (Encontro das Cidades Criativas Brasileiras). O encontro acontecerá no dia 5 de maio, das 15h às 17h, e será sediado pela FINCC 2020 (Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos, do Sebrae Paraíba), que irá ser realizada entre os dias 4 e 10 de maio de forma 100% digital e gratuita.

O grupo de cidades Brasileiras que fazem parte da rede mundial, é formado por 10 cidades, em cinco categorias, são elas: Belém (PA), Florianópolis (SC), Paraty (RJ), Belo Horizonte (MG) na Gastronomia; Brasília (DF), Curitiba (PR), Fortaleza (CE) no Design; João Pessoa (PB) no Artesanato e Artes Folclóricas; Salvador (BA) na Música; e Santos (SP) no Cinema. No Ecriativa, que será mediado por Marianne Góes, cada cidade tem o direito de escolher dois representantes, com 10 minutos disponíveis para apresentar até três projetos desenvolvidos, que sejam inovadores, impactantes e compartilháveis, em qualquer área da economia criativa.

A primeira edição do encontro nacional, foi realizada em março de 2018, em João Pessoa, que foi a responsável pela ideia de promover uma reunião apenas com as cidades do Brasil. Esse ano, o evento aconteceria em Salvador, na Bahia, mas foi adiado, devido a pandemia da Covid-19 (novo Coronavirus), sem data definida. A iniciativa de realizar o evento de forma digital, também partiu da capital paraibana. “Nosso desejo é que todas as cidades participem, o que não é obrigatório, mas acreditamos que que todas elas possuem iniciativas interessantes à serem compartilhadas, e estamos trabalhando para que isso aconteça”, disse Eduardo Barroso, Coordenador do Labin (Laboratório de Inovação Cultural de João Pessoa) e um dos responsáveis pela coordenação do evento.

Eduardo ressaltou a importância do evento na atual crise enfrentada pelo mundo. Ele considera que conhecer ideias novas e ter bons exemplos é um ótimo meio de pensar em soluções para a crise de forma criativa. “O nosso desejo é possibilitar uma rede de compartilhamento de práticas e bons projetos que possam ser reproduzidos em cada uma das cidades que fazem parte da rede. Conhecer os projetos que as cidades estão desenvolvendo, como é o principal desejo da UNESCO”, relatou ele.

O objetivo do evento é fazer com que esses projetos sirvam de estímulos e exemplo para as demais cidades, e para o público que estará assistindo ao encontro e poderá interagir através de perguntas em chat. As inscrições serão realizadas pelo site da FINCC (https://fincc.com.br/),  e as vagas são limitadas.

A FINCC – Conforme a organização do evento, a programação desse ano da Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos contará com 14 palestras técnicas, 24 palestras de casos de sucesso de pequenos negócios, além de shows culturais, lançamentos de livros, desfiles, workshops e muitas promoções.

Todos os segmentos de economia criativa serão contemplados, como artesanato e arte popular, artes visuais, audiovisual e cinema, design, música, teatro, circo, literatura, games, arquitetura, moda, museus, comunicação, publicidade, websites e startups. Informações aqui: www.fincc2020.com.br

Assessoria

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta