Câmeras flagram assaltantes no Fórum de Juazeirinho e suspeitos já estão presos

porpjbarreto

Câmeras flagram assaltantes no Fórum de Juazeirinho e suspeitos já estão presos

A implantação do Softaware Visit em mais 16 comarcas e as prisões de sete, dos oito envolvidos no roubo de dois aparelhos de TV no Fórum da Comarca de Juazeirinho foram alguns dos pontos de debate durante mais uma reunião da Comissão Permanente de Segurança do Tribunal de Justiça da Paraíba. O encontro de trabalho aconteceu na manhã desta segunda-feira (16), no TJPB, sob a condução do desembargador Joás de Brito Pereira Filho.

O desembargador concluiu que houve avanços significativos em todas as ações e projetos desenvolvidos pelo Poder Judiciário estadual no segmento segurança. O presidente da Comissão disse, também, que o problema da Comarca de Juazeirinho já foi resolvido. “Sete pessoas estão presas e um mandado de prisão preventiva já foi expedido contra o único foragido. As câmeras de segurança possibilitaram a identificação e a consequente prisão dos bandidos em Juazeirinho”, disse Joás de Brito.

O Tribunal de Justiça, por meio da Gerência de Segurança Institucional, concluiu, na semana passada, a instalação das últimas câmeras de segurança nos fóruns e prédios de todo o Judiciário estadual, totalizando 1.194 equipamentos de monitoração.

Juiz auxiliar da Presidência Rodrigo Marques

A respeito do “Visit”, ferramenta fundamental para o pleno funcionamento do Projeto Acesso Seguro nas unidades, o juiz auxiliar da Presidência, Rodrigo Marques, disse que o sistema passou a funcionar em mais 16 comarcas, sendo elas: Caaporã, Rio Tinto, Mamanguape, Jacaraú, Água Branca, Juazeirinho, Santa Luzia, Princesa Isabel, Queimadas, Alagoa Grande, Areia, Picuí, Sousa, Catolé do Rocha e Campina Grande. “Os fóruns da Paraíba estão, efetivamente, mais seguros com a disponibilidade de equipamentos tecnológicos que facilitam as investigações e apuração dos delitos”, comentou.

O software também está presente no Anexo Administrativo do TJPB e nos fóruns de Itabaiana, Mari, Piancó, Bananeiras, São Bento, São José de Piranhas, Bayeux, Pedras de Fogo, Cajazeiras, Conceição, Sapé, Fórum Regional de Mangabeira, e Fórum Criminal de João Pessoa.

Também participaram da reunião a gestora do Projeto Acesso Seguro, juíza Michelline Jatobá, o presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), juiz Max Nunes, o gerente de Segurança Institucional, coronel Gilberto Moura, e o coordenador do Projeto Acesso Seguro, Jardel Rufino.

Acesso Seguro em Campina Grande– Nesta terça-feira (17), o Projeto Acesso Seguro será implantado na segunda maior Comarca da Paraíba, Campina Grande. O Acesso Seguro tem por referência a Resolução nº 176/2013 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que institui o Sistema Nacional de Segurança do Poder Judiciário. No ano passado, mais de 390 mil pessoas tiveram o acesso controlado nos fóruns da Paraíba, sobretudo nas comarcas de fronteira. Só no Fórum Criminal de João Pessoa, foram 112.694.

Juíza Micheline Jatobá

Micheline Jatobá lembrou que, só no ano passado, a equipe desenvolveu atividades em 30 comarcas de todas as regiões do Estado. “Isso significa mais de 50% das unidades. Dessas comarcas, onze já contam com o funcionamento total do Projeto, que consiste em controlar o acesso de pessoas às unidades da Justiça estadual, seguindo procedimentos de identificação, inspeção de segurança, submissão ao aparelho detector de metais e utilização de crachá de identificação”, ressaltou a gestora.

O Acesso Seguro já funciona nos fóruns Cível e Criminal da Capital e nos fóruns de Bayeux, Santa Rita, Cabedelo e de Mangabeira, além do Anexo do TJPB.

 

Assessoria – TJPB

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta