Deputado paraibano chama filho de Bolsonaro de “Carluxa”

porpjbarreto

Deputado paraibano chama filho de Bolsonaro de “Carluxa”

O deputado federal Julian Lemos (PSL-PB)discutiu nas redes sociais neste domingo (29) com o segundo filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ).

“Você pode bancar o fodão para muita gente, pra mim não, esse ano o lugar do debate vai ser no microfone da Câmara dos Deputados, o remédio de um doido é outro na porta. Esse aí é o grande influenciador do líder do nosso país, apenas um desequilibrado, Carluxa…Tu é um merda!”, escreveu o deputado em mensagem no Twitter.

O congressista foi o principal articulador de Bolsonaro no Nordeste durante as eleições de 2018. No entanto, ele se distanciou do círculo próximo do mandatário e ficou do lado do presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), após o racha na sigla que resultou na saída do próprio presidente da República do partido.

A declaração de Julian foi uma resposta a um vídeo  publicado por Carlos mais cedo neste domingo. No conteúdo divulgado pelo vereador há um áudio atribuído ao deputado da Paraíba no qual ele critica de forma genérica os filhos de Jair Bolsonaro.

Embora não cite nomes, há menções às investigações de acúmulo de salário de assessores envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ).

Veja o vídeo:

Julian Lemos: Seria um deputado da Paraíba atacando seu povo, acusando e ameaçando quem o elegeu?

Ao responder Carlos Bolsonaro por meio do Twitter, Julian Lemos não negou nem confirmou que o áudio é verdadeiro.

Leia a seguir a transcrição do que é dito no fala atribuída ao deputado:

“Eu tenho percebido que existe uma idolatria agora pelos príncipes, como coisa que esse Brasil tivesse marchado pelos filhos… Lutamos essa guerra maldita da esquerda do país, a favor do Brasil e pelo presidente. Fica um monte imbecil, quase que fazendo uma gulosa nesses caras,  que ficam aí surfando, eles que surfam, mas não é dentro do Congresso, não, fazendo muita gente de otário. Deputado como eu, meu irmão, é que vai para o front, não fica de conversinha, nem viadagem em Twitter, minha paciência esgotou, sou deputado federal igual a ele, o voto dele e o meu valem um, entendeu? Só que sou Paraíba, não pedi favor a ninguém, nem fiquei bajulando ninguém, fui convocado. Fiz um trabalho da porra que toda Paraíba sabe e o Nordeste.

Não vou lamber bota de ninguém, não fiz isso com meu pai,  vou fazer com filho de ninguém. A Paraíba tem orgulho de um cabra macho e é o que vou fazer, entendesse? Eu quero que o cabra aponte para o meu mandato e diga: ‘está fazendo coisa  errada’. Não tem, não faço rachadinha, não pego auxílio moradia para botar no bolso, comprar imóvel, entendeu, meu irmão? Não faço rachid, não escondo criminoso, está entendo? Não faço imbróglio para Justiça, não coloco o presidente em constrangimento, para nego tirar onda comigo, tenho medo de filho de ninguém, só tenho medo de Deus, Deus, entendesse? Que até o dia de chegar a hora da minha morte vou encarar ele e vou embora.

Fica um monte de babão venerando homens nessa terra. Quem venerar senador, deputado ou presidente vai se decepcionar. A força está no povo, na consciência política do povo, essa mediocridade da nossa gente é que faz esse estado ser pobre. Isso que aborrece, essa subserviência, essa babada imunda  e sebosa de gente que na realidade não tem argumento contra mim. Agora ano que vem, passou-se um ano, ano que vem não tem problema. Sabe qual é a função de um deputado federal que muita gente não sabe? Fiscalizar o Executivo e propor leis”.

Leia a série de mensagens que o congressista compartilhou para responder ao vídeo divulgado:

Com informações de Congresso em Foco

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta