Hospital Regional de Cajazeiras emite nota para esclarecer sobre morte de paciente na maternidade Deodato Cartaxo

porpjbarreto

Hospital Regional de Cajazeiras emite nota para esclarecer sobre morte de paciente na maternidade Deodato Cartaxo

GOVERNO DA PARAÍBA – SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE – HOSPITAL REGIONAL DE CAJAZEIRAS
GABINETE DA DIREÇÃO

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Na manhã do último sábado (09), o gabinete da Direção do Hospital Regional de Cajazeiras, foi informado sobre o acontecimento de um óbito devido complicações no pós cirúrgico (cesariana), diante do fato, se faz necessário alguns esclarecimentos:

01 – A gestante/paciente chegou a Maternidade Dr. Deodato Cartaxo, na última quinta feira (07), com queixa de perda de líquido, sendo de imediato acolhida pela equipe, e realizados os primeiros atendimentos, seguindo os protocolos de acordo com os sintomas apresentados;

02 – Após ser avaliada, havendo a suspeita de perda de líquido, fora solicitado exame de ultrassonografia para um melhor diagnóstico, sendo confirmado a diminuição do líquido, havendo a necessidade de intervenção cirúrgica de imediato. A paciente foi levada para o bloco cirúrgico e realizado o parto cesário, onde ocorreu tudo dentro da sua normalidade, inclusive, após algumas horas após o procedimento, a paciente já amamentava a criança;

03 – No dia seguinte, sexta feira (08), a paciente ao levantar-se, sentiu-se mal, apresentando cansaço (dispineica), sendo tão logo solicitado a equipe médica para melhor avaliação. Após avaliada, houve a necessidade do internamento da paciente na UTI devido o agravamento de seu quadro clínico, em dado momento, a paciente entrou em Parada Cardio Respiratória – PCR, sendo administradas as manobras de Reanimação Cárdio Pulmonar – RPC, onde voltou a apresentar seus sinais vitais, e logo em seguida, intubada;

04 – Na manhã deste sábado (09), a paciente entrou em uma segunda PCR, havendo a intervenção da equipe da UTI, e identificado um quadro de Embolia Pulmonar, sendo de pronto realizado a administração de medicamentos no intuito da destruição dos coágulos/trombos, mas, sem êxito. A paciente, infelizmente, chegou a óbito por Embolia Pulmonar.

O QUE CAUSA A EMBOLIA PULMONAR?

A embolia pulmonar é causada pela obstrução das artérias dos pulmões por coágulos (trombos ou êmbolos) que, na maior parte das vezes, se formam nas veias profundas das pernas ou da pélvis e são liberados na circulação sanguínea. Apesar de mais raros, também existem casos de embolias gordurosas provocadas por traumas ou fraturas, de embolias aéreas (bolhas de ar) e de líquido amniótico.

QUAIS OS FATORES DE RISCO?

São fatores de risco para a embolia pulmonar a imobilidade prolongada, cirurgias extensas, câncer, traumas, anticoncepcionais com estrógeno, reposição hormonal, gravidez e pós-parto, varizes, obesidade, tabagismo, insuficiência cardíaca, idade superior a 40 anos, DPOC e distúrbios na coagulação do sangue.

A Direção do Hospital Regional de Cajazeiras, lamenta profundamente a morte precoce da paciente, se colocando a disposição para outros esclarecimentos que se fizer necessário.

A Direção.

Cajazeiras, 09 de Novembro de 2019

Sobre o Autor

pjbarreto editor

Deixe uma resposta