Complexo Hospitalar de Patos recebe ‘Menção Honrosa’ da SES pela implantação do projeto ‘Cinema do Bem’

porpjbarreto

Complexo Hospitalar de Patos recebe ‘Menção Honrosa’ da SES pela implantação do projeto ‘Cinema do Bem’

Humanizar o tempo de hospitalização do paciente e reduzir o estresse no ambiente hospitalar. Essa é a proposta do projeto ‘Cinema do Bem’, uma iniciativa do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, que nesta quinta-feira (14), foi destaque com a conquista de um certificado de ‘Menção Honrosa’, outorgado pela Secretaria de Estado de Saúde, durante reunião de planejamento anual de gestores de unidades. A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, recebeu o certificado da secretária executiva, Renata Nóbrega, e do secretário executivo de Gestão de Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi. A diretora administrativa do Complexo, Isabela Cristina dos Santos e o diretor técnico, Dr. Wostenildo Crispim, também estavam presentes na reunião. Na ocasião, o Complexo apresentou quatro projetos, entre os quais, o que conquistou o certificado.

O Complexo foi a unidade que integra a rede estadual de saúde que mais apresentou projetos na reunião, com quatro iniciativas. Além do ‘Cinema do Bem’, foram apresentados os projetos ‘Implantação do método Kambam no serviço de urgência e emergência do Complexo’, ‘Implantação do Núcleo Interno de Regulação’ e ‘Implantação da regulação local na unidade de oncologia do sertão’. No computo geral, foram apresentados 30 trabalhos, dos quais 12 foram premiados, entre os quais estava o ‘Cinema do Bem’. “Todas essas iniciativas promovem mudanças significativas nos processos internos que refletem uma melhoria na prestação do serviço”, destaca Liliane.

Implantado em março deste ano para os pacientes do Hospital do Bem, que integra o Complexo e atua com tratamento oncológico, o ‘Cinema do Bem’ consiste na projeção de filmes nas enfermarias para pacientes e acompanhantes. “A proposta é trabalhar as emoções, a ansiedade, a tristeza, a baixa autoestima e até a depressão, de maneira lúdica, através da projeção de filmes. Com ele, incluímos a arte como instrumento no processo curativo, porque ao projetar um filme estamos promovendo momentos de relaxamento, calma, tranquilidade, alegria e prazer que são sensações curativas também, principalmente para que está se tratando de uma doença que ainda carrega um grande estigma”, destaca Liliane, explicando que, atualmente, o projeto, que tem como parceiro o Cine Guedes, não está sendo realizado por causa de ajustes internos na unidade, mas, que voltará em breve.

De acordo com Liliane, essa iniciativa mostra o quanto a equipe de colaboradores está empenhada em buscar formas de tornar diferente a rotina hospitalar, de acolher os pacientes de maneira mais humanizada. “Essa ideia do Cinema do Bem foi de nossa então coordenadora de Enfermagem do Hospital do Bem, Aretusa Delfino e embora o projeto não seja inédito ele, sem dúvida, promove uma melhoria no clima hospitalar”, afirma a diretora, lembrando que além da projeção dos filmes, cujas temáticas serão todas de motivação, o projeto inclui ainda a distribuição de pipocas e sucos.

Assessoria 

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta