Promotor que investiga Ricardo Coutinho na Operação Calvário vira colaborador no gabinete de Augusto Aras

porpjbarreto

Promotor que investiga Ricardo Coutinho na Operação Calvário vira colaborador no gabinete de Augusto Aras

O trabalho do procurador Octávio Paulo Neto, coordenador do Gaeco, ganha repercussão nacional, especialmente por operações com o Xeque-Mate e Calvário. Octávio foi nomeado, no final do ano passado, “membro colaborador” do gabinete do procurador-geral Augusto Aras.

A nomeação foi de 20 de dezembro e consta de uma portaria (nº 1350) da PGR. Octávio atuará na Secretaria de Perícia, Pesquisa e Análise, porém “sem prejuízo de suas atribuições no Ministério Público do Estado da Paraíba e com ônus para o Órgão cedente”. A nomeação é, certamente, um prêmio ao trabalho desenvolvido pelo Gaeco.

Significa que Octávio passará a ter um vínculo federal com a PGR, em Brasília, mas manterá suas atribuições como coordenador do Gaeco. Ou seja, ganha mais musculatura para enfrentar as organizações criminosas desbaratadas pelas mais recentes operações comandadas pelo grupo.

 

Com Helder Moura 

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta