Provas do concurso para os Cartórios Extrajudiciais do Estado da Paraíba começam neste domingo (24)

porpjbarreto

Provas do concurso para os Cartórios Extrajudiciais do Estado da Paraíba começam neste domingo (24)

Tem início neste domingo (24), a partir das 9h, na Escola Superior da Magistratura (Esma), em João Pessoa, o Concurso Público para a Outorga de Delegação de Serviços Notariais e Registrais do Estado da Paraíba. A prova oral e a entrega de títulos seguem até o próximo sábado (30). A previsão inicial é de 632 candidatos participantes, somados aos que tiverem alguma decisão judicial deferida, em caráter liminar, que se submeterão ao processo no último dia do certame. A lista com a relação dos candidatos aptos e a tabela de horários de prova, dias e bancas examinadoras, constam no Diário da Justiça eletrônico (DJe) publicado no dia 23 de outubro de 2019.

Os cartórios, denominados “Serventias ou Ofícios Extrajudiciais”, prestam serviços notariais e de registros públicos, atividades que constituem funções públicas, e que, por força do disposto no artigo 236 da Carta Magna, não são executadas diretamente pelo Estado, e sim, por meio de delegação a particulares.

A seleção para os cartórios extrajudiciais é promovida pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, por meio do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses). A ordem de participação de cada candidato na prova oral, com indicação do dia e hora do início de sua arguição e hora limite para entrada em sala de prova, foi definida em audiência pública realizada no dia 29 de outubro.

De acordo com a supervisora e responsável pela organização do certame no âmbito do TJPB, Suely de Fátima, o Ieses divulgará, até o início da semana, os atos de convocação para os candidatos que tiveram medida liminar deferida.

Assuntos como documentos, editais, notas, convocações, atas de reuniões e outros podem ser acessados no endereço eletrônico do TJPB (www.tjpb.jus.br), clicando no menu Serviços e em seguida: Concursos e Seleções – Concurso de Cartórios Extrajudiciais .

No dia da prova – Após a identificação de cada candidato, será sorteado pelo coordenador auxiliar de aplicação da prova até 40 minutos antes do início da realização do exame, o ponto dos programas (número único para os três examinadores), individualizando a matéria a ser arguida, sobre o qual versarão as perguntas de cada um dos examinadores do candidato.

Efetuado o sorteio, cada candidato terá 30 minutos para consulta a material de seu interesse, dirigindo-se, em seguida, ao local de arguição. A utilização dos materiais de consulta segue as mesmas normativas aplicáveis aos materiais passíveis de uso quando da realização da prova escrita e prática. Durante este período, sem dilatação de tempo, será recolhida a documentação da prova de títulos a ser entregue pelo candidato.

A Comissão – A Comissão Organizadora do Concurso é composta pelo vice-presidente do TJPB, desembargador Arnóbio Alves Teodósio (presidente) e pelos membros: juízes Meales Medeiros de Melo, Silmary Alves de Queiroga Vita e Fábio Leandro de Alencar Cunha; por representantes do Ministério Público, procurador José Raimundo de Lima, da OAB-PB, advogada Francisca Lopes Leite Duarte, dos titulares das Serventias Extrajudiciais, notário Válber Azevêdo de Miranda Cavalcanti e registradora Maria de Lourdes Alcântara Brito Wanderlei.

Por Gabriela Parente Gecom/TJPB

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta