Arquivo mensal outubro 2019

porpjbarreto

Senadores pedem apoio à população para PEC que reduz número de parlamentares

Os senadores do movimento “Muda Senado, Muda Brasil” pediram, em coletiva à imprensa nesta quarta-feira (23), apoio da população para a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 12/2019, que reduz em um terço o número de senadores e deputados federais e promete uma economia anual de R$ 680 milhões. A PEC, de autoria do senador Alvaro Dias (Podemos-PR), tem relatório favorável do senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) e está pronta para entrar na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Questionado se não seria mais fácil cortar privilégios, como carros oficiais, devido à provável dificuldade em aprovar a proposta, Alvaro Dias disse que o grupo de senadores não procura o que é fácil, mas o que é ideal.

— Nós não estamos buscando essa economia pífia do carro oficial, porque isso é mais simbólico do que realmente despesa exagerada. Nós estamos buscando uma redução muito mais significativa, muito mais expressiva — disse.

O autor da proposta comparou o Brasil aos Estados Unidos, que, proporcionalmente, tem 15% a menos de parlamentares. Segundo o senador, os Três Poderes devem “cortar na carne” para ter autoridade de decidir sobre outras medidas para o país.

— Ou nós cortamos na própria carne ou perdemos a autoridade de decidir sobre o futuro do país, especialmente no que diz respeito a corte de benefícios. Obviamente, na esteira dessas providências, devem vir sim a eliminação de todos os privilégios das autoridades e nós já trabalhamos para isso. Já há propostas tramitando — afirmou.

O relator lembrou que a economia pode ser de muitos bilhões por ano, já que a proposta impacta também na redução dos parlamentares das assembleias estaduais. Para ele, é preciso acabar com o “empreguismo” nos poderes públicos, e a população precisa saber que há no Congresso parlamentares pensando em mudar o país.

— Nós temos que dizer à população que tem gente aqui neste Congresso pensando em mudar o país, que a esperança não pode morrer, que a população tem que procurar, de alguma maneira, entender isso. E que, se a população não se mobilizar, realmente essas reformas não serão feitas. Mas alguém tem que começar. Alguém tem que dar o pontapé inicial na bola. É isso que nós estamos fazendo — disse Oriovisto.

Para o senador Lasier Martins (Podemos-RS), os parlamentares do movimento “Muda Senado, Muda Brasil” não vão descansar nem desistir das propostas.

— Nós estamos numa época de transformações. Há um grupo novo de senadores que veio para o Senado este ano, se juntando a alguns dos mais antigos, que têm o mesmo pensamento, a mesma filosofia de respeitar o dinheiro público. E é nesse sentido que estamos aqui reunidos.

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) explicou que o movimento é um grupo de senadores de vários partidos que quer fazer mudanças no Senado e que já está incomodando a Casa. No entanto, Girão acredita que a PEC terá apoio de outros senadores.

— É uma equipe que está incomodando, inclusive, porque quer fazer o que é certo, quer cortar na própria carne. E, andando pelo Plenário, pelos corredores, a gente vê que essa PEC do senador Alvaro Dias, que visa diminuir a quantidade de senadores e deputados federais, um terço, com o relatório do senador Oriovisto, ela vai ser abraçada por outros senadores.

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) ressaltou que a redução dos parlamentares não reduzirá a representatividade do povo no Congresso. Segundo ele, a tecnologia, que já permite a participação direta da população nas discussões do Legislativo, compensará essa redução.

— Com as tecnologias de cadastro biométrico do Tribunal Superior Eleitoral, nós podemos, por exemplo, ampliar o alcance da população a participar diretamente de todas as decisões do Poder Legislativo, por meio de suas opiniões diretas, como fazemos hoje nas redes sociais ou como fazem os internautas. Isso é uma realidade.

Para o senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), a PEC é um sonho dele antes mesmo de ser senador. Segundo Styvenson, a população brasileira quer redução de gastos e de pessoas no serviço público, pois não o considera eficiente.

— Há um questionamento muito grande sobre o Senado, sobre o Congresso, sobre toda a estrutura pública, com números pesadíssimos de pessoas, de comissionados, de parlamentares, de representantes, que pouco devolvem para a população. Apenas consomem.

Styvenson convocou a imprensa a ser otimista em relação à aprovação da PEC, para não diminuir ainda mais a crença da população.

— Se o representante do Rio Grande do Norte, com 745 mil votos, passar desânimo, passar que aqui não vai passar nada, que a gente está triste, que as coisas não andam, a população brasileira vai deixar de acreditar mais ainda nisso aqui. Então, evitem  passar pessimismo para a população. Vamos passar otimismo!

Fonte: Agência Senado

porpjbarreto

Às vésperas do Enem alunos paraibanos são estimulados a refletir sobre a ansiedade e trabalhar o medo diante dos desafios

Depois de anos, muitas horas de estudo e dedicação, não há fórmulas mágicas que consigam segurar a ansiedade de estudantes da 3ª série do Ensino Médio, que estão às vésperas do Enem, um teste que mede conhecimentos, mas, que exige muito do preparo físico e emocional dos candidatos, haja vista a exaustiva bateria de questões que resumem num exame, todo o conteúdo programático dos últimos três anos. E para aliviar essa tensão natural, o colégio Geo Sul está realizando uma série de atividades extra classe com seus alunos das 3ª séries. Na manhã desta quarta-feira (23), eles começaram o dia refletindo sobre como trabalhar a ansiedade e o medo, além de superar os desafios que estão por vir.

E coube ao professor de Biologia e psicólogo, Guilherme Stanford, dialogar com os alunos e mostrar as diferenças entre ansiedade e medo. “O medo é um sentimento relativo a um fator real, palpável, que existe. Já a ansiedade é como se fosse uma expectativa de um perigo incerto, algo que a gente imagina que vá acontecer e se julga incapaz de lidar. A causa da ansiedade está no futuro; a causa do medo é uma ameaça próxima”, destacou Guilherme, que abordou ainda algumas características que pessoas ansiosas apresentam, tais como, taquicardia, sudorese, mal estar, tremores, palpitações, entre outros.

E então, diante de um exame que pode definir o futuro profissional, o que fazer para controlar a ansiedade. Segundo o professor, praticar a autocompaixão é uma excelente estratégia. “Ser bondoso consigo mesmo, não ignorar emoções e não se auto julgar são atitudes que trabalham a ansiedade de maneira bem positiva”, disse Guilherme, lembrando a diferença de autocompaixão e autoestima. “A autoestima destaca você diante dos outros, mas, é preciso lembrar que você é só mais um. A autoestima deixa você com pensamento de que é melhor do que alguém e isso é uma ilusão, mas, ter autoestima também é salutar, na medida em que ela te dá uma avaliação positiva dos seus próprios valores. O ideal é praticar a autocompaixão e ter uma autoestima positiva”, reiterou Guilherme.

O professor lembrou ainda que ter ansiedade é normal, já que ela é uma emoção que todos temos em situações de estresse, o problema é se essa emoção atrapalhar o convívio social. “Esse sentimento de ansiedade é bom, pois nos protege, nos salva e nos faz agir diante de desafios e situações inusitadas, ela nos ajuda a cumprir nossos compromissos, vocês, por exemplo, precisam estudar se quiserem tirar boas notas. A ansiedade também nos ajuda a lidar com emergências na vida, mas, é preciso ficar alerta quando ela é levada ao extremo e aumenta em situações que não apresentam ameaça real, ai ela passa a ser um transtorno e precisa de tratamento, porque o transtorno nos invalida e ai a questão não é somente mental, mas, fisiológica também”, explicou Guilherme, que encerrou o momento reflexivo com os alunos com uma prática contemplativa, que trabalhou a respiração e a postura dos estudantes.

O diretor do Geo Sul, professor Roberto Oliveira, que também participou da atividade, finalizou o momento, reiterando a importância dos estudantes trabalharem o controle das emoções nesta reta final do Enem. “Todos nós sabemos que o Enem é tanto um teste físico e emocional, como acadêmico. São horas de prova, com variadas questões, que vão testar não só conhecimento de vocês, mas a capacidade de concentração, então, trabalhar o emocional fará toda a diferença nos resultados”, reiterou Roberto, lembrando que a escola está confiante que seus alunos farão a diferença, pelo enorme potencial que têm. E para reiterar essa confiança, no final da atividade, foi distribuída uma folha manuscrita pelo diretor do Geo Sul, e subscrita por todos os professores da 3ª Série e coordenadores, com mensagens de otimismo, esperança, fé, coragem, resistência e carinho. “Gratidão por ser aluno GEO. Bora lá, fazer a diferença neste mundo”. Essa frase, que finalizou a mensagem do professor Roberto, ilustra bem a filosofia da escola que não apenas constrói pontes para a universidade. No GEO, nós consolidamos caminhos para o futuro!

Além do palestrante e do diretor do Geo, também participaram da atividade o supervisor, Antônio Trevisol, o coordenador do Ensino Médio, Arquimedes Silva, e os professores de Biologia, Evandro Gomes e de Química, Renato Brandão Júnior. Foram os professores, inclusive, que distribuíram com os alunos o documento com as mensagens.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Operação do MPPB e órgãos interdita distribuidoras e apreende mais de 800 unidades de pomada irregular

Duas distribuidoras de medicamentos foram interditadas, uma pessoa presa em flagrante e mais de 800 unidades da pomada Verhagel foram apreendidas, na terça-feira (22/10), durante operação do Ministério Público da Paraíba, Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), Receita Estadual e a Gerência de Vigilância Sanitária de João Pessoa (GVS-JP). A fiscalização em distribuidoras e farmácias teve como objetivo combater a comercialização da pomada Verhagel, que não possui registro sanitário obrigatório. Cinco equipes participaram da operação em oito alvos com o apoio das polícias civil e militar.

A primeira distribuidora interditada foi a Alfamed – Indústria Química e Farmacêutica, que também é a fabricante do medicamento. O responsável técnico pela empresa foi preso em flagrante por venda de produto sem o registro do órgão de vigilância sanitária competente (artigo 273, parágrafos 1º e 1º-B, inciso I do Código Penal). Nessa empresa houve a apreensão de 558 bisnagas da pomada e de insumos para a fabricação do produto.

A segunda interdição ocorreu na distribuidora Histoderme. Nela foi constatado ausência de alvará e de responsável técnico registrado no Conselho Regional de Farmácia (CRF). Foram apreendidas 144 unidades do produto irregular. Além disso, foram apreendidas mais 11 unidades da pomada em outras duas distribuidoras e três farmácias.

De acordo com o diretor-geral do MP-Procon, promotor Glauberto Bezerra, foi detectada pela inteligência da Receita Estadual a comercialização da pomada que não possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária e é fabricado por uma empresa com CNPJ e Inscrição Estadual cancelados.

“A nossa preocupação é com a saúde do cidadão consumidor, por isso, o objetivo da operação é fazer cessar a venda dessa pomada. Nas farmácias e distribuidoras onde for encontrado o produto houve apreensão e os responsáveis técnicos vão responder civil, administrativa e penalmente por estar vendendo mercadoria para saúde sem autorização órgãos sanitários”, disse.

Segundo o inspetor sanitário da Agevisa, James Fialho, o órgão verificou que a pomada Verhagel, usada na cicatrização de feridas e queimaduras, não possui registro. “O último registro sanitário do produto expirou em maio de 2015, ou seja, há mais de quatro anos. Como o registro na Anvisa é compulsório e está expirado, a pomada está sendo comercializada de forma irregular no mercado”.

Conforme o gerente executivo de combate à fraude fiscal, Cirilo Nunes, da Receita Estadual vem fazendo um rastreamento de entrada e saída de medicamentos devido à proliferação de farmácias no Estado. “Na mineração de dados, caiu essa pomada a nós estranhamos porque a nota raiz, ou seja, a primeira nota fiscal de venda estava saindo de uma distribuidora e não de fabricante”, informou.

Cirilo Nunes explicou ainda que, através do trabalho de inteligência, a Receita teve acesso à pomada e verificou os dados da embalagem, como endereço e CNPJ da empresa. “Essa empresa fica na região de Cabedelo. Fomos lá e encontramos uma garagem fechada. As pessoas da região informaram que nada funciona ali há três anos. Além disso, a inscrição estadual e o CNPJ dessa empresa estão cancelados na receita federal, ou seja, verificamos que a pomada estava circulando no mercado sem a empresa que o fabrica exista. Trouxemos oc aso ao MP-Procon que acionou a Agevisa e a GVS”, explicou.

Ascom – MPPB

porpjbarreto

Prefeitura, BB e Ministério definem 11 de novembro como data definitiva para inauguração do “Aluízio Campos”

Banco do Brasil ainda falta enviar todos os contratos dos proprietários dos 1088 apartamentos do conjunto

As 4.100 casas e apartamentos do Conjunto Aluízio Campos serão entregues no dia 11 de novembro. Foi o que anunciou o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, na manhã desta quarta-feira (23), após entendimentos com o Ministério do Desenvolvimento Regional e o Banco do Brasil, parceiros na obra.

O anúncio de Romero Rodrigues foi feito durante mais uma visita sua ao Teatro Municipal Severino Cabral, onde estão sendo assinados os contratos das unidades habitacionais.

O prefeito explicou que pretendia inaugurar o conjunto nesta sexta-feira (25), mas questões operacionais referentes ao envio a Campina Grande dos contratos de 1.088 apartamentos impedem que a entrega oficial aconteça ainda esta semana. Os contratos são preparados em São Paulo, pelo Banco do Brasil, que os envia para Campina Grande.

Segundo Romero, com a conclusão do processo de assinaturas dos contratos por parte dos mutuários das casas, não haveria sentido em não entregar também, por questões burocráticas que independem da Prefeitura, os apartamentos no mesmo dia da inauguração.

Romero explicou que todas as ações sob responsabilidade da Prefeitura foram rigorosamente cumpridas, restando, agora, tão somente, que os contratos dos apartamentos sejam assinados, encerrando-se, assim, o processo burocrático que garante a casa própria para milhares de campinenses. As convocações acontecerão por meio do site oficial da PMCG e pelas redes sociais.

Casas

Quanto aos contratos das casas, todo o procedimento de assinatura será encerrado ainda nesta quarta-feira (23), sendo coroado o esforço das equipes da Secretaria de Planejamento que desde o dia 11 de outubro trabalham no Teatro Municipal para atender aos 3.012 contemplados com as residências construídas e já vistoriadas no Aluízio Campos.

Assessoria de Comunicação – PMCG

porpjbarreto

Após acordo, Senado conclui votação da Reforma da Previdência

Texto deve ser promulgado na volta de Bolsonaro ao Brasil

O plenário do Senado concluiu na manhã desta quarta-feira (23) a votação dos destaques apresentados durante o segundo-turno da reforma da Previdência. A votação foi possível depois de um acordo entre o PT e os líderes partidários, mediado pelo presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP). O impasse era um destaque do PT, defendido pelo senador Paulo Paim (PT-RS), que dava possibilidade de aposentadoria especial para vigilantes armados. O governo temia que a mudança na proposta tivesse abrangência maior e abrisse caminho para que diversas categorias pleiteassem aposentadoria mais facilmente, por causa da exposição à periculosidade (no caso da atividade conter alguma ameaça à saúde do trabalhador).

Com o acordo, o destaque do PT foi acatado pelo plenário, retirando do projeto a proibição de periculosidade para pedir a aposentadoria especial. Ainda pelo entendimento, será enviado um projeto de lei do Senado, que será relatado pelo senador Esperidião Amim (PP-SC), para regulamentar as regras de aposentadoria especial para estes trabalhadores. Em contrapartida, a Rede retirou o outro destaque que seria votado hoje sobre idade mínima da aposentadoria especial.

Segundo o senador Amin, nessa nova proposta, além dos vigilantes, também será vista a situação de mineiros de subsolos, trabalhadores expostos ao amianto e outros do setor metalúrgico. Ele negou, entretanto, que se trate de regulamentar a aposentadoria por categorias, mas sim das atividades de risco “físico, psíquico, biológico, químico e tudo que haja risco ao trabalhador’. “Se o projeto for apenas razoável já é um ganho, porque tiraremos a insegurança jurídica dessa situação”, ressaltou.

Promulgação

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), vai aguardar o retorno do presidente da República – que está em viagem à Ásia, para promulgar o texto. Bolsonaro chega ao Brasil no próximo dia 31. A data da sessão solene conjunta do Congresso para promulgação da Reforma no entanto ainda não foi definida, mas deverá ocorrer no 12 ou 19 de novembro.

Ontem, terça-feira (22), após cerca de 3 horas de debates, o texto principal da reforma foi aprovado em segundo-turno por 60 votos favoráveis e 19 contrários.

Agência Brasil

porpjbarreto

Lei Maria da Penha: Mantida condenação de homem que agrediu esposa dando gravata no pescoço em Cajazeiras

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve a sentença do Juízo da 2ª Vara da Comarca de Cajazeiras que condenou Francisco Mendes da Silva a uma pena de  três meses de detenção pela prática do crime de Violência Doméstica (artigo 129, § 9º, do Código Penal). A relatoria da Apelação Criminal nº 0000480-86.2017.815.0131 foi o desembargador Arnóbio Alves Teodósio.

Segundo consta dos autos, no dia 21 de março de 2017, por volta das 20 horas, na residência localizada no bairro Capoeiras, em Cajazeiras, o acusado, prevalecendo de relações domésticas, agrediu a companheira durante uma discussão motivada por ciúme. Em juízo, a vítima contou que a discussão foi por causa de uma suposta estória de que ela estaria em um balneário no final de semana com a filha do casal. Disse que o réu a derrubou no chão e colocou o pé no seu pescoço, proibindo-a de sair de casa.

Já o acusado, também em depoimento, disse que a esposa não mentiu, apenas aumentou a conversa. Relatou que a vítima pegou uma faca para lhe furar e aí se agarrou com ela e os dois caíram no chão. Contou que colocou o joelho nela com o fim de tomar a faca, acrescentando que não deu nenhuma gravata no pescoço. Também disse não ter dado tapa nem murro na companheira.

“Embora o apelante sustente uma versão na qual afirme ter atuado em legítima defesa, uma vez que a vítima teria iniciado uma discussão, portando uma faca, entendo que as lesões nela constatadas demonstram um excesso doloso e injustificado por parte daquele, que não condizem com a forma por este relatada de que apenas a teria empurrado”, afirmou o desembargador Arnóbio.

O relator disse, ainda, que o perdão da parte ofendida em razão da reconciliação do casal em nada afasta o crime de lesão corporal praticado no âmbito da Lei Maria da Penha. Já no tocante a dosimetria da pena, ele ressaltou que a sanção imposta não comporta nenhuma alteração. Cabe recurso da decisão.

Assessoria de Imprensa – TJPB

porpjbarreto

Parque Panorâmico é opção de lazer “offline” para o final de semana

Localizado no Altiplano, o lugar é ideal para se desconectar e viver momentos inesquecíveis,, considerado o maior parque de brinquedos infláveis do Nordeste

Lembra aqueles parques onde você costumava ir na infância? Eram pura diversão, não eram?! Se esses momentos de alegria estão distantes, perdidos em meio à tecnologia e ao agito do dia a dia, é hora de revivê-los. De quebra, ainda se pode proporcionar as mesmas lembranças aos seus filhos, netos, sobrinhos. É isso que o Parque Panorama oferece: um mergulho na sua memória afetiva. No local, um espaço ao ar livre, com conforto, segurança, além de brinquedos coloridos e comidinhas deliciosas.

Inaugurado em fevereiro deste ano, o Parque Panorâmico é o maior parque de brinquedos infláveis do Nordeste. O lugar tem brinquedos mais agitados (touro mecânico, guerra de cotonetes, bate e cai humano, giro radical e até uma balada inflável) e outros mais infantis (tobogã tubarão e corrida maluca). Todos contam com monitores capacitados para orientar o público – e tanto crianças quanto adultos podem aproveitar as atrações e viver momentos de descontração.

“O parque promove atividades que desenvolvem não somente o sistema motor, mas o emocional”, diz Katya Moroni, uma das sócias do Parque Panorâmico. Para ela, o local é uma alternativa divertida para se desconectar das redes sociais e curtir o dia com amigos e familiares. “Você vai ficar tão entretido que o único momento em que vai utilizar o celular será na hora de entrar, já que o nosso aplicativo dá acesso a descontos, preços personalizados e combos especiais”, acrescenta.

O Parque Panorâmico se localiza no bairro Altiplano, com espaço amplo e fácil acesso, e conta com uma estrutura totalmente segura no que se refere à qualidade dos brinquedos e à integridade física dos visitantes. Além dos brinquedos infláveis, o parque também tem várias opções de comidinhas, como algodão-doce, sorvetes, coxinhas, tortas e doces gourmet – a diferença entre essas guloseimas e as dos parques antigos é que elas estão disponíveis em food trucks modernos, em vez de barraquinhas. “O parque oferece a chance de viver momentos divertidos em família, que muitas vezes ficam escanteados na correria da vida moderna”, finaliza Katya.

Ingressos – Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria ou no aplicativo do Parque Panorâmico, disponível na App Store e no Google Play. Para adquirir os ingressos antecipados na plataforma online, os clientes contam com desconto especial, da segunda à quinta.

Funcionamento – Aberto de sexta-feira a domingo, das 17h às 22h, a entrada ao parque é gratuita, mas, para a utilização dos brinquedos, o ingresso único custa R$35 (para crianças e responsáveis que forem brincar). Mediante comprovação, crianças de até dois anos não pagam.

Consolidado como opção ideal para o lazer nos finais de semana e feriados, o parque sempre surpreende o público com programações lúdicas, culturais e recreativas para toda a família. Está localizado na Av. João Cirilo da Silva, Altiplano, próximo à Escolinha do Flamengo. Para acompanhar as novidades – como programação de férias e promoções –, basta seguir o perfil oficial do parque no Instagram: @parquepanoramico.

Assessoria de Imprensa

porpjbarreto

Jeová leva demandas importantes de municípios para a secretaria de Educação e sai satisfeito com a garantia de ações

O deputado Jeová Campos (PSB) levou, na última segunda-feira (21), algumas pautas importantes das cidades de Uiraúna e São José de Piranhas para a Secretaria de Estado da Educação. Além disso, o parlamentar também apresentou ao secretário, Cláudio Furtadoo movimento “Não à Privatização” da Dataprev. O deputado esteve acompanhado do analista de TI da Dataprev, Judson Mesquita, bem como do prefeito de São José de Piranhas, Chico Mendes; e também das lideranças de Uiraúna, o vereador Francisco Benevenuto; e Dr. Paulo Arthur. A reunião, segundo Benevenuto, foi extremamente positiva, tendo alguns pleitos, inclusive, sendo atendidos de pronto.

Entre os pleitos do município de São José de Piranhas em relação à Educação estivera o encaminhamento da implantação da escola técnica estadual e a construção do ginásio da escola Dom Palito. O secretário Cláudio Furtado recebeu bem o pleito e deu garantia de que serão atendidas. O prefeito de São José de Piranhas, Chico Mendes, e o deputado estadual Jeová Campos, agradeceram ao Governador João Azevedo e ao secretário pela acolhida. “É muito gratificante ser recebido e ver um pleito importante ser compreendido como tal”, comentou Jeová.

O mesmo tratamento foi dado às demandas de Uiraúna referentes à Educação. Segundo o vereador Francisco Benevenuto, a maior escola de ensino médio da cidade, a José Duarte Filho, está atualmente funcionando em um prédio alugado e seus alunos aguardam a reforma do prédio original, que será feita pelo Governo do Estado. Durante a reunião, Jeová também levou, junto ao vereador, a demanda de implantação de um ensino profissionalizante de nível médio na cidade. “Foi tudo muito positivo. “Temos que agradecer ao deputado Jeová Campos por fazer esse contato”, disse o vereador, satisfeito com os encaminhamentos.

Movimento da Dataprev

No final da reunião, Jeová, que também esteve acompanhado do analista de TI da Dataprev, Judson Mesquita, apresentou a Cláudio Furtado a luta dos servidores efetivos de alguns órgãos federais a exemplo da Dataprev que pedem a continuidade dos serviços prestados. “O deputado tem se mostrado muito proativo nessa questão e tem nos ajudado fazendo esse intermédio com as autoridades da Paraíba para que possamos combater esse processo de privatizações”, afirmou Judson, que levou uma camisa do movimento “Não à privatização” para o secretário.

Assessoria de Imprensa 

porpjbarreto

Romero adia pela 3ª vez entrega das casas do conjunto Aluízio Campos e volta a culpar Governo Federal

As obras do Complexo Habitacional Aluízio Campos em Campina Grande, iniciadas em 2013 na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, que detém 93% de recursos federais, mas que para o prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD) é a obra que representa sua gestão, teve na última quarta-feira (23), sua terceira promessa de entrega, em menos um mês pelo gestor aos ganhadores das moradias. Romero voltou a culpar o Governo do presidente Jair Bolsonaro pelos atrasos na entrega das residências, que segundo o gestor municipal, agora podem vir a ser entregues em 25 de novembro.

A promessa inicial do prefeito seria entregar no dia 11 de outubro, aniversário da cidade, depois aumentou o prazo para o dia 25 de outubro e agora ampliou em mais de um mês. “Se dependesse só da prefeitura eu podia dizer está entregue, pois de 1088 apartamentos, apenas 33 vão precisar de consertos. Para entregar aqui (casas e apartamentos) tem uma burocracia muito grande”, disse o gestor campinense, ao destacar, em outro ponto, que a entrega dos imóveis poderá não mais ocorrer como previsto, no dia 11 de outubro, aniversário da cidade. Veja ao depoimento á época completo no link: https://youtu.be/zL2bZRPIHG8

Recentemente, Romero anunciou uma lista de pessoas convocadas para apresentar documentos para receberem seus apartamentos. Não para os 26 mil inscritos, mas para apenas 0,38% desse total, ou seja, em torno de 100 pessoas. Passados seis anos da gestão de Romero Rodrigues e três eleições, a promessa do prefeito de entregar as 4.100 unidades habitacionais do conjunto ainda continua no âmbito das ‘promessas’ mesmo. Durante esse período, foram feitos eventos de cadastramento às vésperas das eleições de 2016, que reuniram milhares pessoas, com a promessa da entrega de casas, sorteios das supostas casas, listas de entregas, até mesmo com denúncias de irregularidades no cadastramento.

Chegado o ano pré-eleitoral de 2020, a Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Campina Grande (Codecom) enviou release divulgando uma relação parcial de 100 pessoas convocadas da lista de espera, que deveriam comparecer à Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) para entregar as cópias legíveis dos documentos pessoais. Ou seja, essas 100 pessoas representam apenas 0,38% do total de pessoas que fizeram as inscrições para as 4.100 casas nesses seis anos. Veja (https://campinagrande.pb.gov.br/pmcg-divulga-lista-de-convocados-para-o-aluizio-campos-com-prazo-final-para-se-apresentar-a-secretaria-de-planejamento/).

Com mais esse provável novo adiamento na data da entrega, a promessa de que os contemplados receberiam suas casas na aniversário da cidade ficará para outro dia, veja mais:  http://blogs.jornaldaparaiba.com.br/plenopoder/2019/10/23/prefeitura-de-campina-grande-adia-pela-segunda-vez-a-entrega-do-aluizio-campos/

Operação Famintos – Um dos motivos já alegados por um dos aliados do prefeito Romero pela não vinda do presidente Jair Bolsonaro a Campina Grande, o deputado federal Julian Lemos (PSL) é a repercussão negativa da ‘Operação Famintos’. Deflagrada em sua primeira fase no último dia 24 de julho, com a segunda fase tendo ocorrido no dia 22 de agosto, a Operação Famintos iniciou-se no âmbito do Ministério Público Federal a partir da Notícia de Fato 1.24.001.000119/2018-12 e prosseguiu por meio do Inquérito Policial 119/2018.

De acordo com o que foi apurado até aqui pelo MPF, Polícia Federal, Controladoria-Geral da União (CGU) e Escritório de Pesquisa e Investigação da 4ª Região Fiscal (Espei) da Receita Federal, pelo menos desde 2013 a organização criminosa criou uma rede de pessoas jurídicas de fachada para participar de procedimentos licitatórios em vários municípios do estado, principalmente em Campina Grande, sobretudo para a compra de merenda escolar com recursos provenientes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Processo nº 0802629-06.2019.4.05.8201

Íntegra da denúncia

http://www.mpf.mp.br/pb/sala-de-imprensa/docs/denuncia-operacao-famintos/view

Redação

porpjbarreto

Cajazeiras: Convite missa de trigésimo dia do falecimento de Olivan Pereira, o “Big Boy”

Familiares e amigos, convidam todos para participarem da missa de trigésimo dia da morte de Olivan Pereira, o “Big Boy”, neste dia (27) de outubro de 2019, às 19 horas, na Paróquia de São João Bosco, em Cajazeiras, PB.